Domingo, 13 de Novembro de 2011

...

 

Desde 19.Jun.2011 até ao último domingo foram publicados aqui no blog 13 contos, intitulados “Treze Contos do Mundo que Acabou” de autoria de Herculano Pombo. A acompanhar esses contos deveria ter sido publicado o LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO que os acompanha e que é utilizado em muitas das passagens e diálogos no decorrer dos contos, mas tal não foi possível devido à sua extensão. Trata-se de um léxico-glossário que é comummente utilizado por todos nós transmontanos, principalmente no mundo rural, e portanto, não nos será de todo desconhecido. Poderá no entanto haver quem tivesse seguido os contos e não tivesse entendido alguns dos termos neles utilizados, além de perdermos uma oportunidade de ver todo esse léxico-glossário transmontano reunido com a mestria com que o fez Herculano Pombo. Assim, a partir de hoje e durante algumas semanas, debaixo do mesmo cabeçalho que encimava os contos, vamos ter por aqui a desfilar as letras do abecedário com o respectivo léxico-glossário iniciado por essa mesma letra. Claro que vamos iniciar na letra A.

 

LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO

 

Registo, significado padrão e referência em uso dos falares diversos dos povos da

VEIGA do TÂMEGA e zonas limítrofes da TERRA-QUENTE e do BARROSO

 

 

 

A

 

 

 

Abaluar-avaliar                                                 

 

abafar - tapar, esconder, roubar

 

abantesma(aventesma)- fantasma, coisa desproporcionada

 

aberta - valeta onde corre água

 

abéspora -  vespa

 

abichar - ganhar, lucrar, “tem abichado bô dinheiro naquele negócio”

 

aborrido - aborrecido

 

abretónica - planta (chá para a insónia)

 

abrir - ir depressa, “passou por aqui a abrir”

 

abrir ao verde - rachar a cabeça e fazer sangue, “mandou-lhe tamanha sacholada que lhe abriu ao verde”

 

açães (sãs,açãs) - vermes do presunto

 

acaçapado - baixo, agachado

 

acancelar - guardar o gado numa terra, rodeado de cancelas, para que a estrume

 

acanhado - pequeno, estreito, tímido, “o fato está-lhe um cibo acanhado”

 

açapado(assapado)- agachado,

 

estendido, baixado

 

açapar (assapar)- bater, acelerar, “açapa-lhe, com força!”

 

acarrar - transportar em carro de bois

 

acarreja - transporte do centeio em carro de bois, da terra para a eira

 

acirrar - irritar, instigar

 

açobar (açogar)- instigar os cães, “se te sair o lobo, açobas-lhe o cão”

 

acometer – atacar, “ o cão acometeu-o com raiva”

 

acomodar - tratar, alimentar, ”levantei-me cedo para acomodar as crias”

 

à conta dele - por causa dele, “à conta dele é que eu estou assim”

 

acordar-se  - recordar-se

 

a cotio - quotidiano

 

adiante, que atrás vem gente - deixar o assunto, mudar de conversa

 

a diário - quotidiano, todos os dias

 

adjunto - ajuntamento de pessoas, “estava um grande adjunto no largo”

 

adregar - calhar, acontecer

 

adubo - gordura do porco para cozinhar, pingo, unto

 

aduela - madeirame das pipas de vinho

 

adufa (calheiro) - canal por onde escorre a água que faz girar as mós do moinho

 

à escapula – dissimuladamente “passou por aqui à escapula”

 

afeito - habituado, preparado para, “não fiques em cuidados, que o animal está afeito ao trabalho”

 

afiançar - garantir

 

afinfar - dar com força, “afinfa-lhe, que ele merece”

 

afoitar – encorajar, “não te afoites, que o cão ferra-te uma dentada”

 

afumar - curar com fumo

 

Alheiras, chouriças e salpicões a afumar

 

agachado - baixado

 

agarimo - carinho

 

agarrado - avarento, mesquinho

 

agarrar medo - temer

 

aguça – afia lápis

 

agulheta - caruma de pinheiro

 

ainda a bebes fria - ser ingénuo, ser demasiado crédulo

 

alambazar - encher a barriga, fartar

 

alanzoar - mentir, fanfarronar

 

alapar-se - sentar-se pesadamente

 

aldeagantes - vadios, mendigos

 

aldemenos - pelo menos

 

algarozes - pedras para segurar o colmo nos telhados

 

alheira - espécie de fumeiro, à base de pão e carne gorda, a que se pode misturar carne de caça, “para o almoço podes aquecer umas alheiras e cozer uns espigos”

 

aliviadouro - peça do moinho que serve para regular o afastamento das mós

 

almário - armário

 

almazém - armazém

 

alminhas - pequeno altar dedicado às almas do purgatório, quase sempre colocado em encruzilhadas

 

alombar - carregar às costas

 

alourar - dar uma fritura (batatas,alheiras)

 

altor - altura

 

Uma pinha e uma flor no meio da agulheta caída

 

alustrar - relampejar

 

alustro (alustre) - relâmpago

 

aluquete - cadeado

 

amaciar os sapatos - tornar os sapatos novos mais confortáveis, através de uso forçado

 

ambria - fome

 

amarrar – atar, “amarra bem os molhos para que não se esbangalhem”,prender, “amarrei-lhe uma corda de roda do pescoço para que não fugisse”, baixar, agachar, “estava amarrado atrás de uma fraga”

 

amassar - amachucar, esmagar, “caíu-lhe uma pedra em cima, ficou todo amassado”

 

amesendar-se  - sentar-se à mesa

 

amiga – amante, “parecem o Roque e a amiga”- diz-se de duas pessoas que andam sempre juntas

 

amigado - amancebado

 

à môr disso - por causa disso

 

ancho – largo, folgado

 

andaço - peste, epidemia

 

andadeira - pedra boa de manejar

 

andar à cria - estar com o cio

 

andar à janeira - (gatos) estar com o cio

 

andar aputado - amantizado

 

andar ligeiro - ir depressa

 


O andar é sempre pouco ligeiro quando se alomba com uma cabaça

 

andar levantada à cainça - estar com o cio

 

andar ò alto (de costa direita) - andar sem fazer nada

 

andar ò pão grande - vadiar, estar fora

 

andar ò riceiro - (lobos) estar com o cio

 

aneiro – anual, “as primeiras cerejas tem que ser um homem a comê-las, se não a cerdeira fica aneira”

 

anho - cordeiro

 

antes que - ainda que, embora

 

aos homens, nem tudo a saber nem tudo a comer - alusão a segredos das mulheres e ao seu governo da casa

 

apajar - acariciar, acarinhar

 

aparvalhado - atordoado, espantado, parvo

 

apeiro (apoeiro) - jugo das vacas

 

aperreado - forçado, obrigado, aborrecido

 

apisoar - bater o tecido num pisão

 

aporrinhar - apoquentar, importunar

 

aqui a atrasado - há algum tempo, “aqui a atrasado morreu-me a melhor vitela”

 

aranganho - raquitismo

 

Aranhiço - pequena aranha, criança enfezada

 

arçã - tomilho (chá para a tosse)

 

ar de bom-serás - aspecto pacato

 

ardena - incêndio, casa queimada

 

arganas - espinhas graúdas de peixe ou bacalhau, praganas do centeio

 

arganel - anel de metal que se enfia no focinho do reco para evitar que fosse o chão

 

aricar - trabalhar as terras com burro e arado

 

arrampanado - atordoado

 

arrebanhar - juntar para apanhar, “pôs-se a arrebanhar um cibo de palha”

 

arrebater - dar para trás ao animal

 

arrebunhar - arranhar, coçar

 

arrefentar - arrefecer, refrescar

 

arreguichar - tornar esperto, arrebitar, “Quando se fala no Diabo arreguicha o rabo”

 

arreigar – arrancar, “anda a arreigar batatas”

 

arremangar - arregaçar mangas

 

arremelgar - arregalar os olhos

 

arrenegar - aborrecer

 

arriar o calhau - defecar, cagar

 

arribar - ir para cima, ficar bom, melhorar, “o tempo já está a arribar”

 

arrochadas - pauladas, cacetadas

 

arrocho - pau com que se apertam as cordas das cargas das bestas

 

arrolar - embalar o bébé

 

arroussar (ç) – contornar, virar rente, curvar apertado

 

arrouço - arrastamento

 

arruada - volta da banda de música pelas ruas

 

arrufar - transbordar com a fervura, “vê lá se a água já arrufa no pote”

 

artilúgio - engenhoca

 

artista - artífice

 

arujo – lasca, cisco

 

a salto - passar a fronteira clandestinamente, “fugiu para Espanha a salto”

 

às arrecuas - recuando, de marcha a trás

 

asilar - ficar à custa de outrem, parasitar

 

à sorrelfa - dissimuladamente

 

assadura - pedaço de lombo de porco boa para assar

 

assarapantado - espantado, embasbacado

 

assedar - sedar, desfiar o linho no sedeiro

 

assim tivesses tão certa a salvação! -podes ter a certeza, é garantido

 

assolapar - agachar, disfarçar, ”assolapou-se detrás da parede”

 

assucar - abrir sulcos na terra lavrada

 

astrever-se   - ser capaz, poder, “tu não te astreves com esse saco”

 

atafais - arreios

 

atalhar - responder, interromper, curar a doença, ir pelo caminho mais curto

 

atestado - completamente cheio

 

atestar - encher completamente

 

a ti bem te vai - corre-te bem a vida

 

atirar com - deitar fora, “a mulher atirou com as roupas dele à rua”

 

atoleimado - pouco expedito, “o garoto dela é um cibo atoleimado”

 

atraganado - irrequieto

 

atrapar - agarrar, apanhar

 

atreito – predisposto, “ele foi sempre muito atreito às gripes”

 

atroviscado - tempo trovoado,

 

Atordoado, “levei uma pancada na cabeça, fiquei meio atroviscado”

 

auto – representação popular ao ar livre

 

avantajado - folgado, largo, maior do que é suposto, “o fato fica-te um cibo avantajado”

 

ave - pássaro grande, rapina

 

avêbora - figo maduro

 

ave-fria – abibe (vanellus)

 

aventar - farejar ventos

 

avezar - possuir

 

aviecas - peças laterais do arado

 

avultar - crescer, ganhar tamanho

 

azado - jeitoso, arranjado, “o furto azado faz do fiel ladrão”

 

azucrinar- moer, molestar, enfadar

 

 

 

 


´
publicado por Fer.Ribeiro às 12:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
2 comentários:
De Carlos Pires a 14 de Novembro de 2011 às 01:09
peço desculpa, mas não consegui resistir a dizer que falta uma palavrinha também muito usada por muita gente nas nossas bandas....

Albezes (alvezes) - ás vezes, por vezes


De hpombo a 14 de Novembro de 2011 às 09:34
Obrigado pela sugestão. Este é um trabalho de recolha e registo, apenas iniciado. Cabe a todos os utilizadores (de boa vontade...) do nosso léxico sugerir acrescentos, alterações, diferentes significados... É assim que as línguas vivas se afirmam e permanecem, apesar dos acordos ortográficos e outros malabarismos que só um economista conseguirá justificar.


Comentar post

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. De regresso à cidade

. Quem conta um ponto...

. Pedra de Toque

. Faiões - Chaves - Portuga...

. O Factor Humano

. Fugas

. Chaves, cidade, concelho ...

. Nós, os homens

. O Barroso aqui tão perto ...

. Chaves D'Aurora

. De regresso à cidade... c...

. Quem conta um ponto...

. O Barroso aqui tão perto

. Escariz - Chaves - Portug...

. Chaves, cidade, concelho ...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites