Sábado, 29 de Abril de 2006

Concelho de Chaves - Vilarinho das Paranheiras

Paranheiras.jpg

E porque hoje é Sábado, vamos por esse concelho fora. A 18 Km de Chaves e a 3 de Vidago fica a freguesia e povoação de Vilarinho das Paranheiras.

Vilarinho das Paranheiras faz fronteira com Arcossó (Rio Tâmega), Anelhe (Rio Tâmega), Vilela do Tâmega, Vilas Boas, Selhariz e Vidago. Segundo o Censos 2001, tem 220 habitantes residentes e 134 Alojamentos. No entanto é uma freguesia em crescimento, pois nos últimos anos tem-se verificado na sua periferia o aparecimento de muita construção de habitação nova.

Conheço desde miúdo esta aldeia, de passagem, mas com paragem obrigatória, quer quando a deslocação era de comboio, quer quando era de autocarro. Era uma aldeia onde havia sempre gente, muita gente na rua. Ainda hoje há gente e crianças na rua. Uma prova disso mesmo, é a foto de hoje e das três crianças que fizeram questão de ser fotografadas, e já se sabe que onde há crianças há vida e alegria nas ruas.

Com a rectificação da EN 2 a aldeia perdeu as vistas de nascente, mas soube, aos poucos, virar-se para poente. Quanto ao comboio, perdeu-se também a vida da estação, um belíssimo edifício, como aliás quase todas as estações, que embora esteja fechada há 16 anos, continua ainda a mostrar a sua beleza, mas degradada.

É uma aldeia que merece uma visita, com um núcleo interessante, mais ou menos preservado e com muitos pormenores construtivos interessantes.

Hoje, porque pela certa Vilarinho das Paranheiras estará de novo no blog, deixo-vos com a foto do pelourinho e deste pequeno largo.

Para finalizar, e para quem aprecia, é uma terra de bom e apreciado vinho.
´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:57
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
8 comentários:
De francisco Rodrigues a 2 de Maio de 2006 às 15:34
Ó Quim olha que o Beto mostra que tem bom gosto.


De humberto serra a 2 de Maio de 2006 às 13:22
Ó Quim- Sou fã de vinhos alentejanos mas não sou fundamentalista, não me falem é de vinho verde (tinto então, nem vê-lo!!).


De quim barrigas a 2 de Maio de 2006 às 11:46
Também conheço bem esta terra e suas gentes.Mas o meu comentário vai dirigido ao Beto Serra(apreciador de vinhos alentejanos que também são bons) pois há dias, em amena cavaqueira e petisqueira, depois de já não nos encontrarmos há 30 anos, falei-lhe dos vinhos desta zona.
Tás a ver, não sou só eu a apreciar os bons vinhos desta terra.


De francisco Rodrigues a 2 de Maio de 2006 às 08:30
Esta é uma das aldeias que marca a minha meninice. Lembro-me de, com a minha avó e a minha mãe, apanhar o comboio para ir passar lá uns dias. Parecia que a viagem era muito grande mas, afinal fica a 18 km de Chaves. Lembro-me como se fosse hoje que, nos dias de festa era junto deste cruzeiro que se faziam os bailes ao som de um altifalente que estava junto a uma taberna.


De Bravo a 30 de Abril de 2006 às 19:05
Caríssimos
Para quem se interessa pelos cruzeiros e outros monumentos religiosos da região, aconselho a consulta (ou compra) do livro "Sinais de Cristandade" da autoria de Firmino Aires e edição do Grupo Cultural Aquae Flaviae, R. Direita n.º 41 em Chaves. A sede deste Grupo encontra-se aberta de 2.ª a 6.ª(não feriados ou dias santos), das 15 às 17 horas.É uma obra de grande valor histórico.


De J. Pereira a 30 de Abril de 2006 às 16:14
Cruzeiros e Pelourinhos é um assunto que seduz. No concelho de Chaves só conheço o pelourinho de Chaves e alguns cruzeiros sem grande significado arquitectónico. Também porque cada vez são mais raras as minhas idas a Chaves. Vou-lhe pedir para fazer gravuras dos que conhece ou venha a conhecer e mostre-as neste espaço, para nosso bem. Obrigado e um abraço flaviense.


De Fer.Ribeiro a 29 de Abril de 2006 às 13:45
Caro J.Pereira, eu é que tenho de pedir desculpas por andar a chamar nomes ao cruzeiro. Obrigado pelo alerta. Um abraço flaviense para sí.


De J. Pereira a 29 de Abril de 2006 às 09:28
Caro Fernando Ribeiro, peço desculpa pela intervenção que vou fazer, mas devo dizer que não é um pelourinho, mas sim um cruzeiro, muito bonito por sinal e de traços tipicamente galegos. Quanto ao bom vinho concordo plenamente consigo, todas as encostas do Tâmega dão boa pomada.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Nós, os homens

. Feira dos Santos - Um peq...

. Feira dos Santos - Um peq...

. Chaves D'Aurora

. De regresso à cidade com ...

. O Barroso aqui tão perto ...

. Quem conta um ponto...

. Curral de Vacas - Chaves ...

. Feira dos Santos - Um peq...

. Feira dos Santos - Um peq...

. Vivências

. Feira dos Santos - Um peq...

. Feira dos Santos - Um peq...

. Nós, os homens

. Feira dos Santos - Um peq...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites