Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - S.Bento

04.12.05 | Fer.Ribeiro
1876-bl.jpg

Já sabem que de vez em quando tenho de ir até ao lado de lá do Rio.

Mais um regresso à minha infância.

A moradia reproduzida na foto é desde os meus primeiros anos de vida umas das mais belas moradias que conheço. Em miúdo passava quase diariamente por esta moradia (e todo o conjunto adjacente) com admiração, espanto e respeito. Ainda hoje a moradia é uma das mais belas que conheço e que continuo a olhar para ela com os mesmos olhos de puto.

Sempre conheci esta moradia e todo o conjunto existente (armazém, e casas do caseiro e das visitas) como “os Braguinhas”, ao que parece porque eram de Braga. Pouco mais sei. Sempre, em puto, conheci todo o conjunto desabitado. A não ser os caseiros e os filhos, na quinta e no “complexo” dos Braguinhas ninguém circulava. Embora isso, sempre foi bem tratado e cuidado, com belíssimos jardins e pormenores construtivos, então e ainda hoje, fora do comum. Com a implantação dos armazéns comerciais e a construção de um novo edifício, o conjunto foi desvirtuado, no entanto, o lado da rua desta moradia, mantém-se quase intacto, com a sua beleza inicial.

Pensava eu que o conjunto seria de autoria de um arquitecto com bom gosto. Ao que parece, o arquitecto autor do projecto foi um construtor civil de Chaves, que por sinal tinha muito bom gosto. Lamento, mas mais nada sei desse construtor civil, no entanto como conheço quem um dia o conheceu, oportunamente ser-lhe-á feita aqui neste blog a devida homenagem.

E não poderia terminar sem recordar aqui os gémeos “Caios”, filhos do então caseiro e meus colegas da escola primária, que na terminologia de hoje eram “uns granda malucos” no bom sentido, claro, que já se sabe que a colheita de 60, foi das melhores de sempre.

5 comentários

Comentar post