Domingo, 17 de Setembro de 2006

Chaves Rural - Freguesia de Nogueira da Montanha

nog-geral.jpg

O post de hoje é assim como um 3 em 1.

Primeiro porque trago aqui mais uma freguesia, a de Nogueira da Montanha. Segundo porque cumpro uma promessa antiga e terceiro, porque embora a freguesia seja a de Nogueira da Montanha, o post não é dedicado a nenhuma das suas aldeias, mas sim à freguesia e toda a sua gente.

Desde já agradeço a disponibilidade do Presidente da Junta o “Ti Zé” Chaves por me ter acompanhado na descoberta das suas aldeias e das suas gentes, simpáticas e hospitaleiras, que a aceitarmos os “copos” e o presunto que nos foram oferecendo durante a tarde, a esta hora pela certa que estávamos em coma alcoólica no hospital da terra.

Nogueira da Montanha é uma das freguesias maiores do concelho, quer em território, quer em número de aldeias: Nogueira, Alanhosa, Amoinha Velha, Capeludos, Carvela, G(o)undar, Maços, Sandamil, Santa Marinha, Santiago e Sobrado. A povoação mais próxima de Chaves é Maços a 12 Km e a mais distante é Amoinha Velha a 18 Km. Todas elas se desenvolvem no planalto do Brunheiro, em terra de boa batata e castanha, com Verões quentes e secos e Invernos rigorosos, com muito frio, gelo, neve e às vezes, recebem ainda a visita de todo o nevoeiro do vale de Chaves, quando este, como que cansado de estar no vale, sobe o Brunheiro e se instala sobre a freguesia.

Embora seja uma freguesia grande em território e em número de aldeias, já o mesmo não se pode dizer em população. A freguesia sofre do mesmo mal das freguesias rurais de montanha conservado apenas 693 indivíduos de população residente, sendo a sua maioria população envelhecida. Os poucos jovens que ainda resistem, dedicam-se à agricultura (batata e castanha) à pecuária e meia dúzia a outras actividades, incluindo os que se deslocam para a cidade para trabalhar. Terra de muitos emigrantes que quando regressam de vez se instalam na cidade.

Metade do território da freguesia faz fronteira com o concelho de Valpaços, a outra metade com as freguesias de Moreiras, S.Pedro de Agostém, Samaiões, Vilar de Nantes, Cela e S.Julião de Montenegro.

O Acesso à freguesia (a partir de Chaves) é feito pela E.N. 314 ou/e para quem prefere o todo-o-terreno poderá aceder à freguesia pelos sinuosos caminhos do Brunheiro.

E como o post de hoje é dedicado à freguesia, fica prometido que cada uma das suas 11 aldeias terá aqui o seu devido post.

E finalmente, para completar o 3 em 1, aqui fica o cumprir de uma promessa, com direito à ilustração de hoje. A promessa que já vem de há longos meses atrás e foi feita a um visitante deste blog e emigrante de 2ª geração, o José Casares. O prometido é devido e aqui fica o simpático pastor, o Sr. José Coelho, infelizmente sem as respectivas ovelhas, pois os anos já não perdoam e a saúde já não recomenda a arte de conduzir ovelhas por boas pastagens. Assim, “roubamos” as ovelhas a outras pastagens para que este post ficasse completo, e para que seja genuíno, as ovelhas são da freguesia.

Até já, pois hoje antes de descer à cidade, ainda vai ser tempo de comemorar e agradecer
´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:36
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
17 comentários:
De candido a 18 de Novembro de 2006 às 15:04
ola toda a gente de nogueira


De elisabeth a 25 de Setembro de 2006 às 19:20
oh e o tio zé que fixe representa bem a nossa aldeia
VIVA O NOSSO TIO Zé e as suas ovelhas


De coelho a 25 de Setembro de 2006 às 14:13
esta foto do meu tio "pastor" me faz un grande prazer , de facto é un homen como hoje a poucos !
obrigado sr.Ribeiro


De francisco a 17 de Setembro de 2006 às 23:34
ola seu o francisco tambem de nogueira da montanha imigrante em frança obrigado por ter ilustrado tao bem a nossa aldeia. Um abraço ao zé coelho ...


De TONY a 17 de Setembro de 2006 às 19:27
OLA EU CHAMO ME TONY SOU IMIGRANTE NA FRANCA KERIA LHE AGRADECER POR TER FALADO EM NOGUEIRA DA MONTANHA E NO MEU PAI O PASTOR JOSE COELHO A PEDIDO DO MEU SOBRINHO JOSE CASARES XAU ATE A PROXIMA


De CASARES Jos a 17 de Setembro de 2006 às 10:23
MUITO OBRIGADO !!!!!!!!!!!!!!!!

UM GRANDE ABRAço POR ESTE FEITO QUE ME VAI DIRECTAMENTE AO CORACAO !!!

QUE ALEGRIA VOCE ME FAS POR ESTE BLOG.

VER O MEU AVÔ, NA INTERNET é UMA ALEGRIA.

A GENTE TERA QUE SE VER....

UM IMMENSO ABRAçO !!!!



De Manuel a 21 de Setembro de 2008 às 13:47
É bom ver que há pessoas que são felizes nas suas terras de origem.
Sou uma estrangeira no meu próprio país e sempre que me desloco à minha querida freguesia de Nogueira da Montanha, com os meus olhos, abraço toda a sua beleza. Recordações, boas e menos boas, dão-me força, regenerando-me, e ... levando-me a decidir que quero morrer nesse espaço tão difícil e tão forte.

Um grande abraço a todos os que amam a sua terra, vindo-lhes aos olhos lágrimas de saudade, sempre que alguém a ela se referem.

UM ABRAÇO.

MFMP


De Márcia Pires a 27 de Outubro de 2008 às 23:43
Olá, Meu nome é Márcia Pires, eu moro no Brasil no Rio de Janeiro. Meu avô materno morava na aldeia de Carvela na Freguesia de Nogueira da Montanha. Ele faleceu já faz algum tempo e, desde então perdemos contacto com os nossos familiares. Eu gostaria de saber se alguém conhece os meus parentes. O meu avô se chamava Inocêncio Pires filho de Candido e Ana Tereza Pires. Ele tinha vários irmãos; um deles era Candido Pires, que pelo que eu soube, trabalhou junto ao governo de Salazar.
Vocês poderiam me ajudar a contactar um dos meus familiares.
Eu já estive duas vezes em Portugal mais não tive a oportunidade de encontra-los.
Agradeço muitissimo a atenção de todos.
Um abraço,

Márcia Pires


De bruno morais a 27 de Janeiro de 2010 às 18:49
Ola sou de chaves , natural de uma aldeia que fica a 2 km de carvela, sim conheço a familia pires


De Lia Costa a 13 de Fevereiro de 2011 às 08:59
Olá Márcia,

Espero que leias este comentário e entres contacto. Também tenho familiares com descendência na aldeia de carvela e alguns de meus familiares moram aí no Rio de Janeiro. Se puderes contacta-me, para trocarmos impressões.

Fica bem,
Lia Costa


De Marcia Pires a 11 de Setembro de 2011 às 21:49
Olá Lia,

Tudo bem?
Só agora eu li o seu comentário no blog. Fiquei cheia de esperanças de vc conhecer alguém da minha família. Pois pelo o que eu vi na internet a Aldeia de Carvela tem poucos habitantes.
As informações que eu tenho da minha família, são bem poucas, uma vez que o meu avô já faleceu a muitos anos. O meu avô Inocencio Pires) e seu irmão (Alfredo Augusto Pires) saíram de Carvela para o Rio de Janeiro há mais de 70 anos. Eles deixaram na Aldeia a minha bisavó (Ana Teresa Pires) e mais dois filho. Um deles tinha perdido a visão e o outro estava estudando para ser padre. O que estava estudando, abandonou a batina e uma vez veio a trabalho aqui no Brasil.
Quando o meu avô faleceu nos perdemos o contacto com todos eles. Hoje eu e minha mãe gostaríamos muito de retomar o contacto com alguém de nossa família. Tomará que vc possa nos ajudar. De agora em diante estarei sempre olhando o blog.
Agradeço muito a sua ajuda.
Um grande abraço,

Márcia Pires


De Lia Costa a 12 de Setembro de 2011 às 14:29
Olá Márcia,

Que bom que respondeste. Infelizmente todos as aldeias daquela região, e não só, têm poucos habitantes, e 99% são idosos. Os meus familiares de Carvela também foram para o Brasil e também já faleceram, mas temos ainda uma hipótese de eu poder te ajudar. Tenho tios, primos e inclusive os meus avós eram de uma aldeia bem próxima de Carvela , Aldeia Amoinha Velha, estive lá em Agosto de férias com esses meus parentes, posso tentar investigar e saber se ainda tens parentes naquela aldeia. Márcia vai ser um pouco complicado, pois como te disse as aldeias só têm idosos, e por isso torna-se difícil a aproximação a eles, uma vez que eles temem pelas suas seguranças, de qualquer forma vou tentar, vou deixar-te o meu email para podermos falar mais sobre o assunto. lyacosta30@hotmail.com , é provável que volte a Chaves, Amoinha velha, em Outubro, ainda não tenho data marcada , mas te aviso e então assim vou fazer as investigações necessárias para que possas encontrar tua família.

Um grande abraço, e fé em Deus, pois as coisa não acontecem por acaso.

Lia Costa


De Norberto do Nascimento Rodrigues a 31 de Julho de 2013 às 12:00
Seu tio Lúcio, é falecido
Seu tio Cândido, faleceu por volta de 1977
Seu tio, Júlio Pires, é vivo , mora em Carvela e é notório por suas habilidades , sendo ele cego.
Tambem moro no Rio de Janeiro
Espero que esteja bem e de saúde ,
Abraço
Norberto


De Marcia Pires a 31 de Julho de 2013 às 17:54
Sr. Norberto,

Sr. Noberto,

Antes de tudo agradeço a sua atenção para comigo. Gostaria muito de saber mais detalhes sobre a minha família de Carvela. O senhor é de lá, ou só costuma passar as férias em Portugal? Teria como o senhor conseguir para mim, um contato com alguém da minha família? Eu imagino que o meu Tio esteja com bastante idade. Eu gostaria muito de retomar o contato com a minha família, se o senhor puder me atender eu vou lhe agradecer muito.

Um abraço,

Márcia Pires


De Norberto a 2 de Agosto de 2013 às 12:32
Dona márcia
Sou natural de Carvela, meus pais ainda moram lá
Seu tio Júlio tambem faleceu há aprocimadamente um ano
Tens apenas primos.
Quando lá for, te passarei algo mais.
Abraço
Norberto


De Patrícia Gomes a 16 de Fevereiro de 2016 às 21:56
Olá... Eu sou de Carvela e quando vi o seu comentário pedi informações sobre a sua família aos meu avós e eles dizem que o seu avô Inocêncio Pires era primo direito da minha bisavó Candida Rodrigues...e ao que parwce ainda tem alguns primos aqui em Carvela...espero poder ajudar mais...


De Paulo Pires a 2 de Agosto de 2017 às 20:00
Olá, Márcia
Somos primos em segundo grau ( sou filho de Cândido Pires). Como posso contactar-te?


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. O Barroso aqui tão perto ...

. Castelo - Chaves - Portug...

. O Factor Humano

. Rua do Correio Velho - Ch...

. Centro Histórico de Chave...

. Ocasionais

. Mar flaviense...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. Pecados e Picardias

. O Barroso aqui tão perto ...

. Casas de Monforte - Chave...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites