12 anos
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

S.Roque - Chaves - Portugal

 

.

 

Tal como nós, as cidades também têm a sua identidade.
 
Todos nós quando vamos por aí fora à descoberta de cidades desconhecidas (pequenas ou grandes), sítios ou lugarejos, há três ou quatro elementos que nos atraem. Lembro-me de um amigo dizer-me, o que mais lhe despertava nas cidades, eram os seus aromas e até ficava a conhecer as cidades pelo cheiro. Também eu guardo o cheiro de algumas, mas não são os aromas dos sítios que em mim despertam os sentimentos. Há elementos que me despertam mais. A luz e a cor, as pessoas, a tipicidade, as casas e outros elementos naturais como a água e vegetação. Principalmente estes últimos, são os que mais despertam e melhor retenho na memória dos sítios.
 
Chaves tem um pouco de tudo que em mim desperta os sentimentos dos lugares e, não a imagino sem rio e sem verde, que ao longe, se transforma em azul de montanha e dá à cidade uma luminosidade e colorido muito próprio, único até.
 
Lembro-me de antigamente a principal entrada da cidade (Recta do Raio X) ser feita por um túnel de árvores e, como ela despertava em quem nos visitava pela primeira vez um silêncio de espanto que preservavam para todo o sempre. Claro que ainda hoje (senãos à parte) uma vista tirada do miradouro ou vindo do barroso, onde todo o vale se nos oferece, nos faz respirar fundo e até suspirar, principalmente quando a ausência já é prolongada.
 
Com o crescimento da cidade temos perdido algum verde, mas mesmo assim, ainda temos por aí muito verde para oferecer. Preocupa-me mais o verde do interior e do coração da cidade, algum que vamos perdendo e que deu lugar a praças abertas, com mais luz é certo, mas sem o verde e contrate, a atracção e até o convite a uma boa sombra de verão, que bem falta faz.
 
 
Claro que em Chaves, mesmo com os pequenos senãos, ainda não nos podemos queixar da falta do verde ou da água em todas as suas componentes, mas congratulo-me sempre e até aplaudo quando um novo espaço verde é criado, principalmente quando esse espaço é dado ao lazer, ao passeio, ao repouso, ao namoro e convive de perto com o rio. É o caso do lugar da foto de hoje, o S. Roque, que depois de abrir o antigo espaço do parque de campismo e a margem do rio até à ponte de S.Roque à população, deu mais vida ao convívio com o rio e ao bem estar da cidade. Congratulo-me e aplaudo estes pequenos pormenores, mas ainda continuo com o sonho de um dia ver ambas as margens do rio abertas a longos passeios, com muito verde e a água por companhia.
 
Até amanhã, sexta-feira, que embora esteja prometida para um fórum ou discurso sobre a cidade de outros autores, ainda vai ter mais dois ou três lamentos.
 
Até amanhã!
´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:19
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
1 comentário:
De gjemanuel-chaves a 3 de Janeiro de 2008 às 18:28
Ola!
Gostaria de deixar uma sugestão ao autor e ao mesmo tempo orientador do blog, que é a seguinte:
Sabendo bem, qual é o sentido deste blog, da divulgação de Chaves, não só a cidade, mas todo o concelho; gostaria de ver alguns sitios da cidade que nunca forma publicados de alguma forma neste blog:
ex.: - o Bairro Pinto caneiro, (porque é que tem este nome, curiosidades deste bairro, o estar perto do centro da cidade e ao mesmo tempo ser um lugar pacato, com exploração de agricultura, etc);
- outro exemplo, é a parte sul ro Rio Tamega, (a partir da Ponte Eng. Barbosa até Curalha), demonstrando o lado menos bonito das margens e do rio Tâmega, que poderia estar melhor...curiosidades, entre outros;
- e muitos outros exemplos de grande importancia e curiosidade, que para a maior parte dos Flavienses não conhecem.
Gostaria de num futuro próximo ver estas coisas e muitas outras neste blog, tao rico e diversificado nos seus conteúdos.
Um grande abraço de um flaviense e admirador do seu trabalho neste blog.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15

24

25
26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Freiras - Versão 3

. Discursos Sobre a Cidade

. Coisas do meu baú - A man...

. Flavienses por outras ter...

. Novidades...

. Cartas a Madame de Bovery

. Imagens frescas para dias...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Bustelo - Chaves - Portug...

. Ilumina-me, poesia de Ant...

. O Factor Humano

. Coisas primeiras

. Cartas a Madame de Bovery

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites