12 anos
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Chaves - Rua da Ponte e Arrabalde

 

.

Rua da Ponte e Arrabalde.
 
A respeito da Rua da Ponte, a título de curiosidade, é interessante deixar aqui o que é dito a seu respeito na Toponímia Flaviense, 1990, de Firmino Aires:
 
“Começa na Rua do Tabolado e Arrabalde e acaba na margem direita do Tâmega sobre a Ponte de Trajano.
 
Já há muitos anos que tomou este nome. A jusante da ponte muitas casas estão inseridas nela, o que é muito lamentável.
 
Através dos tempos, a cómoda complacência, a ignorância ou o suborno das várias autarquias tem permitido estas anomalias e outras quejandas, que para sempre se ficam a censurar.
 
Triste testemunho e incapacidade de visão deixam os responsáveis aos vindouros dos erros permitidos ou tolerados.”
 
Assino por baixo as palavras de Firmino Aires.
 
Até amanhã, em Chaves, claro.
´
tags:
publicado por Fer.Ribeiro às 02:18
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
4 comentários:
De Jose Goncalves a 30 de Maio de 2007 às 15:51
Eu tambem assino.

Realmente o cassario que reveste a ponte quer de uma margem quer da outra em nada beneficiam a sua magestuosa imagem de "Top Model".

Se de alguma maneira ja estamos abituados ao casario da margem esquerda o que eu chamo o lado fotografico da ponte ja o lado oposto nao patrocino o mesmo.

De salientar na foto as poucas "Mas Algumas" arvores no largo do Arrabalde.

Cumprimentos


De blogdaruanove a 30 de Maio de 2007 às 17:25
Discordo da opinião de Firmino Aires sobre as casas situadas a jusante, como já tive oportunidade de referir anteriormente. Muitos dos prédios são do início do século XX e alguns ainda do século anterior. Apesar de degradados, ou abandonados, apresentam fachadas e pormenores arquitectónicos interessantes e já fazem parte da história e da imagem arquitectónica da cidade. Se esses prédios desaparecessem, vejam com que fachadas é que ficaríamos, na rua que se encontra nas traseiras... Ou as outras casas também seriam para demolir?
Levado ao extremo, o argumento de demolir os edifícios adossados à ponte, para lhe devolver a traça original (e qual é ela, desde a Idade Média?...), permitiria que se avançasse o argumento de demolir todas as casas que se encontram adossadas às muralhas seiscentistas e medievais, para disfrutarmos de uma "traça original"... Imaginem a cidade que restaria e os anos de história arquitectónica da cidade que se apagariam...


De hpserra a 30 de Maio de 2007 às 18:03
Eu sou a favor da demolição do tal casarío, é que alem de degradadas e desabitadas, poucos são os estabelecimentos comercias que por baixo das mesmas vão resisitindo, até um farmácia que lá existia saiu de lá, aquele edifício mesmo junto às escadas ameaça ruir a todo o memento. Por isso, pergunto eu, o que é que faz aquele monte de escombros? É uma espécie de morte lenta.


De a.delgado a 31 de Maio de 2007 às 02:05
A Ponte é mais que uma via para uso de veículos, um
monumento que merecia ser preservado, poupando-o, reservando-o ao trânsito pedonal e , o que seria
mais importante, procurando restaurá-lo dos crimes,
como a substituição do gradeamento por granito;
fazer desaparecer os passeios de cimento e reposição do piso ;desenterrar os arcos que se encontram , na margem direita depois do muro de
correcção do leito.
E , claro que gostaria de ver realizado o projecto
do Engenheiro Duarte Pacheco que, quando mandou
construir a Ponte a jusante das Termas, numa extraordinária decisão determinou que a Câmara
iniciasse o processo de expropriação de todos os edifícios confinantes com a Ponte, em ambas as margens.
Estou certo de que a Cidade seria hoje bem diferente, pelo que lamento a falta de visão de quantos sabotaram a decisão do Ministro, que para
infelicidade nossa , morreu , pouco depois, num acidente .



Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15


25
26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Calvão, Chaves, Portugal

. Freiras - Versão 3

. Discursos Sobre a Cidade

. Coisas do meu baú - A man...

. Flavienses por outras ter...

. Novidades...

. Cartas a Madame de Bovery

. Imagens frescas para dias...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Bustelo - Chaves - Portug...

. Ilumina-me, poesia de Ant...

. O Factor Humano

. Coisas primeiras

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites