12 anos
Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Chaves - Memórias futuras de um comboio

Pare, escute e olhe

.

 

Pois está decidido, esta semana vou dedicar o blog à memória futura e a testemunhos do passado que hoje fazem memória.
 
Hoje fica um testemunho que faz memória, a de que houve um tempo em que existia comboio em Chaves, pelo menos na placa, abandonada e “enferrujada” pelos anos assim o reza:
 
ATENÇÃO AOS COMBOIOS
PARE, ESCUTE, OLHE
PROIBIDO O TRANSITO PELA LINHA
 
E eu sou testemunha de que é verdade, pois tive a felicidade de durante quase 20 anos fazer muitas viagens no velho Texas a carvão e no Texas-Diesel, embora seja o Texas-Carvão que deixa mais saudades.
 
Pois, para quem “não acredita” aqui fica o testemunho de que o comboio existiu mesmo em Chaves.
 
Já agora um pouco da história da linha do Corgo e do velho Texas.
 
Se olharmos à história das linhas ferroviárias facilmente compreenderemos a importância que tiveram nas primeiras grandes ligações do nosso país. Uma importância nas acessibilidades e na economia do país, quer com o transporte de passageiros, quer e principalmente no transporte de mercadorias. 
 
Em 28 de Outubro de 1856, desde a estação provisória de Stª Apolónia em Lisboa, saía o primeiro comboio em direcção ao Carregado. 37 quilómetros que demoraram “apenas” 60 minutos a percorrer. A partir de aí foi um lançar de linhas para ligar todo o país.
 
Quase 50 anos após o primeiro comboio em Portugal, mais precisamente em 15 de Maio de 1905, era inaugurado o primeiro troço entre a Régua e Vila Real. Nascia assim, em linha estreita, o primeiro troço da Linha do Corgo com início na Régua e término em Chaves. A construção desta linha foi faseada por vários anos. Em 1907 chegou às Pedras Salgadas. Em 20 de Março de 1910 fez a sua primeira chegada a Vidago. Em 20 de Junho de 1919 chegava a Vilela do Tâmega e só (finalmente) em 21 de Agosto de 1921 é que fez a viagem completa da Régua a Chaves.

Entre Vila Real e Chaves existiam 8 estações e 14 apeadeiros. Entre as duas cidades percorria 41 km e demorava 2H20, ou seja fazia o percurso a uma média de 17km/h.
 
Durante muitos anos foi o principal meio de transporte de passageiros e mercadorias de e para Chaves, e se com a melhoria dos transportes rodoviários e a criação das estradas nacionais o transporte de passageiros foi perdendo ao longo dos anos alguma importância, mantinha-a no transporte de mercadorias.
 
Ano após ano e com a melhoria dos transportes rodoviários (quer de vias, quer de máquinas) o comboio foi perdendo a sua importância e ia morrendo aos poucos. Havia duas soluções – melhorar e modernizar a linha ou fechá-la.
 
E a verdade seja dita, com o “consentimento” de todos e sem a oposição de ninguém, o Governo decidiu em finais de Dezembro de 1989 fechar definitivamente o troço da linha do corgo entre Vila Real e Chaves, em troca, dava-se preferência aos acessos rodoviários e aos IP’s.
 
Em 1990 a reciclagem já estava na moda e teria sido de bom tom, em vez de se ter abandonado por completo o troço de linha desactivado, deixando-a a saque de carris e de todo o património que ao poucos foi sendo roubado, ou vendido (no caso das estações e apeadeiros), dizia eu, teria sido de bom tom, manter o património e reciclar a linha para o turismo, pelo menos entre estâncias termais (Chaves – Vidago – Pedras Salgadas). Mas não, não houve nenhum iluminado que tivesse visto o potencial turístico desta linha, o que aliás até nem admira, enquanto o poder de decisão couber aos políticos.
 
Enfim, e de comboios restam-nos uma ou outra placa que ainda não foi roubada do Pare, Escute e Olhe e, um museu do comboio, que de tão fechado que está entre quatro paredes e com portas fechadas 6 dias por semana, quase ninguém sabe que existe

É por tudo (isto e daquilo) que o velho Texas deixou saudades, principalmente o Texas a carvão.
 
Pena é que os nossos políticos (locais e nacionais) a Comissão Regional de Turismo e outras entidades iluminadas não tivessem tido
 
ATENÇÃO AOS COMBOIOS
 
E que como sempre, quem decide nunca
 
PARE, ESCUTE, OLHE
 
Os verdadeiros interesses das pessoas e da nossa região e que tenham para sempre e irreversivelmente
 
PROÍBIDO O TRÂNSITO PELA LINHA.
 
 
Tenho pena, verdadeiramente muita pena,  mas da minha parte apenas vos posso trazer aqui uma placa que já fez e continuará a fazer memória futura de que um dia em Chaves houve comboio.
 
Até amanhã, com mais memórias futuras de Chaves.
 
 
 
´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:02
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
1 comentário:
De Jose Goncalves a 15 de Maio de 2007 às 13:44
Tambem eu me lembro muito bem do velho Texas, mas so do Disel :)

Como o FR diz e muito bem o aproveitamento turistico da linha deveria ter sido uma das prioridades nao so da autraquia Flaviense mas tambem de todas as autarquias que sao banhadas pela linha. Mas pelos vistos os iluminados politicos da terra nao tem ideias destas, tem unicamente ideias para pagar multas de caes sem coleira, isso sim uma grande ideia.

Cumprimentos dos States


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15


25
26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Calvão, Chaves, Portugal

. Freiras - Versão 3

. Discursos Sobre a Cidade

. Coisas do meu baú - A man...

. Flavienses por outras ter...

. Novidades...

. Cartas a Madame de Bovery

. Imagens frescas para dias...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Bustelo - Chaves - Portug...

. Ilumina-me, poesia de Ant...

. O Factor Humano

. Coisas primeiras

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites