Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Coleccionismo de Temática Flaviense - Marcofilia

 

 

 

 

Como foi referido anteriormente, a marcofilia é a área da filatelia que se ocupa dos carimbos que obliteram os selos e de todos os outros que podem marcar a correspondência. Antes de o selo postal ser introduzido, facto que ocorreu em Inglaterra em 1840, era norma ser o destinatário, e não o remetente, a pagar o porte da correspondência que circulava oficialmente. Além disso, o valor do porte variava em função da distância a percorrer e do peso da carta.

 

O selo  veio estabelecer um porte nacional único, independentemente da distância a percorrer, porte esse que apenas variava em função do peso do objecto postal. Quando a prática de selar correspondência foi instituída em Portugal, no ano de 1853, o porte nacional era de 25 reis para o peso padrão de uma carta, valor que se manteve inalterado durante décadas e apenas sofreu um ajustamento com o estabelecimento de um porte especial, inferior, para jornais e impressos.

 

 

No período correspondente à Primeira Reforma Postal, entre 1853 e 1869, que abrangeu os reinados de D. Maria I, D. Pedro V e D. Luís I, a maioria dos carimbos de cada localidade apresentava um número entre barras horizontais. A Chaves correspondia o número 180. Juntamente com esse carimbo circular de barras, que obliterava o selo, apunha-se na correspondência uma carimbo nominal. Ocasionalmente, esse carimbo nominal era utilizado para obliterar o selo, sendo os exemplares resultantes dessa obliteração extremamente raros.

 

Esses primeiros selos não só não tinham denteado como também não apresentavam o nome de Portugal, sendo a identificação do país feita através da efígie do soberano. Característica adoptada dos selos ingleses, que ainda hoje conservam a tradição de apenas apresentar a efígie de Isabel II.

 

Com a Segunda Reforma Postal, vigente entre 1870 e 1878, o formato dos carimbos passou a ser oval e os números anteriormente atribuídos a cada localidade foram alterados. A Chaves passou a corresponder o número 111. A partir de 1878, numa renovação que se foi implementando ao longo de vários meses, os carimbos obliteradores do selo passaram a  incluir o nome da localidade e a data de aceitação da correspondência.

 

 

´
publicado por blogdaruanove às 00:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Marcofilia

 

Envelope comemorativo da 1.ª Mostra Filatélica do Aero Clube de Chaves, com carimbo comemorativo aposto no dia de abertura do certame.

 

´
publicado por blogdaruanove às 00:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Pagelas dos CTT - Castelo

 

As pagelas emitidas pelos CTT para anunciarem a emissão de uma nova série de selos têm já várias décadas de existência, tendo-se transformado elas próprias em objectos de colecção.

 

Para além de apresentarem pequenos textos sobre a temática desenvolvida em cada selo - neste caso particular, o texto sobre o Castelo de Chaves é da autoria do consagrado historiador José Mattoso (n. 1933), estas pagelas fornecem diversos dados técnicos sobre a emissão, como sejam o nome dos autores, a tiragem, os tipos de envelopes oficiais emitidos, reproduzindo também as obliterações de primeiro dia e referindo os locais onde estas são apostas.  

 

O selo reproduzido integrava o nono grupo da edição Castelos e Brasões de Portugal, com desenho de José Luís Tinoco, apresentando uma tiragem de 1.000.000 de exemplares para os selos impressos em folhas de 5 x 10 e de 85.000 carteiras com quatro selos cada. J. Bènard Guedes foi o autor do desenho heráldico (alusivo à capital de distrito, Vila Real) que ilustrava o exterior das carteiras e o espaço interior entre os quatro selos.

 

Estes selos foram emitidos a 1 de Julho de 1988, tendo sido retirados de circulação a 31 de Agosto de 1995. No seu lançamento apuseram-se obliterações comemorativas e criaram-se FDCs (envelopes de 1.º dia de circulação), com dois formatos comerciais, em Coimbra, Faro, Funchal, Lisboa, Ponta Delgada e Porto, locais habituais para a aposição, e Chaves.

 

 

´
publicado por blogdaruanove às 00:17
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Marcofilia

 

 

 

Bilhete postal editado pela Casa Geraldes, provavelmente na década de 1940, com o carimbo especial alusivo à primeira mostra filatélica promovida pelo Aero Clube de Chaves, em 1971.

 

Na ocasião, o Aero Clube editou também um envelope comemorativo ilustrado e uma medalha comemorativa, em bronze, já reproduzida em http://chaves.blogs.sapo.pt/289929.html.

 

 

´
publicado por blogdaruanove às 00:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Marcofilia

 

Um dos dois envelopes editados para comemorar a realização em Chaves da III Exposição Filatélica Luso-Espanhola, IBEREX 83, que decorreu entre 22 e 30 de Outubro de 1983, no pavilhão do GATAT. Este certame filatélico realiza-se de dois em dois anos, alternadamente em Portugal e Espanha.

 

Existem duas variantes deste envelope que assinala o Dia da Galiza. Uma variante impressa com a cor que se reproduz, outra impressa com a  cor azul.

 

A imagem do carimbo comemorativo reproduz a ilustração de um prato de porcelana da fábrica de Sargadelos, na Galiza, oferecido aos expositores que participaram na Iberex 81. O envelope reproduz a representação heráldica da Galiza.

 

O mais recente destes certames, a IBEREX 2007, realizou-se em Boticas.

´
publicado por blogdaruanove às 00:49
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Envelope de 1.º Dia - XIX Séculos

 

O envelope de 1.º dia de circulação, também conhecido pela sua designação em Inglês, FDC (First Day Cover), é um envelope oficial ilustrado emitido pelos correios de cada país para assinalar o primeiro dia de circulação de uma nova série de selos.

 

Apresenta um carimbo especial, alusivo ao evento e normalmente ilustrado, que é aposto apenas nesse dia nas principais cidades do país (em Portugal) e na localidade que possa ter relação directa com o evento.

 

No caso destes envelopes, o carimbo especial foi aposto nas localidades de Chaves, Coimbra, Funchal, Lisboa, Ponta Delgada e Porto. Este exemplar apresenta ainda o carimbo numérico 44, correspondente à estação postal de Chaves.

 

´
publicado por blogdaruanove às 01:57
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Postal Máximo Triplo com o Castelo

 

A marcofilia é uma área de coleccionismo que se ocupa do estudo e catalogação dos carimbos (tecnicamente designados por obliterações) de correio. Uma área afim, a maximafilia, ocupa-se da conjugação das imagens de carimbos com selos e postais. Sempre que as imagens destes três elementos coincidem, estamos perante aquilo que os coleccionadores designam por postal máximo triplo.

 

´
publicado por blogdaruanove às 01:49
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 1 de Maio de 2008

Coleccionismo de Temática Flaviense - Postal Máximo com a Ponte Romana

 

A marcofilia é uma área de coleccionismo que se ocupa do estudo e catalogação dos carimbos (tecnicamente designados por obliterações) de correio. Uma área afim, a maximafilia, ocupa-se da conjugação das imagens de carimbos com selos e postais. Sempre que as imagens destes três elementos coincidem, estamos perante aquilo que os coleccionadores designam por postal máximo triplo. Neste caso particular, porque o carimbo não apresenta uma imagem coincidente com o postal e o selo, estamos apenas perante um postal máximo.

 

O postal reproduzido apresenta no verso a legenda 511. - CHAVES - PORTUGAL / Ponte Romana sobre o Rio Tâmega. / Pont Romain sur le Tâmega. / Roman Bridge on the river Tamega. / Puente Romano sobre el rio Támega. e foi editado pelo Centro de Caridade "Nossa Senhora do Perpétuo Socorro" - PORTO. No verso, para além da obliteração constante na frente, o postal apresenta ainda uma obliteração circular de favor (tecnicamente, diz-se que uma peça filatélica recebeu uma obliteração de favor quando não circulou, ou não está destinada a circular, por via postal), com a inscrição CTT / 14.JUN.78 /44.

 

Os CTT emitiram estes selos, um com o valor facial de 5$00 (cinco escudos; reproduzido acima, com uma tiragem de 5.000.000 exemplares) e outro com o valor facial de 20$00 (com uma tiragem de 500.00 exemplares), para comemorar os XIX Séculos do Município de Chaves (Aquae Flaviae). A circulação oficial deste selos, com design de Rosário da Silva (datas desconhecidas), decorreu entre 14 de Junho de 1978 e 31 de Dezembro de 1983.

 

´
publicado por blogdaruanove às 02:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


21
22
23
24

25
26
27
28


.pesquisar

 
blogs SAPO
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Blog Chaves faz hoje 13 a...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

. Coleccionismo de Temática...

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites