Domingo, 23 de Abril de 2006

Chaves Rural - Vila Frade

vila Frade.jpg

Começo por pedir desculpas por um ou outro lapso que de vez em quando se cometem neste blog. Como sabem este blog é um projecto pessoal, sem qualquer apoio ou assessoramento. Tudo que aqui se publica, é da minha inteira responsabilidade. Claro que não sou detentor de toda a verdade nem de todo o conhecimento. Sou um cidadão (flaviense) comum. O que aqui publico e o que aqui escrevo, é à minha maneira. À maneira pessoal de ver as coisas. Dá algum trabalho diário quer na recolha de fotografias quer nas recolha de informação e dá também alguma preocupação, mas faço-o por gosto de flaviense que sou, a pensar na cidade de Chaves e no seu concelho e, sobretudo a pensar em todos os flavienses e amigos de Chaves, principalmente os ausentes. Eu sei o que é estar ausente e o que a nossa terra significa. Pelas razões atrás apontadas peço desculpas pelos lapsos às vezes cometidos e agradeço, sinceramente, que usem os comentários para me corrigirem sempre que a informação aqui depositada não esteja correcta.

Tudo isto vem a respeito da foto que hoje publico e que ontem a legendei como sendo de Lamadarcos e, ainda, da banda de Outeiro Seco, que num post anterior esqueci de referir, por ignorância minha.

Pois apresentadas as devidas desculpas e apresentados os devidos esclarecimentos, vamos então para a foto e o texto de hoje.

Sempre que chego a um lugar, povoação, aldeia ou sítio, tento registar através da objectiva qualquer coisa que perdure para todo o sempre. Se houver qualquer coisa fora do comum, seja pela razão que for, eu tento registar. Vila Frade, a nossa aldeia à qual hoje dedico o post, já a conheço há mais de 20 anos. Sempre achei o largo de entrada muito bonito e interessante, principalmente de verão, contudo nunca consegui uma fotografia que conseguisse transmitir o espírito de todo o largo e todo o seu interesse. Na última deslocação à aldeia, fui propositadamente à procura de um click e, acabado de chegar, disfarçada por detrás da aldeia, descobri esta curiosa construção. Confesso que em mais de vinte anos que visito a aldeia, foi a primeira vez que a vi. E afinal do que se trata!? De aspecto monarca, não é pela certa habitação, arrumação ou armazém. Que me conste não é castelo de Rei ou Rainha. Uma torre de vigia, talvez. Mas vigia de que?

Mais uma vez tive que recorrer a quem sabe e desta vez a uma filha da terra. Diz-me ela, que a curiosa construção (afinal) é um pombal.

Sobre Vila Frade podemos dizer que fica a 13 Km de Chaves, pertence a freguesia fronteiriça de Lamadarcos (que muitos insistem em Lama de Arcos), freguesia rural, com 425 habitantes, 168 famílias e 335 alojamentos. Os dados são dos Censos 2001.
´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:27
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
5 comentários:
De Bravo a 24 de Abril de 2006 às 18:58
Caríssimo Homónimo:
Essa torre tão bonita é,nada mais nada menos, que um pombal.É verdade. Pertence à quinta de Vila Frade que foi sede da Família Montalvão Machado, Solar do Capitão Vila Frade, AVô do nosso Exmº. Amigo Dr Júlio Montalvão Machado. Nessa propriedade, junto à cas foi construído esse pombal e fizeram-se lá grandes "caçadas" aos estorninhos que ali procuravam refúgio. Dava ao meu amigo de pedir para o fotografar o seu interior pois é digno de registo verificar como era feita a construção permitindo que com a disposição das pedras os ninhos ficassem assegurados nas medidas ideais para a criação.
Quanto ao Couto Misto não há dúvida que deveria ser mais conhecida a sua história. Há um bom livro de um escritor galego, Garcia Maña e o Dr. Eliseu Seara tem um artigo sobre o tema na revista do Grupo Cultural Aquae Flaviae, n.º 28 de Dezembro de 2002. Passando a publicidade, essa revista pode ser adquirida na sede do Grupo, de 2.ª a 6ª. das 15 às 17, na Rua Direita n.º 41.
Um abraço


De Arsnio a 24 de Abril de 2006 às 00:57
Não é preciso mais nada, e peço desculpa pela intensidade dos meus comentários, mas foi um momento de irritação desnecessária e irreflectida, que me levou a isto. Até um dia, Arsénio Pinto.


De Fer. Ribeiro a 24 de Abril de 2006 às 00:38
Caro Arsénio, vamos lá, definitivamente, a ver se nos entendemos. Em primeiro lugar não apaguei nenhum comentário seu. Em segundo lugar já fiz aqui publicamente o meu pedido de desculpas à banda e às gentes de Outeiro Seco, além de o ter feito pessoalmente a si por mail e, por último, quando me referi à 6ª banda do concelho, não quis com isso classifica-la em 6º lugar, longe disso, tanto é que já o disse aqui publicamente que desconhecia a existência da banda, logo não a poderia classificar, nem tão pouco sou entendido no assunto. Para finalizar, e também já o disse aqui no blog, que oportunamente dedicarei um post (em exclusivo) à Banda de Outeiro Seco. Que mais poderei fazer para me redimir do meu lapso, erro ou pecado?


De Arsnio a 24 de Abril de 2006 às 00:05
Só depois de ter feito o cometário anterior é que li o seu e-mail, e digo que a Banda de Outeiro Sêco não é a sexta banda do concelho, mas sim uma das seis bandas do concelho.Atentamente Arsénio Pinto.


De Arsnio a 23 de Abril de 2006 às 23:57
Que você não tenha dado conta que a Banda de Outeiro Sêco exista desde 4 de Janeiro de 1999, embora tenha actuado em todas as festas da cidade de hà cinco anos para cá, e em em muitas mais festas do concelho, e do país, desde aí, e sirva de pilar numa tese de doutoramento, não é importante, mas quando você é visto por pessoas em vários pontos do mundo, como se pode ver nos comentários, já começa a ter alguma importância. E já agora, fiquei surpreendido por você ter apagado os comentários que fiz. De qualquer modo faço-lhe o convite para aparecer a um dos ensaios da banda, para poder constatar que existimos. Cordialmente, Arsénio Pinto.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Carregal - Chaves - Portu...

. Um olhar sobre a cidade, ...

. O Factor Humano

. Where’s Wally? ou a força...

. Ocasionais

. Mais um olhar sobre a nos...

. Têm costas e espreitam...

. Chaves D'Aurora

. Quem conta um ponto...

. De regresso à cidade

. O Barroso aqui tão perto ...

. A Galiza aqui ao lado - A...

. Capeludos - Chaves - Port...

. Pedra de Toque

. A Galiza aqui ao lado - A...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites