Domingo, 16 de Outubro de 2016

O Barroso aqui tão perto... Paredes

 

1600-paredes (1)

montalegre (549)

 

Se no início desta rubrica de “O Barroso aqui tão perto” trouxemos aqui as aldeias do Alto-Barroso que ficam no itinerário entre Chaves e a Vila de Montalegre, com exceção de Meixide que ainda não teve aqui o seu post. Mas ia dizendo que se no início foi o Alto-Barroso, a partir de aí começámos a descobrir o restante Barroso e as suas singularidades.

 

mapa-paredes.jpg

 

E na  descoberta desse outro Barroso, sem qualquer dúvida alguma que uma das freguesias que mais me surpreendeu, pela positiva, foi a Salto, onde o verde impressiona e as paisagens que se perdem no horizonte ainda impressionam mais.

 

1600-paredes (13)

 

Freguesia de Salto a mais distante da sede do concelho e entalada entre os concelhos de Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e o Barroso de Boticas, assumindo já um pouco as características dos concelhos vizinhos, principalmente os minhotos.

 

1600-paredes (8)

 

E claro que  se o todo da Freguesia de Salto só surpreende porque as suas partes, ou sejam os seus 20 lugares também nos surpreenderam na sua grande maioria, e uma delas, foi a nossa aldeia de hoje – Paredes.

 

1600-paredes (10)

 

Então vamos lá a Paredes que receciona os seus visitantes com o seu cruzeiro e com aquilo que vamos tendo de melhor e mais nobre no casario tradicional – os solares, com capela virada para a via pública.

 

1600-paredes (78)

 

Mas não é só o primeiro solar, pois seguindo a rua, logo a seguir repete-se a nobreza do casario e a nível de casario, seria ouro sobre azul se a restante aldeia também assim fosse, mas a aldeia fica-se por aí, pois também pouco mais há para além deste casario mais nobre e que talvez por isso tivesse resistido até aos nossos dias, ao contrário do restantes, que embora não tão nobre também teria sido interessante, mas que hoje se resume a ruinas.

 

1600-paredes (73)

 

Chegados a um pequeno largo os chocalhos anunciavam a aproximação de gado, que aqui para fazer jus ao nome que ostentam,  os bovinos são mesmo os autóctones da raça barrosã. Chocalhos que anunciavam a aproximação das barrosãs que num instante se silenciaram, bastou terem-nos descoberto para todo o gado parar pasmado a olhar para nós. Surpreendeu-nos a atitude que mais tarde seria justificada pelos donos da manada – elas não estavam habituadas a ver pessoas para além dos seus donos.

 

1600-paredes (19)

 

Mas um pouco a medo e desconfiadas com um passar apressado, elas lá foram passando e sozinhas, lá continuaram a caminho das pastagens, exceção para o “Gancho” o touro da manada que ficou na corte. Mas ao que parece não foram só as barrosas de raça que se surpreenderam connosco, pois também os seus donos não estavam à nossa espera, mas foram um bom exemplo do povo Barrosão na arte hospitaleira de bem receber, numa aldeia que se resume a 5 casas, duas famílias, 42 vacas e 1 touro.

 

1600-paredes (62)

 

O primeiro a receber-nos foi o Pedro que pelo que deu para entender é o verdadeiro dono da manada das barrosãs, as quais estão todas batizadas por ele, como “Gancho”, o touro da manada, ou a “Rola” que é a chefe, a líder da manada e as restantes, como a vermelha, a coelha, a cordeira, a cabanas a goucha, a bonita, a pinta e por aí fora, como se fossem colegas de escola ou da família, mas o mais impressionante e bem notório é que o Pedro Martins, de 11 anos de idade, anda nesta  lide da manada com prazer que não troca por qualquer brincadeira dos putos da sua idade.

 

1600-paredes (26)

 

Depois veio o pai do Pedro, a avó, o irmão mais novo e o tio que connosco, quatro caçadores de imagens do Barroso, já era um pequeno ajuntamento que o calor de junho convidava a uma conversa à sombra. E ali ficámos em agradável conversa, talvez uma ou duas horas, já não recordo muito bem, agora recordo isso sim, que foi uma agradável conversa com a boa gente resistente deste Barroso, também ele tão despovoado.

 

1600-paredes (64)

 

Na conversa deu ainda para saber que o Pedro além de se preocupar com a lide das suas barrosas de raça também se preocupa com o seus estudo na escola em Salto, tendo em mente aquilo que quer ser quando for grande – Veterinário –, e auguro que irá ser um bom veterinário, basta ver o carinho com que ele lida com a sua manada.

 

1600-paredes (66)

 

E da nossa estadia na aldeia com os seus poucos resistentes, só resta mesmo agradecer a hospitalidade e simpatia com que nos receberam, sem esquecer a bucha com que a avó do Pedro nos brindou com o melhor que o Barroso tem. Tal como manda a tradição, “merenda comida, companhia desfeita”, e também nós destroçámos em direção a Caniçó e Minas da Borralha, mas  saímos de Paredes mais ricos e agradecidos.

 

1600-paredes (67)

 

Quanto a escritos sobre a aldeia de Paradela, bem procurámos, mas nada encontrámos. Pela certa que será uma aldeia com história que pelo aspeto da aldeia, com as suas construções mais nobres, parece-me ter sido uma aldeia que num passado mais ou menos distante, teria sido de uma ou duas famílias agrícolas mais abastadas e que as restantes casas, hoje em ruinas, seria de umas poucas famílias que trabalhariam para essas casas agrícolas, ou então casas armazéns de apoio. Mas isto apenas sou eu a supor dadas as características do casaria existente e das terras férteis que as rodeiam.

 

1600-paredes (35)

 

Quanto ao que resta da aldeia, felizmente resta ainda, mais ou menos bom estado, pelo menos aparentemente, as tais construções mais nobres que também aparentemente estarão desabitadas, pelo menos em permanência e resta também a riqueza humana dos seus resistentes. E por ausência de documentação para consultar somos mesmo obrigados a ficar por aqui.

 

1600-paredes (72)

 

E como hoje não há créditos às consultas efetuadas  ficam apenas os links para as anteriores abordagens deste blog ao Barroso e suas aldeias:

 

A Água - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-a-agua-1371257

Amiar - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-amiar-1395724

Cepeda - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-cepeda-1406958

Donões - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-donoes-1446125

Fervidelas - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-fervidelas-1429294

Fiães do Rio - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-fiaes-do-1432619

Frades do Rio - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-frades-do-1440288

Gralhas - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-gralhas-1374100

Lapela   - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-lapela-1435209

Meixedo - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-meixedo-1377262

O colorido selvagem da primavera http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-o-colorido-1390557

Olhando para e desde o Larouco - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-olhando-1426886

Padornelos - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-padornelos-1381152

Parafita: http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-parafita-1443308

Padroso - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-padroso-1384428

Pedrário - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-pedrario-1398344

Pomar da Rainha - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-pomar-da-1415405

Sendim -  http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sendim-1387765

Solveira - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-solveira-1364977

Stº André - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sto-andre-1368302

Tabuadela - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-tabuadela-1424376

Telhado - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-telhado-1403979

Travassos da Chã - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-travassos-1418417

Um olhar sobre o Larouco - http://chaves.blogs.sapo.pt/2016/06/19/

Vilar de Perdizes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1360900

Vilar de Perdizes /Padre Fontes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1358489

Vilarinho de Negrões - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1393643

São Pedro - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sao-pedro-1411974

Sendim -  http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sendim-1387765

Solveira - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-solveira-1364977

Stº André - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sto-andre-1368302

Vilar de Perdizes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1360900

Vilar de Perdizes /Padre Fontes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1358489

Vilarinho de Negrões - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1393643

 

Salvar

´
publicado por Fer.Ribeiro às 23:37
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


23
24
25

26
27
28
29
30


.pesquisar

 
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Chaves, cidade, concelho ...

. Nós, os homens

. Chaves, cidade, concelho ...

. Chaves D'Aurora

. De regresso à cidade

. Quem conta um ponto...

. Pedra de Toque

. Faiões - Chaves - Portuga...

. O Factor Humano

. Fugas

. Chaves, cidade, concelho ...

. Nós, os homens

. O Barroso aqui tão perto ...

. Chaves D'Aurora

. De regresso à cidade... c...

blogs SAPO

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites