12 anos
Sábado, 1 de Dezembro de 2007

Cela - Chaves - Portugal

 

.

 

E como hoje é Sábado, vamos até mais uma aldeia.
 
Hoje toca a sorte à CELA.
 
Cela é aldeia e sede de freguesia, à qual pertencem as aldeias de Ribeira do Pinheiro, Ribeira de Sampaio e Tresmundes.
 
Quanto a dados da freguesia, sabemos que 3.8 Km2 de área, uma população residente de 228 pessoas, 76 famílias e 104 fogos de habitação. Dados dos CENSOS 2001 e que comparados aos de 1981, verificamos que também a freguesia sofre do mal das aldeias, da desertificação, pois nessa data (81) Cela (freguesia) tinha 371 pessoas, ou seja mais 143 pessoas, quase o dobro da população actual, mas mesmo assim, não é das piores e ainda vai havendo vida na freguesia da Cela.
.
.
 
Mas vamos até à Cela, aldeia.
 
Fica localizada em plena Serra do Brunheiro, a 650 m de altitude, com vistas para S.Lourenço, Vale de Chaves e serras da Galiza. A 10 quilómetros de Chaves, o acesso é feito pela estrada Chaves-Valpaços, logo a seguir a S.Lourenço. Pouca população, mas mesmo assim suficiente para ter um Grupo Cultural e Recreativo, com um Rancho Folclórico,  que já tem andado por esse mundo fora e que marca sempre presença em todas as feiras e romarias da cidade.
.
.
 
Quanto à ocupação da população da aldeia, muitos (dos poucos habitantes) trabalham na cidade, um pouco de agricultura, mel e algumas ovelhas, um pouco de vinho, batata, milho e centeio. É terra que dá disto tudo, desde que seja cultivada, o que cada vez é menos e pelas razões óbvias da falta de população e das culturas não darem sequer para sobreviver. O Pouco que se vai fazendo, é como um extra ou remedeio da casa.
.
.
 
A aldeia é composta pelo seu núcleo antigo que se desenvolve ao longo da rua principal e que inicia num cruzeiro e curiosamente termina também num outro cruzeiro, passando, claro , pela sua Igreja Matriz muito antiga, da devoção à Senhora das Neves, de uma só nave com características românicas. Mas também se tem desenvolvido, com algumas construções novas ao longo da estrada de acesso à aldeia.
.
.
 
É também terra de lendas, uma delas reza que há muitas centenas de anos a imagem da Senhora das Neves estava numa capelinha no sítio de Sampaio, perto da ribeira. Misteriosamente a imagem desapareceu dessa capela e foi encontrada no Lugar do Outeiro, junto a Cela. A população admirada e sem compreender o que havia acontecido, trasladou de novo a imagem para a sua capelinha. Mas, passado algum tempo, tornou a desaparecer a imagem do seu altar e voltou ao Outeiro. Então a população decidiu erigir uma igreja para a Senhora das Neves nesse mesmo local.
.
.
 
Outra está relacionada com uma grande fraga existente perto da aldeia, no lugar de Pena da Águia. Conta a lenda que as águias costumavam fazer o ninho no cimo dessa fraga. Um jovem da terra quando foi pedir a noiva em casamento, o pai desta impôs ao rapaz, como condição para satisfazer o pedido, que subisse ao alto da rocha e lhe trouxesse uma pena de águia. O rapaz com todos os sacrifícios conseguiu satisfazer o homem, que lhe concedeu a mão da filha, e o lugar passou a designar-se, por este facto, Pena d'Águia.
.
.
 
Quanto ao topónimo Cela, o Abade de Baçal referiu que Cela poderá ter alguma afinidade com o texto epigráfico Coelernos que figura, como um dos dez povos enumerados na coluna da ponte de Trajano em Chaves.
 
Outra teoria, esta de Pinho Leal defendida no Portugal Antigo e Moderno, refere que a designação de Cela poderá ter origem no antigo costume de uma mulher se emparedar, enclausurar-se. Para isso fazia um casebre, metia-se nele e aí vivia.
.
.
 
Quanto às fotos que hoje vos deixo, são as possíveis de um fim de tarde de Inverno, à excepção da foto da Igreja, que é do verão de há dois anos atrás. Tentei apresentá-las pela ordem de entrada na aldeia, até ao último cruzeiro onde está a sede da Junta de Freguesia.
 
E por hoje é tudo, desde a Cela aldeia, pois quanto às restantes aldeias da freguesia, Tresmundes já passou pelo blog, mas tornará a passar com mais fotos e as duas ribeiras, a de Sampaio e do Pinheiro, também terão aqui o seu espaço.
 
Entretanto, até amanhã, noutra aldeia do nosso concelho.
 
´
publicado por Fer.Ribeiro às 03:42
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
1 comentário:
De Tupamaro a 1 de Dezembro de 2007 às 12:49
Cá estamos nós perante mais um aliciante convite semanal, dos já muitos que o autor nos envia aos fins – de - semana.

A nossa Região é grande, quer em extensão geográfica, quer em muitas outras riquezas.

Outrora era difícil e demorada a deslocação entre os mais distantes “lugares” da «Nossa Terra».
Hoje, além de os caminhos estarem um bocadito melhor arranjados, as Têves, em dias de engano, darem um retratito de um povoado, está a valer-nos a “NET”, quer com os Blogues de alguns paladinos da sua Aldeia, quer com o ternurento, dedicado e nobre empenho do autor deste Blogue.

A maior parte de nós, provavelmente, pouco sabia da História e da identidade das nossas ALDEIAS.
Bem, talvez a verdade imponha que, provavelmente, nós, comentador, é que somos dos raros que pouco ou nada sabem acerca do território da nossa ALTA – TAMEGÂNIA.
Aos que sabem Tudo ou quase Tudo prometemos ir aprender mais.
Desta casa, dos vossos Blogues e dos vossos comentários iremos aproveitar para mais aprender.

Estamos reconhecidos aos autores dos blogues «campónios» pelo gosto e pela oportunidade de conhecermos as histórias e História das suas(nossas) «parvalheiras».
E ao autor do “Chaves” agradecemos muito a partilha que connosco faz do seu amor à sua, e nossa, Terra Natal, e ensinando-nos a dar conta dos encantos e dos valores onde nascemos, crescemos ou criámos fundas raízes.

Consideramos sempre interessantes as interpretações que se fazem quanto às origens e percursos históricos das nossas ALDEIAS.
CELA, julgamos topónimo com significado de eremitério.
E, pelo que se vê e se sabe, os Monges não escolhiam mal os lugares de sua conveniência.
Mas, seja como for, CELA é um torrãozinho que embeleza a nossa Augusta Flávia.

Tupamaro


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9



30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Bobadela de Monforte - Ch...

. Pedra de Toque

. Discursos sobre a cidade

. Momentos traídos pela mem...

. Flavienses por outras ter...

. Ocasionais

. Um olhar com a marca Chav...

. Cartas a Madame de Bovery

. Cidade de Chaves - Um olh...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto....

. Pecados e Picardias

. Pedra de Toque

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites