Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Uma rotunda no meio de um cruzamento - Chaves - Portugal

 

.

 

 

Há situações que por mais que as tente compreender não as compreendo e uma delas prende-se precisamente com o local que hoje vos deixo em imagem e com os acidentes que nele acontecem, para além das dores de cabeça que provoca todas as manhãs para quem vem da EN 314 para a cidade.

 

Há mais de vinte anos que passo por este local diariamente e pessoalmente já assisti pelo menos a uma dezena de acidentes ou colisões entre veículos. Mas é sabido por todos que neste local rara é a semana em que não há um ou até mais acidentes, e sempre ma mesma forma, sendo o último, uma cópia do anterior.

 

Na realidade, neste local existe um cruzamento que tem uma rotunda no meio. Para os flavienses que conhecem o local sabem que a estrada de Valpaços tem prioridade sobre a estrada de Carrazedo, o problema, para além da sinalização confusa e até da falta de visibilidade (tudo para quem vem da estrada da Carrazedo) está nas pessoas que não conhecem o local e que quando chegam à rotunda, a entendem como tal, ou seja, que depois de estar dentro dela, entendem que têm prioridade sobre a estrada de Valpaços. Já sei que existe lá um STOP, por sinal com localização que também deixa muito a desejar, pois além de estar misturado com outras placas de trânsito indicativas, está a meu ver alto demais e só é visível já em cima da rotunda, por convém não esquecer que antes da rotunda há uma curva para se poder entrar nela.

 

.

 

.

 

Não tenho dados de quantos acidentes há por ano neste local, pois os únicos dados disponíveis e públicos que existem, só referem os acidentes em que há mortes e feridos graves, mas entre acidentes e sustos de quem por lá passa, pela certa que há umas centenas de situações anuais. Felizmente, a grande maioria resume-se a chapa batida e a danos materiais e feridos ligeiros, embora já houvesse feridos graves. Talvez seja por essa razão que nada se faz por este cruzamento, e só quando houver meia dúzia de mortes, os responsáveis resolvam fazer alguma coisa por este cruzamento. E que não digam que não tinham conhecimento, pois todas as entidades responsáveis têm conhecimento que este cruzamento é perigoso. E quem são essas entidades responsáveis!? – Comecemos pelos presidentes das juntas da Madalena, de Vilar de Nantes e de Samaiões, pois todos têm a sua quota parte de responsabilidade, pelo menos em denunciar a situação deste cruzamento. Depois passamos pela Câmara Municipal, pois tanto quanto sei, a rotunda está na EN 314 que é da responsabilidade da Câmara Municipal, além de ter o dever de denunciar a situação às Estradas de Portugal. Depois passamos para as Estradas de Portugal (Ex- JAE), pois o cruzamento envolve uma Estrada Nacional, aliás a colisão dá-se sempre em plena estrada nacional de Chaves-Valpaços e por último o Governo Civil, pois pelos relatórios policiais também tem conhecimento da perigosidade do local. Mas entre todos há uma entidade que é mais culpada que as outras, e neste caso são as Estradas de Portugal, porque há anos (dezenas) que têm conhecimento da situação, inclusive até têm projecto para o local (e que tão ansiado é por quem passa por ali todos os dias) e que visa além da construção de uma rotunda (a sério) a ligação dessa à Av. Dr. Mário Soares, ou seja, a ligação também a uma rotunda a construir junto à Adega Cooperativa, e nada faz. Penso mesmo que o dinheiro que está a ser tão mal gasto na melhoria da estrada de Chaves a Valpaços, que pouco melhora a ligação, além de não resolver uma ligação que se quer privilegiada entre as duas cidades, seria bem melhor aplicado neste cruzamento e na ligação à Adega Cooperativa. Mas quem sou eu para julgar o que está mal!? Entretanto sou um sério candidato diário a ser contemplado com um carro em cima de mim, vindo daquela roda que não é rotunda. Eu e os milhares de pessoas que por ali passam diariamente, pois este cruzamento é de passagem obrigatória para todos os que vêm de Mirandela, Valpaços, Carrazedo de Montenegro e a grande maioria das freguesias de Chaves, além de ser passagem diária para a segunda freguesia mais populosa do concelho (Vilar de Nantes). Basta ver a bicha automóvel que todas as manhãs se repete para quem tem a infelicidade de ter de utilizar a EN 314.

 

Será que só eu é que vejo isto!? Claro que não e, também todos podemos fazer alguma coisa, ou pelo menos denunciar esta situação.

 

A DECO possui um espaço online para denúncia destes casos, basta seguir o Linck que a seguir vos deixo, denunciar o caso, e a DECO encarregar-se-á do restante, pelo menos em perguntar e pressionar às entidades envolvidas, embora também conste nas suas páginas que as entidades nem sempre lhes ligam ou respondem, entre elas, está a Câmara de Chaves (consta na página online da DECO), e quem sabe se não será mesmo sobre este cruzamento!?

.

 

.

 

Não custa nada, denunciem aqui esta e outras situações onde haja acidentes em Chaves, ou onde esteja em causa a segurança rodoviária, basta seguir este linck: http://www.deco.proteste.pt/automovel/mobilidade/pontos-negros-formulario-de-denuncia-s518671.htm, pois ainda vai sendo um dos poucos aliados que o consumidor tem, ou então, chamar a TVI.

 

 

Entretanto para quem tiver curiosidade também pode ver na página online da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária quais os pontos negros da nossa cidade, onde há acidentes com feridos graves e mortes, onde o atropelamento se destaca das restantes situações. Linck aqui: http://www.ansr.pt/Default.aspx?tabid=103

 

Os dados existem. Poderia ser um bom ponto de partida para estudar quais as causas desses acidentes, principalmente os atropelamentos dentro da cidade e nas passadeiras.

 

E da minha parte por hoje vai sendo tudo, com a consciência de dever cumprido em que denunciar é preciso, enquanto é tempo.

 

Até amanhã, com o coleccionismo de temática flaviense de volta.

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:32
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
7 comentários:
De samaioes a 17 de Julho de 2008 às 11:16
não se trata de uma rotunda, apenas um cruzamento com forma redonda,tem 3 vias e para ser considerada rotunda tinha de ter um sinal de obrigatoriedade para o transito circular em volta do obstaculo, o que claramente não é o que acontece. alem disso nem sequer esta no meio da estrada como acontece habitualmente com as rotundas. será sempre melhor informar-se sobre o código da estrada antes de fazer estes posts.


De Fer.Ribeiro a 17 de Julho de 2008 às 17:43
Não tenho por hábito responder a anónimos, pois parto do princípio que se eu dou a cara e assino os meus posts, quem os contesta, deveria fazer o mesmo. Mas neste caso uma resposta é pertinente.

Meu caro anónimo (Samaiões) não preciso de me informar para saber o que é uma rotunda, pois já há muito tempo que o sei, no entanto, e como a sua definição também não está correcta, deixo aqui para todos a definição de rotunda, de acordo com o Código da Estrada:



CÓDIGO DA ESTRADA
TÍTULO I
Disposições gerais
CAPÍTULO I
Princípios gerais
Artigo 1.º
Definições legais
Alínea s) – Rotunda: praça formada por cruzamento ou entroncamento, onde o trânsito se processa em sentido giratório e sinalizada como tal.

Mas nem por isso devemos seguir a definição à risca, pois a poucas centenas de metros da tal rotunda que não é rotunda (chamemos-lhe roda, ou bolacha, ou redondo, ou bola), existe uma “rotunda” devidamente sinalizada como tal, e que não se enquadra na definição, pois não tem qualquer cruzamento ou entroncamento, nem sequer um carreirito que seja e, até já foi objecto de “gozo” ou “troça” (por isso mesmo) numa crónica de Pacheco Pereira, mas nem por isso, por não cumprir ou não se enquadrar na definição de rotunda, deixa de o ser e no caso particular até tem razão de existir. Refiro-me à rotunda que existe a meio da Av. D.João I, vulgarmente conhecida por recta do Raio X e que embora não sirva um cruzamento ou entroncamento, tem a sua função.

Mas voltemos à roda no meio de um cruzamento, que não é rotunda apenas por falta de sinalização, pois na realidade, à excepção do trânsito que circula na estrada Chaves-Valpaços (EN 213) e nesse sentido, todos contornam a “roda” e tem o tal cruzamento, como se de uma rotunda se tratasse (em definição).

No entanto o que interessa mesmo não é a definição de rotunda ou saber se é uma roda, uma bolacha ou um redondo, o que interesse mesmo é o problema que lá existe e que tantos acidentes provoca, nos quais essa tal roda é um dos intervenientes provocador, quer pela sua localização, má sinalização e principalmente porque a elevação do jardim e o tronco da árvore tapam a visibilidade para quem vindo do Campo da Roda se dirija à cidade. Um verdadeiro obstáculo, nisso o anónimo Samaiões tem razão ao dizer que falta lá o sinal ao obstáculo, mas para que não haja dúvidas fica também a definição de obstáculo: tudo que se opõe, impede ou faz parar; estorvo; oposição; dificuldade; impedimento; barreira; resistência que se opõe a uma força. De entre todas fico com o “estorvo” daquela “roda”.


De accteixeira a 17 de Julho de 2008 às 11:28
Por muito sem jeito que seja esta rotunda "enfiada" ao acaso num cruzamento... eu sempre gostei dela... é daquelas coisas que se gosta e pronto...
Embora Eirense de gema, a minha mae nasceu e viveu no Campo da Roda e nos anos 80 ainda iamos muitas vezes para lá a pé desde as Eiras e cheguei mesmo a parar nesta rotunda para me servir de fundo para uma fotografia de infância...
Contudo, não posso deixar de concordar que não tem ali grande sentido...


De JOSE ANTONIO FERREIRA VITORINO DOS SANTO a 12 de Agosto de 2008 às 00:20
cara senhora
nos anos 80 vivia ai a rapariga que foi o meu primeiro e unico amor verdadeiro.chama-se Filomena de Fatima Pereira Alves (MENA)irma de Edgar Pereira Alves(DINO).tinam chegado de africa do pos guerra.Lembro-me de seus olhos azuis e cabelos loiros.Perdemos contacto 4 anos depois,tinha ela entao 14 anos.eu costumava escrever-lhe para a seguinte morada:Filomena de Fatima Pereira Alves campo da roda 5400 chaves.Hoje tenho 40 anos sou separado embora mantenha o estado civil de solteiro.
querida senhora se e tao amavel pode-me localizar esta mulher?
me encantaria rever-la e tambem contactar com seu irmao.eu vivo em madrid sou o ze de lisboa conforme me conhecera.
meu conacto e:0034616709959(deixe mensagem e eu contactarei)ou lisboamadrid@hotmail.com
se era entao uma jovem nos anos 80 devera conhecer-la ai de campo da roda.
aguardo um seu contacto para exclarecer-me de como encontrar-la.a minha pesquisa en internet levou-me ate si,espero que com frutos.MUITO OBRIGADO


De accteixeira a 12 de Agosto de 2008 às 19:33
lamento.. não era jovem nos anos 80, era mesmo uma criança... não conheço tal senhora...


De CASARES José a 17 de Julho de 2008 às 20:37
Olà Caro F. Ribeiro,

Aqui vem outra vez uma nova manifestaçao minha deste emigrante parisiense e de Nogueira da Montanha da nossa terra natal.

Entao isto é: esse cruzamento é lamentavel !!!
A sinalisaçao é redicula, nao hà quase nada para avisar que é um stop !!!!!!!!!!!!!
Até a linha no chao tà quaze sempre safada.

Era importante fazer algo para esta "nao rotunda" e meter se calhar um semàfro !!!

Toca-me muito este assunto, pois tenho um primo e o seu colega que tiveram um grave acidente à 8-10 anos nesse sitio !!!!

Abraços.


De meditador a 22 de Julho de 2008 às 11:40
Por falar em casos que merecem ser denunciados, há um aspecto nas pessoas cá residentes. Têm o hábito de se queixar em surdina mas não são capazes de se erguer e fazer ouvir a sua voz. Aqui em Chaves não faltam exemplos tristes do "autismo" da nossa Câmara, desde o abatimento de árvores à falta de espaços verdes, passando por uma total falta de "consideração" pelas pessoas que cá vivem levando-as a fugir de cá por falta de estruturas e emprego.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14


24
26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. O Barroso aqui tão perto ...

. Quem conta um ponto

. Condeixa (Quinta), Casa A...

. Pedra de Toque

. Cidade de Chaves - Um olh...

. Crónicas estrambólicas

. Flavienses por outras ter...

. Cidade de Chaves - Um olh...

. Chaves D'Aurora

. Cidade de Chaves e a Nª S...

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Pecados e Picardias

. Cimo de Vila da Castanhei...

. O factor Humano

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites