Quinta-feira, 5 de Outubro de 2006

Chaves e o 5 de Outubro

5-outubro-bl.jpg

5 de Outubro.

Além de toda a gente ir sabendo que a data é assinalada a vermelho no calendário e que o feriado nacional assinala a implantação da República em Portugal, pouco mais se sabe, nem sequer da importância que esta data teve e tem para o nosso estado de vida social e político dos últimos 100 anos até ao (E)estado actual. Mas quem sou eu para estar aqui com este discurso, se quem de direito, apenas se preocupa em assinalar a data no próprio dia num discurso feito algures na Câmara de Lisboa, como vem sendo hábito.

Em Chaves, também é o mesmo de sempre, mas até nem deveria ser, pois Chaves é terra de Republicanos e onde (dizem) que definitivamente a República se consolidou.

Sempre o disse aqui que não sou amante de história, mas acho que o essencial da história é importante para nos conhecermos a nós próprios, e no presente caso, quando digo nós, não me refiro à minha pessoa, mas ao ser flaviense.

Em Chaves também existe, como em quase todas as localidades importantes, um topónimo com o nome de 5 de Outubro. No nosso caso uma Avenida que começa no final da Rua das Longras e acaba no final da Avenida do Estádio e, a respeito de 5 de Outubro é tudo, ou quase tudo. No entanto há nomes e acontecimentos que directa ou indirectamente ligam a cidade de Chaves ao 5 de Outubro, por exemplo nomes como Cândido Reis que embora nada tenha a ver com Chaves dá nome a uma Rua e Travessa da Cidade por proposta do Dr. António Granjo em 13.Out.1910, este sim, flaviense e então presidente da Câmara Municipal de Chaves, que teve o seu nome directamente ligado à República antes e depois da sua implantação, vindo a ser 4 vezes ministro de governos da República e assassinado em Lisboa em 19.10.1921, ao qual a cidade já prestou uma tardia homenagem com o levantar de uma estátua no ano passado no Largo da Estação. Mas a nossa ligação directa ou indirecta a esta data não termina por aqui. O nosso feriado municipal de 8 de Julho está indirectamente ligado a esta data e directamente ligado à consolidação da república e que até dá nome a topónimos tão importantes como os de Lisboa com uma Avenida Defensores de Chaves, entre outras ligações, repito, directas ou indirectas à república.

Mas mais uma vez digo e, repito, que não sou amante de história e não me cabe a mim assinalar a importância que a data tem, não só para actual República, mas também para a cidade de Chaves.

Da minha parte, a minha humilde contribuição para assinalar a data deixando-vos com um símbolo da República que está patente ao público no museu vivo do jardim do castelo e uma pequena composição com as cores da República terminando com um: VIVA A REPÚBLICA! Dito e “gritado”com a mesma garra e convicção com que o João Geraldes o diria se ainda fosse vivo e ao qual, também tardiamente, faço a minha homenagem dedicando-lhe o post de hoje.

Até amanhã!
´
publicado por Fer.Ribeiro às 03:14
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
7 comentários:
De Eulalia a 3 de Novembro de 2006 às 11:05
Não sabia da existência deste blog, vim aqui parar um pouco casualmente, quando fazia uma pesquisa sobre o Couto de Ervededo.
Fiquei surpreendida, não só pela quantidade como pela qualidade das fotos...nem tinha consciencia da real beleza desta cidade.Voltarei mais vezes para ler o conteúdo.
Parabéns ao autor por nos dar a conhecer a cidade que tanto amamos, mas que ás vezes pouco conhecemos...
Até sempre


De tupamaro a 23 de Outubro de 2006 às 18:53
1-BRAVO!, Bravo.
Verifico que essa ideia de se comemorar 1143 está a brotar espontaneamente por aqui, por ali e por acolá.
Oxalá se expanda rapidamente por dez milhões de..«afonsinos»!
2-O sr.F.Ribeiro está a provocar um « agitar de...».Muito bem!Merece calorosos parabéns pela iniciativa e contributos.
Essas latitudes têm História, Monumentos, Dons de Natureza e Muita Gente (quase toda) que merecem imensamente mais do que aquilo que lhe tem sido reconhecido e atribuído.
F. Ribeiro(não conheço, não sei de quem se trata) teve uma iniciativa muito louvável, assim como alguns outros flavienses (embora em número insuficiente) as têem, de umas ou outras formas e nuns ou noutros lugares.
Agradeço a F.Ribº e a todos os que no seu Blog se apresentam, independentemente do acordo ou desacordo com as suas opiniões.


De Asa a 6 de Outubro de 2006 às 00:24
De quem será este blog da cidade onde vivo há tantos anos?
Não fazia a mínima ideia que existia tal blog.
Gostei muito.
Continue(m).


De Rosa Ribeiro a 5 de Outubro de 2006 às 22:47
O 5 de Outubro de 1910 foi a data em que...finalmente,o povo português,se libertou do jugo ignóbil de uma monarquia déspota e arrogante em que o poder era transmitido de geração em geração pela simples passagem de esperma de um progenitor a outro. A monarquia portuguesa dilapidou os recursos do Pais e de seu Povo,em vaidades fúteis e exebicionismo bacoco.Na moda novamente,a monarquia,a nivel mundial atrai,mais pelo ridiculo e pelo escândalo, do que propriamente pela sobriedade,seriedade e inteligência dos seus protagonistas.
VIVA A REPÚBLICA


De Bravo a 5 de Outubro de 2006 às 19:01
De facto Chaves é terra de grande republicanismo e de grandes republicanos, o que não quer dizer que toda a população o fosse, a quando da implantação da República. António Granjo foi um flaviense ilustre, houve muitos na longa vida de Chaves, barbaramente assassinado por republicanos ligados à carbonária. A implantação da República em 5 de Outubro de 1910 foi uma mudança de regime político, da Monarquia para a República. É absolutamente legítimo que os republicanos a considerem uma data importante e a comemorem. Porém acho mal que se lembre essa mudança do regime e se esqueça o 5 DE OUTUBRO DE 1143, quando, pelo Tratado de Zamora, Portugal se liberta do jugo do reino de Leão e que, no dizer de Herculano « A separação de Portugal era, enfim, um facto materialmente consumado e completo ...»
Critérios!!!!


De Rita a 5 de Outubro de 2006 às 14:36
Ola Vim so ca saber se podia por umas imagens de anelhe, é entre chaves e vidago, é 1 aldeia linda. Eu desde criança que ia a chaves, adoro, tanto chaves como vidago e anelhe. POde entao por algumas fotos de anelhe?? Ja nao vou la a muitos anos e gostava de ver como esta agora.


De quimbarrigas a 5 de Outubro de 2006 às 14:18
A propósito do tema aqui inserido, relembro os meus conterrâneos, que foi Chaves,sem dúvida, terra de repúblicanos, e que contribuiram para consolidar a República contra as tropas de Paiva Couceiro.
Houve nomes grandes na Chaves de então. Um deles e nunca falado, foi Godofredo Monteiro(irmão das Srªs Monteiras - as célebres proferssoras primária)o qual viria a falecer antes de implatada a República, mas que já há vários anos vinha anunciando para breve a queda da monarquia.
Ao que sei, segundo meu pai, Godofredo Monteiro escrevia vários artigos na imprensa de então, apelidando D. Carlos de "O Porco de Savoia(ramo da familia a que pertencia)".
Já quanto a António Granjo, chegou a ser 1º Ministro e foi cobardemente assassinado.
Folgo em saber que foi homenageado na nossa terra.
No entanto, lembro que em 1978, quando eu e outrros rapazes fundamos um grupo de Escoteiros da Associação de Escoteiros de Portugal, denominamos o Grupo 56,com o nome de António Granjo.
Participamos activamente nas Festas dos 1900 anos de Chaves como Munícipio.



Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Centro Histórico de Chave...

. Ocasionais

. Mar flaviense...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. Pecados e Picardias

. O Barroso aqui tão perto ...

. Casas de Monforte - Chave...

. Vivências

. Cidade de Chaves - Dois o...

. Festival Identidades - Ja...

. Ocasionais

. Festival Identidades - Ja...

. Chaves D'Aurora

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites