Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

Chaves e o velho "texas"

4185-bl.jpg

Hoje, ou melhor ontem, a minha obrigação de pai levou-me até a antiga estação dos comboios (agora Centro Cultural). No espera e não espera pelo meu puto, vieram-me as velhas recordações guardadas na memória do velho Texas, recordações do tempo em que invariavelmente apanhava aquele velho Texas, sempre pela manhã (que a viagem era sempre longa) de Chaves até Vidago ou até Vila Pouca de Aguiar (Parada do Corgo), até Vila Real ou até à Régua. Foram 19 anos a andar de Texas.

Aquilo que outrora era uma “chatisse” (à francesa soa melhor), hoje são memórias de boas recordações. Apanhava o Texas para tudo. Era para ir até à terra do meu pai (Parada do Corgo), para ir até às piscinas de Vidago, para ir para a tropa (com ¼ de bilhete) e até, quando me deslocava ao Porto ou a Lisboa.

Desde que nasci e até que a linha do Corgo fechou, era o meu meio de transporte preferido para sair de Chaves e, contabilizado em tempo contínuo o tempo que passei no velho Texas, eu diria que passei largos meses em viagens de Texas, pois imagine-se que de Chaves a Vila Pouca de Aguiar (trinta e poucos quilómetros), o velho Texas demorava cerca de 2 horas, ou seja uma média de 15 km/h.

Pois hoje, enquanto esperava pelo meu puto, e aproveitando a sorte de ser Quinta-Feira (único dia em que o museu do comboio abre as suas portas) resolvi ousar ir até lá dar uma vista de olhos. Foi a primeira vez que lá fui e se demorei tanto tempo em ir lá, deve-se ao simples facto de não gostar de ver em “arquivo” coisas de que tanto gosto ou gostei. É assim como aquele sentimento de não gostar de ir a funerais ou a cemitérios onde estão os nossos entes queridos. Sei que a comparação é um bocadinho tétrica, mas acreditem que é sentida. O velho Texas, o Jardim das Freiras, a vida dos antigos cafés, são assim como um amigo que se perdeu para sempre.

Mas não há mal que o tempo não cure e, ontem, quando entrei no museu do comboio, ao ver as três locomotivas, a carruagem dos correios e a moto 4x2 (4 rodas sobre 2 carris), regressei aos bons momentos do passado, mesmo até à infância, mesmo até quando esperava o comboio no apeadeiro de Parada do Corgo em direcção a Chaves, com os meus 4 ou 5 anos de idade (que a memória me permite recordar) em que o comboio era um monstro de ferro a vomitar “lume” e fumo por todos os lados. Então além do medo olhava-o com respeito.

Hoje os sentimentos são mais confusos, principalmente por não compreender (por mais que tente) como foi possível perdemos o comboio, principalmente uma ligação turística, que até podia ser uma ligação museu de via estreita entre Chaves e Vidago (para não ir mais além), e sem mais comentários,

Até amanhã!

PS – Se gosta de comboios e do velho Texas, não perca uma visita ao seu museu em Chaves (só às Quintas-feiras) – Ontem fiquei rendido!
´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:23
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
5 comentários:
De anabela Cotas a 21 de Julho de 2006 às 19:36
Que Giro. mas nunca fui a ese museo mas chego a Chaves no 06 agosto e tenho muitos ideas de visitas :) Obrigada pelas fotos de Chaves.
Anabela de Paris.


De francisco Rodrigues a 21 de Julho de 2006 às 11:05
Havia zonas no marão em que dava tempo ir á fruta e apanhar o comboio mais acima ou mais abaixo.

Que lindo era viajar neste comboio.

É mesmo verdade que foi mais um amigo que se perdeu, condenado por gente sem coraçao


De anita a 21 de Julho de 2006 às 01:40
obrigada desde já pela sensibilidade e vejo que é um amante desta cidade. Mas acredite que sem um parque de estacionamento no centro da cidade a rua de sto antonio não pode ser pedonal, acredite que o comerciode rua sem transito perde cerca de 30% de facturação. infelizmente as pessoas gostam de estacionar para ir rapidinho aqui e ali, comprar uma coisita ou outra ... especialmente nos dias de chuva... eu sou comerciante e sei quando por qualquer razao fecham a rua ao transito as vendas caiem em 30 %. é a realidade do país... comodismo! até amanha


De francisco da cunha ribeiro a 23 de Março de 2009 às 15:26
Olá primo FERNANDO!
Ter memória é ser homem. E tu é-lo com H dos grandes.
PARADA DO CORGO está hoje mais perto de TI. Vem daí visitar -nos!
E reviver o passado...


De Fer.Ribeiro a 24 de Março de 2009 às 01:09
Ói caro primo

Manda-me o teu contacto mail para proart@net.sapo.pt

Abraço


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. O Barroso aqui tão perto ...

. Castelo - Chaves - Portug...

. O Factor Humano

. Rua do Correio Velho - Ch...

. Centro Histórico de Chave...

. Ocasionais

. Mar flaviense...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. Pecados e Picardias

. O Barroso aqui tão perto ...

. Casas de Monforte - Chave...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites