Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Vidago - Parque

14.11.06 | Fer.Ribeiro
parque-vidago.jpg

Rendo-me sempre à beleza, seja ela qual for. Rendo-me à beleza de uma mulher, de uma flor, de um poema, de uma imagem, de uma tela, da natureza e de tudo quanto é belo. O Outono tem desses momentos de beleza, breves momentos que não podem deixar de ser apreciados e partilhados.

No Parque do Vidago Palace Hotel estes momentos de poesia acontecem naturalmente e é naturalmente que religiosamente lá vou todos os Outonos, para não falar dos Invernos, das Primaveras e dos Verões, mas confesso, que é no Outono que a poesia atinge o orgasmo dos momentos singulares.

Num fim-de-semana de sofá, não se esqueça que Vidago fica aqui mesmo ao lado e que é lá que os nossos corpos se conjugam com a mais bela poesia – a natureza e o bem-estar – a mim faz-me bem, mas ainda mais importante que o fazer bem, é não ir sozinho – a beleza da poesia que lá se respira, tem de ser partilhada, com a namorada(o) com a mulher, com os filhos, com as mães, ou tudo junto. O importante é ir lá, receber e partilhar momentos singulares emq eu cada passo é um verso e cada momento um poema.

Eu bem vos dizia que hoje estava muito lamechas!

Até amanhã, de certeza em Chaves cidade.

3 comentários

Comentar post