Segunda-feira, 6 de Março de 2017

De regresso à cidade

1600-27033-art (1)

 

 

 

´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:36
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Chaves de Ontem de de Hoje - Praça da República

Vamos mais uma vez para as imagens de ontem e de hoje de uma das principais praças de Chaves e também das mais interessantes – A Praça da República ou também popularmente conhecida pelo Largo do Pelourinho.

.

.

Se há praças com história, esta é uma delas. História que desde logo lhe é dada pela sua localização central e junto à rua principal da cidade e que, desde sempre, fez com que fosse uma das praças mais nobres de Chaves.

 

Hoje Praça da República, adivinha-se que nem sempre teve este topónimo. De facto assim é, pois o actual topónimo só foi possível após a implantação de República em 1910, aliás adopta este topónimo por proposta do Dr. António Granjo, logo em 13 de Outubro de 1910, três dias após a implantação da República. E se a República depôs  a monarquia, também depôs o topónimo existente na altura e por sinal bem monárquico, pois até essa data era a Praça D.Carlos I, ou seja a praça do Rei e, daí, também testemunhar a importância da Praça. Com certeza que ao longo dos tempos adoptou outros topónimos, mas faltam-nos as referências aos mesmos.

.

.

 

Também já aqui demos conta que a praça nem sempre foi assim tal como se apresenta nas fotografias de hoje.  Desde cemitério a praça do mercado, de largo do município a jardim, terminando num empedrado parque de estacionamento, já tudo foi um pouco.

 

E se esta praça desde sempre a conheço, também, como a praça das agências funerárias de Chaves, não deixou a ironia do destino de as ligar a um dos primeiros cemitérios de Chaves. O cemitério medieval, que de facto, foi nesta Praça durante longos anos, associado que estava (não às agências funerárias) mas à Igreja Matriz, que como sempre, tinham ligadas a si e implantados junto a elas e até dentro delas, os cemitérios.

.

 

.

Desconheço quando deixou de ser cemitério. Sei, isso sim, que a partir de certa data não faltaram destinos e obras no largo. Iniciou-se pela construção da famosa casa dos arcos onde funcionou a Câmara Municipal e outros serviços públicos durante muitos anos até que a construção se tornou obsoleta  para tantos serviços e a Câmara Municipal a abandonou para ocupar as actuais instalações do Palacete do Morgado de Vilar de Perdizes, em 1861. No entanto não seria ainda aqui o fim da casa dos arcos, pois ainda resistiu durante mais 60 anos até à sua demolição, a qual foi arrematada (por 50$00) em 1920.

.

 

.

Será só a partir desta data que a Praça ganhou a actual configuração, primeiro sem pelourinho, depois com pelourinho sem jardim, depois com várias versões de jardins para finalmente dar lugar ao actual empedrado que logo deu lugar a um parque de estacionamento. Hoje, embora já não seja parque de estacionamento, continua a desempenhar essas funções e, embora proibido, não há dia nenhum em que a praça não esteja compostinha com os seus popós.

.

 

.

Quanto às fotos de hoje, embora a primeira pareça bem antiga, são todas posteriores a 1920 e de entre elas a que se manteve mais tempo, é (a meu ver infelizmente) a praça actual, pois esta já existe desde 1970. No entanto, a minha imagem de eleição é a do postal sépia ou do postal a cores, aliás com o mesmo desenho da praça, e pela simples razão de a ter conhecido assim (inclusive com o carochinha vermelho lá estacionado) e de ter a oportunidade de na memória a poder comparar com a praça de hoje e com a foto de há uns dias atrás.

 

As fotos são apresentadas por ordem cronológica, sem certeza das datas certas, mas sabendo que todas elas são posteriores a 1920.

.

´
publicado por Fer.Ribeiro às 01:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Praça da República, Chaves, Portugal

 

.

 

Hoje apeteceu-me brincar um bocadinho com a Praça da República e com o pelourinho.
 
 Uma brincadeira inocente que não vai para além da fotografia, pois a realidade continua lá. Mas nem todas as brincadeiras à volta desta praça foram inocentes, pois conheço quatro ou cinco versões desta praça. Com casas na praça, sem pelourinho, com pelourinho e jardins, com pelourinho e jardim com bancos, sem bancos, com pelourinho e canteiros de jardim, e finalmente só com pelourinho. Nesta última versão (desde 1970) conheço-a com carros e sem carros. Actualmente sem carros, mas só teoricamente, pois rara é a hora do dia em que não há carros na praça e às vezes, até está a praça cheia deles. A verdade é que também não há muitos sítios disponíveis para os estacionar, mas isso, já são outras conversas.
 
A conversa de hoje é mesmo sobre a Praça da República, que sem dúvida alguma é uma das praças mais belas da cidade de Chaves. E já que falo em belas, claro que não as há sem um senão, e os senãos da praça actual são apenas dois: - um estaleiro que está lá implantado (pouco grave porque até é temporário, embora pudesse ter uma localização menos visível); e o outro é o casario da casa da palmeira (ou da D.Aparício), que ano após ano se vem degradando cada vez mais e está já em estado de meter dó. Faltam os tais incentivos para a recuperação do nosso património, ou então, alguém com dinheiro que compre e recupere aquele quarteirão que sem dúvida alguma é também um conjunto dos mais belos que temos na cidade. Vamos ver até quando, pois não tarda e começa a cair aos poucos.
 
Até amanhã, por aí na nossa cidade de Chaves.
´
publicado por Fer.Ribeiro às 02:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|  O que é?

.Fotos Fer.Ribeiro - Flickr

frproart's most interesting photos on Flickriver

.meu mail: blogchavesolhares@gmail.com

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


20
21
22
23
24

25
26
27
28


.pesquisar

 
blogs SAPO
ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

 

 

El Tiempo en Chaves

.Facebook

Fernando Ribeiro

Cria o teu cartão de visita Instagram

.subscrever feeds

.favorito

. Blog Chaves faz hoje 13 a...

. Solar da família Montalvã...

.posts recentes

. De regresso à cidade

. Chaves de Ontem de de Hoj...

. Praça da República, Chave...

.Blog Chaves no Facebook

.Veja aqui o:

capa-livro-p-blog blog-logo

.Olhares de sempre

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Add to Technorati Favorites