12 anos
Sábado, 2 de Setembro de 2006

Chaves Rural - Castelões

forno-bl.jpg

Ainda há dias referia aqui, que na montanha, dizem que para lá do rio (estando nós na margem esquerda – do lado da Madalena), são todos barrosões. Sem qualquer ofensa para os que vivem do lado de lá do rio, pois sou um orgulhoso flaviense que tem uma costela barrosã, da qual me orgulho também.

Mas se para lá do rio são todos barrosões, Castelões é uma dessas aldeias que dá força ao ditado, quer pela sua localização, pela sua altitude, pelo rigor dos Invernos e até por usos e costumes do barroso, tendo como melhor exemplo, o forno comunitário.

Pois na foto de hoje podemos ver precisamente o forno comunitário (construção de fundo na foto).

Um forno que está considerado pelo IPA como monumento. A sua construção remonta ao Sec. XVIII, acreditando-se ser o ano de 1755 o da sua construção, pelo menos é a data que está inscrita numa pedra colocada na fachada posterior do forno, existindo ainda outra data inscrita, a de 1883, assinalando possivelmente uma posterior beneficiação do forno.

Como forno comunitário, foi usado pelo povo da aldeia, durante mais de 200 anos, para cozer pão ou fazer assados, e pelo que consta, só há cerca de 15 anos (1990) é que deixou de ser utilizado pelo povo de Castelões.

Hoje, pela sua antiguidade e pelo serviço que prestou ao povo, é orgulho da população de Castelões, que mantém as suas portas abertas para delícia dos visitantes e também dos seus residentes, pois os bancos colocados sob o alpendre do forno, servem de assento, à sombra, fazendo do local, um local de convívio e sala de estar da população de Castelões.

Mas em Castelões há muito mais. Além da sua gente, que pela certa merecia um post, há ainda a realçar a Igreja Matriz (Sec. XVII) e o Cruzeiro do Senhor da Piedade (construído em 1879) que curiosamente assume o nome do Padroeiro de Montalegre e cujas características se assemelham aos cruzeiros galegos com figuras esculpidas nas duas faces da cruz, o único que conheço com estas características no concelho (curiosidades).

Quer a Igreja Matriz, quer o Cruzeiro, estão referenciados como monumentos pelo IPA.

Mas além dos monumentos, há ainda a considerar a riqueza em arquitectura típica das aldeias transmontanas, onde o granito à vista envelhecido pelo tempo é rei e senhor.

Castelões pertence à freguesia de Calvão e fica a 15 quilómetros de Chaves e, escusado será dizer, faz fronteira com terras de Barroso e os concelhos barrosões de Boticas e Montalegre (qual deles o mais barrosão).

E este post é dedicado às gentes de Castelões, residentes e principalmente aos ausentes, e em especial ao José Gonçalves, amigo e comentador deste blog, que desde a “América” vem beber a este blog para matar saudades. Um abraço flaviense, hoje desde a "terrinha" - Castelões.

E por hoje é tudo. Amanhã estarei noutra aldeia, na montanha ou planalto do concelho de Chaves. Quanto a Castelões, com certeza que tornará a passar por aqui. Pois, pelo menos, a sua igreja e o cruzeiro, merecem um post.

Até amanhã!
´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:22
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
2 comentários:
De afonso cunha a 12 de Setembro de 2006 às 11:28
Depois das minhas habituais e indispensáveis férias na "minha terra", eis-me de volta à leitura diária do Chaves II.
Com as dicas do Blog, aproveitei o facto de estar por aí com uns familiares residentes na Argentina e fui à descoberta dos temas relatados e o resultado foi fantástico, pois para a Argentina foi a melhor das publicidades para a nossa Cidade e aldeias.
E neste regresso à leitura, nada melhor para o meu ego, do que ver a minha aldeia reportada de forma muito esclarecadora para quem a não conhece. Naturalmente que Castelões e as suas gentes tem mais para dar e mostrar, mas por esta amostra, estamos naturalmente orgulhosos, ficando-lhe profundamente agradecidos.
Um bem haja e até ao próximo comentário.


De Jose Goncalves a 2 de Setembro de 2006 às 18:08
Aaaaaaahhhhhhh, terrinha linda. O meu muito obrigado pela foto e dedicacao do eterno forno do qual me lembra em tempos de crianca de trabalhar de dia e noite sempre sem parar. De facto ainda hoje eh um centro aonde pessoas se congregam especialmente ha noite e aos Domingos depois da missa. Quanto ha data de construccao esta correcta "1755" a razao da segunda data "1883" deve-se ao facto de o alpendre ter sido construido apos a construccao do forno portanto nessa segunda data, alias nao ha muito tempo sofreu uma obra de beneficiacao que na foto eh possivel apreciar basta olhar para o pilar e nota-se que a parte de cima eh recente, assim como os bancos e o chao em granito debaixo do alpendre. Existam ainda mais areas de interese para alem das referidas como o santuario da Senhora do Engaranho e dois castros ainda nao explorados (espero que depois das excavacoes no largo do Arrablade os estudantes voluntarios venham ali descobrir o que de interessante existe) O Outeiro dos Mouros e o Outeiro do Facho. Para alem destes sitios ainda existem mais dois nichos que remontam aos meados do sec XVIII um chamado Santa Barbara situado na saida Norte da aldeia e o outro o Senhor da Cruz situado na saida Sul. Eh um facto que somos quase barrosoes ja que como disse e bem estamos banhados pelo barroso a Norte pela aldeia de Mexide (Montalegre) e Oeste pela aldeia de Ardaos (Boticas) a mais barrosa das duas eh sem duvida Meixide. Ja agora e a titulo de curiosidade ainda a Norte esta a aldeia de Soutlinho da Raia (Chaves), a Este Couto de Ervededo (Chaves) e a Sul Calvao(Chaves) e Seara Velha (Chaves) sao as restantes aldeias que fazem fronteira com Casteloes. O Cruzeiro e a Igreja sao de facto dois monumentos bem interesantes nao fossem ambos centenarios. O cruzeiro nao ha muito tempo estava em foto localizado no site da CMC, mas por qualquer razao foi retirado da galeria fotografica. O meu muito Obrigado mais uma vez pela dedicatoria de hoje e por favor continue o seu belo trabalho para nos andarmos sempre muito, muito bebados. Ate Amanha.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15


25
26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Calvão, Chaves, Portugal

. Freiras - Versão 3

. Discursos Sobre a Cidade

. Coisas do meu baú - A man...

. Flavienses por outras ter...

. Novidades...

. Cartas a Madame de Bovery

. Imagens frescas para dias...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Bustelo - Chaves - Portug...

. Ilumina-me, poesia de Ant...

. O Factor Humano

. Coisas primeiras

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites