Quinta-feira, 9 de Novembro de 2017

Chaves, cidade, concelho e região - Uma foto por dia

1600-(48110)

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:48
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Segunda-feira, 6 de Novembro de 2017

De regresso à cidade, com o Outono e o jogo da malha

1600-(48157)

 

Talvez a recordar os dias de sol de há dias, ontem lá se foi saindo de casa ligeirinhos  de roupa, mas o sol que se via de casa era enganador,  e com um pé na rua, depressa dávamos conta que mais um pecinha de roupa dava jeito. Finalmente, já se respiram ares de Outono a condizer com o emarelecer das árvores.

 

1600-(48155)

 

As margens do Tâmega e os jardins Público e Tabolado, vão sendo os locais preferidos para os flavienses fazerem os seus passeios dominicais, mas também diários, mas não só, pois aos domingos, no Jardim público, costuma reunir-se um grupo de homens para jogar o jogo da malha. Fica um pequeno e brevíssimo video com algumas jogadas, feito a partir de umas quantas fotografias.

 

 

É mesmo jogo de homens, pois o peso da malha e as distância do lançamento assim o recomenda, e não é para qualquer um. Os jogadores que hoje aqui aparecem, tanto quanto sei, até são campeões deste jogo. Basta ir por lá e apreciá-los durante uns minutos para ver que é verdade.

 

Até amanhã!  

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:59
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2017

Feira dos Santos 2017 - The End!

1600-santos 17 - (21)

 

Quase todos os anos faço por aqui uma reportagem sobre Feira dos Santos com uma seleção de imagens que a represente na sua plenitude, e embora este ano, inicialmente, me propusesse fazer o mesmo, a verdade é que não deu…

 

1600-santos-17 (217)

 

E embora pudesse inventar aqui uma desculpa qualquer, por exemplo por falta de tempo, por falta de condições, por estar ocupado com outras obrigações, etc. a verdade é que nada disto aconteceu, pois até dei uma voltinha pela feira e até levava a máquina de fazer registos, mas faltou, talvez, um despertar de cliques…

 

1600-santos-17 (278)

 

Mesmo assim deixo aqui três momentos que gostei de fazer, por diferentes razões que também não vou explicar, mas que, digamos, são um resumo, resumido, da minha feira deste ano. É, há anos assim, momentos assim ou então foi outra coisa qualquer… mas como também não me interessa entrar num momento de introspeção, ficamos por aqui, mas uma coisa eu sei, o diabo andou por Chaves e era cabeçudo…

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 04:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 31 de Outubro de 2017

Cidade de Chaves - Um olhar

1600-(31845)

 

Uma porta, uma janela, uma casa, um candeeiro... e um olhar diferente sobre a cidade.

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 04:03
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Domingo, 29 de Outubro de 2017

MACNA - EXPOSIÇÃO DE JOÃO MACHADO

1600-j-machado (242)

 

Depois da Exposição “Corpo, Abstração e Linguagem na Arte Portuguesa”, com um conjunto de obras provenientes da Secretaria de Estado da Cultura (SEC) em depósito no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, onde estavam representados mais de duas dezenas de artistas portugueses, ter estado patente ao público no MACNA desde abril até 15 de outubro passado, é a vez de o Museu flaviense da arte contemporânea receber mais um grande artista português, o Escultor e Designer João Machado.

 

joao machado.PNG

 

Nascido em Coimbra, João Machado  é formado em Escultura pela Escola Superior de Belas‑Artes do Porto, mas é no Design Gráfico que se revê e posteriormente é reconhecido e se internacionaliza.

 

Foi docente na ESBAP (1976-1981), tendo decidido dedicar-se em  exclusivo ao design gráfico e abrir atelier próprio em 1981.

 

1600-j-machado (290)

 

João Machado participa desde 1983 em inúmeras exposições coletivas e individuais que lhe trouxeram vários prémios nacionais e internacionais, destacando-se o Prémio de Excelência Icograda em 1999 bem como a sua nomeação de Graphis Design Master.

 

Autor de uma obra vastíssima, a sua paixão pelo cartaz é notória, sua peça de eleição. Revela-se e igualmente no design editorial, nas áreas da ilustração e da filatelia, sempre marcados por uma identidade que tem vindo a ser persistentemente construída.

 

1600-j-machado (318)

 

Exposições Individuais


1982 - Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto/Portugal - Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisbon/Portugal
1985 - Richmond Art Gallery, Montreal, Canadá
1986 - Art Poster Gallery, Lambsheim/Alemanha - Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto/Portugal
1987 - Annecy/Bonlieu - Centre d’Action Culturelle, Annecy/França
1989 - Lincoln Center, Colorado/EUA
1991 - Dias da Cultura Portuguesa, Frankfurt/Alemanha
1996 - Galeria Casa del Poeta, Cidade do México/México
1997 - DDD Gallery, Osaka/Japão - Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro/Brasil - Memorial da Cidade, Curitiba/Brasil - Museu Brasileiro da Escultura, S. Paulo/Brasil

 

Screen Shot 2017-07-09 at 11.04.43.png

 

1998 - Casa Garden, Macau/China
2001 - ESADE, Escuela Superior de Administración e Dirección de Empresas, Barcelona/Espanha - Casa da Cerca, Almada/Portugal - Pécsi Galéria, Pécs/Hungria
2002 - Dansk Plakatmuseum, Aarhus/Dinamarca
2006 - Ginza Graphic Gallery, 20th Anniversary GGG / DDD Project, Japão
2007 - International Triennial of Stage Poster, Bulgária.
2012 - Espaço Quadra, Matosinhos/Portugal
2014 - Galeria Artis, Cidade do México/México

2017 – MACNA – Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso

 

Screen Shot 2017-07-09 at 11.03.46.png

 

Prémios


1983 - 1.º Prémio Nacional Gulbenkian para a melhor Ilustração de Livros para a Infância, Lisboa, Portugal - 1.º Prémio Grafiporto (Ilustração)
1985 - 1.º Prémio Nacional de Design, Lisboa, Portugal
1989 - Prémio Especial da “Die Erste Internationale Litfass Kunst Biennale”, Munique, Alemanha Medalha de Bronze da Bienal do Livro de Leipzig, Alemanha
1997 - 1.º Prémio Mikulás Galanda, Bienal do livro de Martin, Bratislava, Eslováquia - 1º Prémio “First International Fair Poster Competition”, Plovdid, Bulgária
1998 - 1.º Prémio para Logo Film Commission, Association of film Commissioners International, Denver, EUA

 

Screen Shot 2017-07-09 at 07.55.45.png

 

1999 - 1º Prémio Best of Show, European Design Annual, Grã-Bretanha Prémio Zgraf 8 Icograda Excellence, Zagreb, Croácia
2004 - 2.º Prémio, “4th International Triennial of Stage Poster”, Sofia, Bulgária
2005 - 1.º Prémio Internacional de Arte Filatélica de Asiago (Itália) 2005, categoria – “Turismo” – Asiago, Itália
2007 - 1.º Prémio Internacional de Arte Filatélica de Asiago (Itália) 2007, categoria – “Protecção do Ambiente” – Asiago, Itália
2008 - Menção honrosa EKOPLAGÁT’08 para a colecção de cartazes Ano Internacional Planeta Terra 2007 e Dia Nacional da Água 2007, Zilina, Eslováquia

jn-100.jpg

 

2010 - 1.º Prémio Internacional de Arte Filatélica de Asiago (Itália) 2010, para “Prémio, Especial Turismo”, edição “Os Selos e os Sentidos” – Asiago, Itália
2012 - Prémio Seiva 2012, categoria Artes, Porto, Portugal
2013 - 12ª Bienal Internacional do Cartaz, México. Prémio Especial para o cartaz Pasta Medicinal Couto.
2014 - 1.º Prémio Internacional de Arte Filatélica de Asiago (Itália) 2007, categoria – “Turismo” – Asiago, Itália

 

Folha de Sala MACNA 02.jpg

 

 

Esta exposição de João Machado que se inaugurou ontem no MACNA, denominada “Arte da Cor”,  conta com algumas esculturas do artista, bem como com mais de uma centena de cartazes representativos da sua arte como designer gráfico, entre os quais alguns dos quais têm feito a imagem gráfica do Cinanima, dos quais é autor desde o ano de 1977 até a presente ano.

 

Folha de Sala MACNA 01.jpg

Ainda em exposição, está o próprio cartaz da exposição e um cartaz dedicado ao nosso MACNA – Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, ambos à venda no MACNA.  Para além das esculturas e cartazes, estão também em exposição diversos desenhos do autor, dos anos 70 e 80 do século passado, originalmente executados a tinta da china.

 

Cartaz MCNA 2017 Arte Final 50x70 (1).jpg

 

Esta exposição,  a não perder, é comissariada por um flaviense, António Augusto Joel, e irá estar patente ao público até 8 de abril de 2018.

 

Screen Shot 2017-07-09 at 07.40.35.png

 

Em http://www.joaomachado.com/ há mais informações sobre o artista João Machado, sítio onde também fomos recolher alguma informação para este post.

 

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 03:18
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um regresso ao passado

santos-arrabalde.jpg

Há dias quando disse que os regressos às feiras dos santos tinham terminado, no final deixava em aberto mais um regresso, que acontece hoje.

 

santos-52-a.jpg

 

Este é mesmo um regresso a tempos bem mais remotos, pois levam-nos até meados do século passado, inícios dos anos 50, ou mais, pois a foto do Largo do Arrabalde não consegui saber a data.

 

santos-52-b.jpg

 

Duas das fotos ficam com marca de água, é o mínimo que posso fazer, pois como fotos cedidas de uma coleção particular para publicação no blog.  Isto é só para não caírem ou dificultarem por aí o comércio destas coisas,  por gente que se entretém a roubá-las aqui na net.

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:41
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017

Flavienses por outras terras

Banner Flavienses por outras terras

 

Justino Maia

 

Nesta crónica do espaço “Flavienses por outras terras” vamos até à vila de Pardilhó, no concelho de Estarreja, que, segundo o Justino Maia, é a capital das enguias e do barco moliceiro.

 

Cabecalho Justino Maia.png

 

Onde nasceu, concretamente?

Nasci no hospital velho (onde agora é a Santa Casa da Misericórdia).

 

Nos tempos de estudante, em Chaves, que escolas frequentou?

Frequentei a Escola da Estação, a Nadir Afonso, o Liceu Fernão de Magalhães e a Dr. Júlio Martins.

 

Em que ano e por que motivo saiu de Chaves?

Saí de Chaves em 1994 para ir estudar.

 

Em que locais já viveu ou trabalhou?

Já vivi em várias localidades. Agora vivo em Pardilhó e trabalho no concelho de Oliveira de Azeméis, no Agrupamento de Escolas de Fajões.

 

Diga-nos duas recordações dos tempos passados em Chaves:

Tenho muitas recordações: os amigos, tomar banho no Rio Tâmega, o futebol na rua e mais tarde no Desportivo…

 

Proponha duas sugestões para um turista de visita a Chaves:

Visitar a parte histórica, o Castelo, a Igreja Matriz, a Rua de Santo António, a Rua Direita, as Caldas e os novos museus (Nadir Afonso e o das águas).

Desfrutar a parte gastronómica (os Pastéis de Chaves, o fumeiro e os milhos).

 

Estando longe de Chaves, do que é que sente mais saudades?

Do nevoeiro e dos dias de Inverno.

 

Com que frequência regressa a Chaves?

Regresso 3 a 4 vezes por ano. Gostaria de ir mais vezes, mas a escola e o futsal preenchem a maior parte do tempo.

 

O que gostaria de encontrar de diferente na cidade?

Nada. Acho que Chaves se está a tornar numa grande cidade.

 

Gostaria de voltar para Chaves para viver?

Quem sabe um dia! É difícil, mas espero vir a passar mais tempo em Chaves, pois a minha esposa e a minha filha adoram a cidade.

 

Ria de Aveiro.jpg

 

O espaço “Flavienses por outras terras” é feito por todos aqueles que um dia deixaram a sua cidade para prosseguir vida noutras terras, mas que não esqueceram as suas raízes.

 

Se está interessado em apresentar o seu testemunho ou contar a sua história envie um e-mail para flavienses@outlook.pt e será contactado.

 

Rostos  Justino Maia.png

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quarta-feira, 25 de Outubro de 2017

Feira dos Santos – Um pequeno regresso no tempo – XII

1600-santos 16 (760)

 

Com as fotos de hoje terminamos estes pequenos regressos no tempo às edições das Feiras dos Santos de Chaves, pois como as imagens de hoje são do ano passado, a seguir será a feira que acontecerá a partir do próximo fim-de-semana.

 

1600-santos 16 (827)

 

Hoje ficam apenas três momentos, um com um momento da “praça das farturas” que fora da feira passa a rotunda do monumento, outro momento com o velhinho carro dos Bombeiros “de baixo” num regresso à praça onde viveu tantos anos, e um terceiro momento de arte de rua, mais precisamente momentos de mimos músicos com alguns momentos de humor, não visível na foto, mas que ia acontecendo.

 

1600-santos 16 (721)

 

E no próximo fim-de-semana e seguintes dias também daremos as nossas habituais voltinhas pela feira, das quais, pela certa, sairão alguns registos de outros tantos momentos da Feira dos Santos de 2017. Até lá, ou quem sabe se ainda teremos um post extra.

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 24 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo - XI

1600-santos-15 (779)

 

Pois é, depois de se andar todo o dia de um lado para o outro, chega-se a alturas tantas em que uma simples pedra de granito é bem melhor que o sofá lá de casa, óh se é, digo-o por experiência própria, e só não poisei nestes da foto que ficou atrás, porque já não havia lugar. Segundo o exif da foto já eram perto das 19 horas do dia 31 de outubro de 2015, ou seja, para aqueles que, como eu, vão de manhã cedo ver o gado, onde o único poiso regalado que se toma é mesmo enquanto o pulpo vai marchando, e depois disso a única coisa que marchou foram mesmo as nossas pernas, uma simples pedra faz a diferença.

 

1600-santos-15 (766)

 

Mas como diz o povo – quem corre por gosto não se cansa – nós ( e este nós sou eu) é por gosto que vamos sempre a esta feira. É a feira e a festa da nossa ruralidade, daí, ser a festa mais genuína que temos e é por isso que todos os anos é um êxito, e depois, para aqueles mais urbanos sempre há o colorido da feira, as luzes das barracas e a oportunidade de comprar uma roupinha de marca nas barracas dos ciganos.

 

1600-santos-15 (646)

 

Ei sei que esta de enaltecer a nossa ruralidade,  incomoda alguma gentinha de cá, mas é a nossa realidade, e Chaves embora seja uma cidade, não deixa de ser uma cidade de província e rural, mesmo que a ruralidade já tivesse conhecido melhores dias, continuamos a ter por cá os homens da boina, mesmo que a boina seja de outras terras, e os homens e mulheres da vara, e ainda bem que assim é.

 

1600-santos-15 (609)

 

Ser da província e um concelho rural em nada nos inferioriza, antes pelo contrário, é uma mais valia para nós, só quem é cego é que não consegue ver essa realidade, há,  isso sim, que assumir essa realidade e o resto acontecerá naturalmente, e depois basta-nos a urbanidade da cidade para o dia-a-dia e se for necessário mais, temos sempre a uma ou duas horas de viagem muita oferta para sentir a adrenalina a correr-nos nas veias. Posso estar errado, mas penso que não. Seja como for, a Feira dos Santos é um bom exemplo da nossa ruralidade.   

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:53
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo - X

1600-santos-14 (32).jpg

No regresso à cidade das habituais segundas-feiras, hoje fazemo-lo também com um regresso à Feira dos Santos de 2014 e com uma primeira imagem dos maiores cornos da feira, com o devido respeito.

 

1600-santos-14 (540).jpg

 

Feira onde há de tudo, onde nem sequer falta a N. Srª de Fátima, em vários tamanhos embora com o habitual feitio, mas não só, santos e cristos à mistura cpm raposas, gatos e mochos de loiça, há para todos os gostos e decorações.

 

1600-santos-14 (542).jpg

 

E também castanhas, de comer, e outras iguarias, também para todos os gostos, desde queijos da serra, farturas, presuntos (mas não de Chaves), bolos e bolinhos, há para todos os apetites e ougados.

 

1600-santos-14 (596).jpg

 

E sempre pessoas e mais pessoas a andar de um lado para o outro e para todos os lados. Pode não haver quem compre, mas para ver, apreciar a andar pela feira, não falta gente.

 

1600-santos-14 (807).jpg

 

E por fim, para quem não gosta da feira da cidade, fica um salutar convívio entre o Forte de S.Francisco e a feira, onde se pode andar com um olho nas barracas e oportunidades e apreciar aquilo que temos de melhor. Aliás se eu mandasse na feira, em vez de a espalhar por aí fora, metia-a inteirinha no centro histórico, incluindo a Madalena.

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:51
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo IX

1600-santos 13 (184)

 

Hoje regressamos à Feira dos Santos do ano de 2013, com um dos dias mais importantes da feira, o dia 31 de outubro em que acontece o “Fashion Day” com a moda e as melhores coleções do ano em várias vertentes e das melhores casas da região, onde as tendências a desfilar e premiar são as das casas “Barrosãs”, “Maronesas” e “Mirandesa”

 

1600-santos 13 (192)

 

Nas semanas de moda de roupa mais famosas do mundo que acontecem em Nova Iorque, Milão, Paris e Londres. Porém, com a sua Fashion Week espalha-se por diversas regiões, como: Roma, Tóquio, Lisboa, Miami, Bangkok, Barcelona, Estocolmo, entre outras. No Brasil, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília sediam os desfiles.

 

1600-santos 13 (191)

 

Ao contrário das “Fashion Week” da roupa que se distribuem por várias cidades do mundo , aqui faz-se um desfile de nus em que as espécies de todo o Reino Maravilhoso se reúnem na cidade de Chaves, no dia 31 de outubro de todos os anos.

 

1600-santos 13 (190)

 

Quanto ao resto no “Fashion Day”, acontece o mesmo que na “Fashion Week”, ou sejam, muito preparativo… para as várias componentes do desfile na passerelle sobre o tapete verde, nomeadamente em individuais e parelhas.

 

1600-santos 13 (226)

 

Com os habituais nervosismos de desfile de dar o seu melhor…

 

1600-santos 13 (210)

 

Sempre debaixo do olhar atento dos vários estilitas que aqui trazem as suas obras

 

1600-santos 13 (217)

 

Acrescido do nervosismo, também feito de esperas,  de se será a sua obra que irá impressionar o júri, mas também o público.

 

1600-santos 13 (294)

 

Júri que atentamente verifica as regras de concurso e se decide pelos mais genuínos, interessantes e belos exemplares.

 

1600-santos 13 (282)

 

Claro, sempre com o olhar atento do público e dos fotógrafos

 

1600-santos 13 (347)

 

Para finalmente se chegar aos vencedores que saem sempre babados deste dia grande que é o “Fashion Day” da Feira dos Santos de Chaves, todos os anos no fosso do Forte de S.Neutel, na manhã de dia 31 de outubro.

 

Até amanhã!

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 03:26
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo VIII

1600-santos-12 (539)

 

Como este ano a Feira dos Santos começa oficialmente no dia 29, faltam 10 dias para o seu início.

 

1600-santos-12 (419)

 

Hoje deixo-vos, sem muitas palavras, três olhares sobre a Feira do ano 2012.

 

1600-santos-12 (545)

 

Amanhã cá estaremos com alguns olhares à feira de 2013. Até amanhã!

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 00:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo VII

1600-santos-2011 (3)

 

Cada vez mais próximos da Feira dos Santos de 2017, regressamos em imagem à feira do ano 2011, ano em que mais uma novidade foi introduzida e então registada por nós com algum agrado.

 

1600-santos-2011 (399)

 

A novidade foi a passagem dos divertimentos da feira (carrocéis) para a margem esquerda do Rio Tâmega, para a Madalena. Pessoalmente gostei do espaço e com potencialidades para melhorar, principalmente se o espaço se alargasse ao terreno livre continuo ao atual estacionamento. Mas também agradado por finalmente a Madalena fazer parte da feira, dando-lhe outra vitalidade, com a esperança de que pudesse receber também parte da feira nos três dias principais.

 

1600-santos-2011 (45)

 

Esta nova versão da feira acabou também por dar mais vida ao Centro Histórico, principalmente na zona do Arrabalde e Rua de Stº António, mas também, a ser aproveitado e infraestruturado o tal terreno disponível, poderia passar a ser o poiso da feira semanal, isto tendo em conta que o Parque Multiusos de Santa Cruz foi um fracasso total.

 

1600-santos-2011 (439)

 

Até prova em contrário continuo a pensar que a Madalena tem potencialidades para dar resposta a parte da Feira dos Santos (divertimentos) e a ser um bom poiso para a feira semanal. Mas claro que isto vale o que vale e é apenas a minha opinião, o que é certo é que a organização da feira, atualmente com responsabilidades repartidas pela ACISAT e pela Câmara Municipal, vão repartindo também  e cada coorganizador reivindicando os louros daquilo que corre bem, e empurrando para o parceiro as responsabilidades por aquilo que não corre tão bem.    

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:27
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

Feira dos Santos - Um pequeno regresso no tempo VI

1600-Santos 10 (714)

 

Em contagem decrescente para a Feira dos Santos de 2017, vamos regressar um pouco no tempo, até ao ano de 2010, em que os Santos aconteceram com frio e chuva.

 

1600-Santos 10 (862)

 

Frio e Chuva que não foi suficiente para que as pessoas não povoassem as ruas e a festa se fizesse com o habitual vai e vem de pessoas ao longo da feira, mas também com concertinas, cabeçudos e demais animação popular.

 

1600-Santos 10 (743).jpg

 

Também com coisas boas feita com produtos da terra e não só, quentes e boas, as castanhas assadas marcam sempre presença, para além das tradicionais farturas que agora as há em todas as esquinas e largos, sem esquecer o pulpo galego ou à galega do dia da feira do gado.

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:31
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Chaves D'Aurora

1600-chavesdaurora

 

  1. ALCOVITEIRO.

 

Uma tarde, perto da feira do Ver-o-Peso, João apeou do bonde e, ao se desviar dos burros, encontrou um parente distante, o primo Eulálio. A convite deste, foram até à beira do rio apreciar as vigilengas, que pareciam naufragar nas águas verde-musgo do rio Pará, na verdade um braço do Amazonas. As embarcações iam ou vinham, carregadas de balaios de cipó com frutas tropicais, as quais, como o estranho e arroxeado açaí, tinham nomes e sabores difíceis de explicar aos patrícios e forasteiros, tais como uxi, umari, pupunha, araçá...

 

Reis ouviu então do parente que, por mais idade, às vezes lhe dava conselhos de pai, a fatal pergunta – E então, Joãozinho, quando te vais decidir a casar? Por certo que ainda estás bem moço, mas não fica bem continuares assim, sempre às voltas com essas mulheres de certa rua da Campina ou dos becos que vão dar ao Largo das Mercês. Ô rapaz, cuida bem que, qualquer dia, ainda vais te ver com os cupins da tísica a te roer os pulmões! Ou bem pior: com a sífilis a transtornar a tua cabeça e... o resto, se me percebes.

 

Acontece que Bernardes, como trabalhasse demais durante a semana, suas noites de sextas e sábados eram consumidas em pândegas, na alegre companhia de outros rapazes da mesma idade, aos quais não faltavam o bom vinho e a cerveja fresca, de fabricação local. Tudo isso era compartilhado com as belas caboclas que faziam a vida fácil (pelo menos a deles, dos fregueses) em casas de porta e janela ou em sobrados decadentes, que ficavam nas ruas próximas ao cais ou às cercanias do comércio.

 

Era um homem discreto, de boa educação, mas pouco afeito aos modos elegantes da elite económica local, embora esta fosse, em sua maior parte, constituída pelos novos-ricos da borracha, a nata (ou malta) da qual ele fazia parte. Começava, porém, a se ressentir de uma vida social, onde pudesse conhecer as boas raparigas da terra. Decidiu então que já era tempo de frequentar os bailes da sociedade, os saraus familiares, assistir às revistas musicais como “O Seringueiro”, no Theatro Politeama e, de modo especial, às apresentações de óperas e operetas no palco do monumental Theatro da Paz.

 

Disso tudo, muito se encarregou Eulálio, com dedicado empenho. Pouco a pouco, introduziu o primo nas residências das melhores famílias da região, constituídas dos inevitáveis bacharéis, juízes, políticos, funcionários públicos e, especialmente, daqueles comerciantes que viviam à custa dos seringais, nas mais diversas formas.

 

Passou a ser recebido, também, por donos de terras do interior da província, que viviam em cidades nomeadas como as coirmãs lusitanas (Alenquer, Bragança, Breves, Chaves, Faro, Óbidos, Santarém, Viseu e mais que tais) e mantinham na capital suas mansões, a fim de nelas se instalarem, sempre que necessário. Nessas também refestelavam-se, no mor das vezes, os filhos varões a gozar a vida de estudantes no Colégio do Carmo, no Pré-Jurídico do Liceu ou na Faculdade de Direito ao Largo da Trindade, uma das primeiras criadas no país.

 

fim-de-post

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:17
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. De regresso à cidade com ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves D'Aurora

. Festival Galego Outono Fo...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves, cidade, concelho ...

. De regresso à cidade... c...

. Chaves, cidade, concelho ...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites