Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Chaves e as coisas da vinha e do vinho

A Catedral

 

.

Não tarda muito e aí estão as vindimas e, quem fala em vindimas fala em vinho, branco ou tinto (tanto faz) e temos que falar das capelinhas, capelas e catedrais do vinho que até tiveram direito a Deuses Dionisios e Bacos. Chaves e o concelho também não é, nem nunca foi, estranha à festa do vinho e graças aos deuses, há para todos os gostos – bom vinho, vinho bom, vinho assim-assim, alguns encorpados, outros nem por isso, verdetes e palhetes e por aí fora e quase sempre vinho feito de uvas, mas do que eu pessoalmente mais gosto, é de um bom vinho novo ou mais ou menos novo, de lavrador, e nas minhas “incursões” pelo concelho, já fui surpreendido com excelentes provas, desde o Cambedo, a Stª Cruz da Castanheira, ou desde Soutelo até à região de Vidago, mas se tivesse de escolher, ficava-me por esta última, principalmente por Anelhe, Vilarinho das Paranheiras, Souto Velho e Arcossó. Nestas coisas de vinhos, sou um autêntico especialista, e de todas aquelas cenas dos vinhos, de encorpados, macios, frutados, aromas, acidez, castas, etc., eu resumi o meu paladar a dois parâmetros: o do Gosto ou não gosto, e podem crer que não é qualquer um que entra nas minhas simples apreciações.
 
Mas já que estamos em Chaves e falamos de vinho, sempre houve em Chaves sítios do vinho, desde as tabernas (caídas em desuso) que abundavam pelos bairros da cidade, às ruas importantes do vinho (que em tempos rara era a rua onde não houvesse um desses sítios) até à catedral do vinho servido por grosso ou ao copo acompanhado por pequenos mimos como uma racha de bacalhau cru – o Faustino.
 
Claro que e embora a tradição do vinho de taberna ainda seja mantida por uns tantinhos profissionais do copo, a tradição já não é o que era, e já nem os negócios são selados com um copo de boa vontade ao balcão de uma taberna qualquer e até o Faustino fechou as enormes portas sempre abertas onde servia vinho aos almudes diários e deu lugar a um espaço fechado, com serviço de restaurante onde os profissionais do vinho já não entram. Mas continua a manter quase em tudo a sua traça inicial, é um espaço simpático, onde ainda se pode ir petiscando e beber algum vinho à moda do Faustino. Embora seja um espaço que precisa de pequenas afinações, é um espaço que faz parte de um roteiro obrigatório turístico de Chaves, nem que seja e só para apreciar a arquitectura (exterior e interior) do espaço, os velhos tonéis, e “botar” um copo ou jeropiga com um bolinho de bacalhau.
 
Se por um lado a prosa já vai longa, serviu também de pretexto ou de intróito para anunciar um novo blog made in Chaves e que pela certa irá tratar destes assuntos do vinho e da vinha. Dá pelo nome de  VINHAS DE CHAVES , “…onde se fala da cultura da vinha em terras de Aquae Flaviae…” de autoria de Ernesto Penedones, curiosamente um homem que em tempos até já se dedicou às águas e que agora, pelo que conheço do seu autor,  promete tratar devidamente estas coisas das vinhas e do vinho. Mais um blog feito em Chaves ao qual só me resta dar os parabéns ao seu autor e desejar-lhe felicidade, além de (claro) a partir de hoje ter também link neste blog.
 
Até amanhã por aldeias do nosso concelho.
´
tags:
publicado por Fer.Ribeiro às 02:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
2 comentários:
De Jose Goncalves a 31 de Agosto de 2007 às 12:04
Sem querer intrometer-me no assunto do vinho, so gostaria de adicionar que quando tinhamos um furo no horario escolar um dos locais que gostavamos de frequentar era precisamente o Faustino. Nao pelo vinho mas pelo jogo do Sapo e claro esta, uma Sagres bem fresquinha.

Cumprimentos


De JMCosta a 31 de Agosto de 2007 às 23:34
Pois meus amigos a adega Faustino foi um marco na minha vida comecei a frequentá-la tinha eu os meus 3 anos... é verdade mas não era para beber uns copitos, era para ver o meu Pai, lembram-se dele? pois foi um dos pilares daquela casa. era o Alfredo (Deve ter trabalhado naquela casa muito perto de 50 anos) era um encanto vê-lo a engarrafar e gaseificar vinho. Ainda este verão lá fui eu beber uma maravilhosa jeropiga oferecida pela esposa do Sr. Eduardo. Para o Sr. . Eduardo e Esposa muita saúde. Para o meu Pai ...Recordar-me-ei sempre de ti, já não posso ir contigo e admirar a tua destreza, mas... ainda tenho na boca o paladar dos amendoins do Faustino que tu com tanto carinho me davas


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Centro Histórico de Chave...

. Ocasionais

. Mar flaviense...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. Pecados e Picardias

. O Barroso aqui tão perto ...

. Casas de Monforte - Chave...

. Vivências

. Cidade de Chaves - Dois o...

. Festival Identidades - Ja...

. Ocasionais

. Festival Identidades - Ja...

. Chaves D'Aurora

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites