Domingo, 31 de Dezembro de 2006

Rebordondo

.

Ontem lá fui mais uma vez à caça de fotografias das nossas aldeias para o blog. O dia de chuva não era muito convidativo, mas estava combinado, com um velho amigo, uma visita a Redondelo. O que tem de ser tem muita força. Não dá para fotografar, dá para um passeio e para registar futuras fotografias.

 

Curalha, Casas Novas, Redondelo, como a chuva insistia em marcar presença, “bota” para Rebordondo, Anelhe, Souto Velho, Praia de Vidago. A chuva continuava. Chegados à Praia de Vidago, volta ao mesmo, ou quase. Já que estava por lá, havia que aproveitar para uma ou outra foto, mesmo com chuva. E de novo, Souto Velho, Anelhe, Rebordondo e aqui…, bem aqui, depois de entrar na aldeia e de começar a olhar com olhos de ver o casario, fui “obrigado” a parar num daqueles largos que é obrigatório parar e apreciar. Afinal estava perante uma casa solarenga, com brasão, capela, eira e quinta. Um pouco de conversa com dois residentes da aldeia e logo ali foi contada um pouco da história do solar. Solar dos Braganças, diziam-me, mas quem sabe mesmo é “aquele” ali, que é quem toma conta da “casa”, o Sr. Porfírio.

 

Claro que com a companhia do Sr. Porfírio e da sua esposa, e o contar da história da “casa” a visita da tarde tinha mesmo que terminar ali. Mas isso fica para outro post, em que o “Solar dos Braganças” terá o seu merecido post devidamente documentado. Fica prometido.

 

Entretanto fica o espigueiro ou canastro (como preferirem) do solar, uma construção bem rural que por sinal não é muito vulgar no nosso concelho. Deve servir para abrir o apetite do post sobre o Solar dos Branganças.

 

Já agora um pouco de Rebordondo:

 

Pertence à freguesia de Anelhe e fica a 15 quilómetros de Chaves. O acesso pode ser feito via Estrada Nacional 103 em direcção a Braga ou Boticas, chegados a Casas Novas, passa-se por Redondelo e logo a seguir é Rebordondo. Quem preferir, poderá fazer o acesso via Vidago, praia de Vidago, Souto Velho e Anelhe. Para quem gosta da floresta e da natureza, recomendo o segundo itinerário, ou pelo menos a ligação Anelhe- Rebordondo ou vice-versa.

 

A aldeia, ao contrário das aldeias de montanha, ainda tem vida nas ruas e população residente considerável, que vive da agricultura e da floresta, possuindo (como em todas as aldeias)  a sua comunidade emigrante. Além de tudo isto, Rebordondo é ainda conhecida pela sua afamada Banda de Música, que durante o verão faz a delícia de muitas festas populares além dos concertos com que brinda a cidade de Chaves.

 

Fica então prometido que Rebordondo passará por este blog mais vezes, razões não faltam.

 

E por hoje é tudo e, lamento, mas este ano não voltarei por aqui.

 

Até pró ano, boas festas e um bom 2007.

 

´
sinto-me: com mais um ano passado
publicado por Fer.Ribeiro às 01:17
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
4 comentários:
De amel a 31 de Dezembro de 2006 às 09:44
boas festas e até 2007


De Dinis Ponteira a 31 de Dezembro de 2006 às 16:12
Lindo espigueiro, ainda vão resistindo alguns.
Fernando um BOM ANO NOVO para ti e Familia.
uma abtaço. dinis


De J. Pereira a 31 de Dezembro de 2006 às 18:30
Lindo espigueiro. De facto não é muito vulgar no nosso concelho, mas mais no de Montalegre virado para o Minho.
Acho que em Rebordondo vive o nosso amigo Alfredo Pereira Lopes, mais conhecido por Cesteiro. É o filho mais velho daquele cesteiro da rua de S. António e é mestre de banda de música e também era carteiro. Casou com uma rapariga de Rebordondo que trabalhava na Pensão Central na rua Direita e mudou-se para lá ficando a tomar conta da Banda de Rebordondo durante muitos anos. Foi um dos últimos mestres da Banda dos Pardais e a última vez que o vi estava a tocar clarinete na banda de Outeiro Seco num festival de bandas de Trás-os-Montes promovido pelo INATEL. Para ele, se alguém lhe puder dar este recado, um grande abraço e um Bom Ano.
do amigo Zé Pereira


De quim barrigas a 1 de Janeiro de 2007 às 12:28
Recordo-me bem do "Cesteiro".Pai e filhos.
Quanto ao Cesteiro, mestre da banda, contava-se a "estória" que, quando os músicos lhe perguntavam o que mais tocar? ele respondia: as mesmas mas com mais força...


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


28
29

30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Cidade de Chaves - Rua do...

. Flavienses por outras ter...

. Cidade de Chaves - Jardin...

. Ocasionais

. Chaves - Um olhar sobre o...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. O Barroso aqui tão perto ...

. Carregal - Chaves - Portu...

. Um olhar sobre a cidade, ...

. O Factor Humano

. Where’s Wally? ou a força...

. Ocasionais

. Mais um olhar sobre a nos...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites