Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Chaves do quase e do tudo!



.

Se tivesse de fazer um resumo em imagem da cidade de Chaves, esta imagem caía nesse resumo que nem ouro sobre azul.

 

Aqui está (quase) tudo que há sobre Chaves cidade.

 

Um pouco de veiga onde o verde do “pão” se mistura com o amarelo tardio do nabal com os grelos em flor, as casas que avançam sobre os verdes e amarelos e os sarapintam branco e vermelho, um pouco das muralhas mamarrachais  de betão em torno e a querer entrar pela velha cidade, um pouco do verde escuro das centenárias árvores do Jardim Público, um risco de muralha dado pelo Baluarte do Cavaleiro, o emaranhado da cidade medieval debaixo do olhar atento e imponente  do Castelo, um pouco do (para já ainda) hospital, o pinhal que ainda resiste nos Aregos, a grandiosidade do Casino Chaves com o seu hotel ainda em construção e por fim um pouco do entalar das montanhas, das que sobem para o Barroso de Montalegre. Para a imagem estar completa, só nos falta mesmo um pouco do avistar das montanhas galegas.

 

Um resumo perfeito daquilo que somos, da nossa pequenez e grandiosidade, da nossa história e estupidez, do rural e urbano, da cor verde, amarela e azul da interioridade, um pouco da cor do dinheiro.

 

É esta a cidade de Chaves, que está longe de ser a cidade perfeita e bem longe do ser das cidades das luzes e das névoas de fumo. Uma cidade pequena, em tudo provinciana, mas contento-me por ainda ter montanhas azuis, grelos no nabal e verde na veiga, um castelo que ao longe ainda consegue mostrar a nossa história e sobretudo por  ter ainda a limpidez e pureza do ar, que ao longe, ainda me permite ver a cidade que nos viu nascer e que trazemos no coração, porque esta é a nossa cidade.

 

Até amanhã, de novo em Chaves, Trás-os-Montes, Portugal.

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:41
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
3 comentários:
De João Martinho a 5 de Março de 2008 às 19:20
Podemos afirmar que Chaves continua no principio das politicas sociais e no fim delas, podemos também dizer que os políticos já se calam para não dizer asneiras, a pequenez da minha grande terra da nossa grandiosa Cidade de Chaves é pois um esquecimento para todos pois vejo aos domingos um vazio autentico nesta terra, não sei por onde ir, vejo um filme no cinema de Chaves é a única coisa que temos, e pergunto-me eu e o poder autárquico onde está quem manda, quem faz alguma coisa quem tem a pasta da cultura, esta terra a minha terra que no digo com razão com coração e com prevalecia por habito habitei e vou continuar por cá, pois amo a minha terra, digam aos senhores que mandam aquele doutor do barroso que manda por Chaves...
Queremos alguém a mandar que seja da terra que sinta a terra que nos ouça que não se cale que diga enfrente é que é caminho,

"acordem pessoal"

VIVA A DEMOCRACIA

Por Chaves
Com Chaves


De Gonçalo Dias a 6 de Março de 2008 às 00:15
... já estás em campanha política ?
... olha que não sei se em 2009 o PS vai pagar ás claques, Joãozinho !


De Nuno Gomes a 6 de Março de 2008 às 03:40
deixem sair as expressões ousadas deixem sair quem dis as verdades, não deixem cair em esquecimento, pois tu ó Gonçalo és um taxista como tantos outros que ai estão ... que me desculpe o Fernando ó pá tu tens taxo mas não és apologista destes tachos de quais falo aqui, Gonçalo não cuspas pó ar....


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Carregal - Chaves - Portu...

. Um olhar sobre a cidade, ...

. O Factor Humano

. Where’s Wally? ou a força...

. Ocasionais

. Mais um olhar sobre a nos...

. Têm costas e espreitam...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. O Barroso aqui tão perto ...

. A Galiza aqui ao lado - A...

. Capeludos - Chaves - Port...

. Pedra de Toque

. A Galiza aqui ao lado - A...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites