Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

Chaves - As Freiras da esquina do Lopes ao Aurora

4100-bl.jpg

Quem não tem passado, não existe.

Há dias, um visitante do blog deixou estas palavras no comentário a um post aqui publicado: “todo o homem que não se volta para trás no caminho da sua vida para ver suas raízes é um homem perdido”. São palavras sábias que me deixaram a reflectir…

Mas vamos ao post de hoje, ao qual o intróito não poderá ser alheio.

Infelizmente legendo a fotografia com: Chaves – Freiras, pois o tempo do jardim já lá vai. Mas, infelizmente também, já começo a dar a perda do jardim como consumada, uma perda ao qual está ligada muito do passado de Chaves.

Já várias vezes o disse aqui, que as freiras sempre foram um lugar emblemático da cidade, principalmente nas últimas (largas) dezenas de anos ou melhor, desde que o Jardim das Freiras foi construído. Tudo que existia à sua volta, faziam das Freiras o coração da cidade. Os Correios, a Caixa Geral de Depósitos, a GNR, os Bombeiros, o Liceu, a padaria da esquina, o barbeiro Inácio, o pronto a vestir, o café Sport, a esquina do Lopes, a loja das peças e o Aurora. Mas era à noite que as Freiras ganhavam toda a sua grandeza, principalmente de verão.

Mas deixando de parte toda a vida das Freiras, hoje quero mesmo e falar do pormenor, de dois em concreto que são reproduzidos em imagem na foto de hoje: o Aurora e a esquina do Lopes.

O Aurora
Curiosamente o Aurora é o que mais se assemelha às Freiras, acompanhando-as em toda a sua vida, decadência e morte. Embora hoje ainda exista, o Aurora está longe dos seus períodos áureos e de um café de referência na cidade de Chaves. Mas tem o seu passado, um passado rico por onde passaram todas as personagens locais e as que eram visita da cidade. Personagens intelectuais, políticas, das artes, do jornalismo, da cultura, do negócio. Era local de conversa de tertúlia e até de poesia:

“ Assapado de nariz levantado
Erguido o olho no mesmo sentido
Aí vai o que sai
Aí se assenta o que entra
E os que estão, fazem questão de fazer serão

A toalha na mesa tem certa beleza…
Parece que assim o sente a adolescente, contente
Que já é gente naquele ambiente
E as que maneiam o cu nas freiras
E entram lá dentro com tantas peneiras
E o intelectual das águas, bica e jornal…
E o caixadóculos RB? – ah!...
E os que enganados lá vão e saem corados

No aurora não nascem auroras
E é às alumias que servem os dias”

“in Família de Palavras”

A esquina do Lopes

Para quem não sabe, o Lopes era o nome do pronto a vestir que existiu no rés-do-chão da esquina (que curiosamente nunca foi em esquina) entre as Freiras e a Rua de Stº António. Lopes era o apelido do proprietário (que faleceu prematuramente nos anos 70) e que era filho do proprietário da Casa Lopes, outra loja do mesmo género situada na Rua de Stº António.

No entanto a esquina do Lopes ficou conhecida por aí se concentrarem alguns jovens “críticos” da vida das Freiras e da vida flaviense ou como hoje seriam chamados - um grupo da “má-língua” e da provocação. Eram um terror, principalmente para as jovens mais modestas passarem por lá e um desafio às que mais ousadas também por lá passavam em tom de provocação. Havia também quem apelidasse a esquina por “esquina dos tristes”. Fosse como fosse, da esquina do Lopes ninguém saía ileso.

E hoje foi assim, um regresso ao passado recente das freiras dos anos 70 e 80, pois ainda é assim que recordo este cantinho das Freiras.

Amanhã, cá estarei de novo noutra esquina da cidade.

Até amanhã!
´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:52
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
7 comentários:
De qb a 29 de Setembro de 2006 às 09:05
Já agora, diga-se, a tathe de foice que o Sr. Abreu e o Sr. Morgado, também alfaiate, foram os fundadores da ATIQUE


De Salvador Silva a 28 de Setembro de 2006 às 15:04
Caro Humberto, muito obrigado por me recordar o nome do alfaiate. Nobre arte que com o advento do "pronto-a-vestir" caiu em desuso e hoje, por razões óbvias, só é acessível a alguns (poucos)privilegiados.


De humberto serra a 28 de Setembro de 2006 às 13:58
O alfaiate era (é) o senhor João Abreu, que agora ( há mais de 30 anos) tem aquela loja de confecções "Atique", mesmo ao lado do "Sport". Foi "aluno" dos meus pais na "licenciatura" de alfaiataría.


De Salvador Silva a 28 de Setembro de 2006 às 12:47
No 1º andar da Casa Lopes, existia uma alfaiataria, cujo nome não recordo (nem sequer sei se não pertenceria à Casa Lopes) que tinha alguma reputação de qualidade. Durante a minha estadia em Chaves tive oportunidade de lá mandar confeccionar algum vestuário (lembro-me de dois fatos e um casaco).Este comentário nada tem de especial e só pretende ser mais uma achega para o revitalizar da memória colectiva.Quanto ao Aurora, na altura era o "IN" da cidade, mas bom, bom, talvez pela idade de então deste apreciador, eram o caldo verde e o bife do Comercial.Um abraço Amigo.


De J. Pereira a 27 de Setembro de 2006 às 14:28
Estou ligado ao largo da Freiras e ao Aurora, porque o meu primeiro emprego foi nos Correios em princípio dos anos 60. Quanto ao Aurora, ainda há pouco tempo o eng.º Sócrates, na sua visita a Chaves para fazer várias inaugurações e se dirigia para a Biblioteca disse para a comitiva que o acompanhava: -"Vir a Chaves e não tomar um café no Aurora, é como ir a Roma e não ver o Papa". Largou a comitiva e sentou-se na esplanada a tomar o dito café. Há fotografias disso.


De quim barrigas a 27 de Setembro de 2006 às 12:33
Era também costume apelidar os frequentadores da esquina do Lopes, como "A Quinta Coluna"
A vida citadina era ali bem actualizada.
Quanto ás Freiras em si, e após se perder o seu anterior visual, noto que ao menos os edifícios visiveis tendem a mantwer uma única tonalidade.
Valha-nos ao menos isso.


De francisco Rodrigues a 27 de Setembro de 2006 às 08:17
Mais uma grande licção da realidade flaviense dos anos 60 e 70. Parabens. Era eu miúdo e lembro-me muito bem disto tudo e sobretudo dos gajos que se encostavam á esquina.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. De regresso à cidade com ...

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Fornos - Chaves - Portuga...

. O Factor Humano

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Nós, os homens

. ...

. SINCELOS - ESTÓRIAS DE CH...

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Fornelos - Chaves - Portu...

. Chaves, cidade, concelho ...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites