Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Arra(baldes) de História

06.02.07 | Fer.Ribeiro

.

Eu sempre o disse aqui no blog (e não só) que nesta cidade de Chaves, no dobrar de uma esquina ou no abrir de um buraco, tropeçamos logo com um pedaço de história, no mínimo com umas centenas de anos, mas se o buraco for fundo, o mais provável é que a centena passe a milhares de anos.

 

Pois alguém teve a feliz ideia (eu já explico) de neste Arrabalde fazer um parque de estacionamento subterrâneo. Claro que arqueólogos, historiadores ou simples curiosos interessados bateram palmas e aplaudiram de pé. Um buraco no Arrabalde dava no mínimo direito a muralhas seiscentistas. Pois dito e feito, nas primeiras “escavadelas” começaram a aparecer logo os primeiros vestígios da muralha, mas ao que parece, no aprofundar o buraco, começou-se também a entrar na história milenária da nossa cidade, dizem! Os trabalhos ainda decorrem, pacientemente, como a arte de escavar recomenda.

 

Ao que parece também, perdemos um desejado e necessário parque de estacionamento, mas…ganhamos mais um pedaço de história. Haja agora a humilde inteligência, em quem manda e pode, de fazer deste espaço mais um museu vivo da nossa orgulhosa história.

 

Um bem-haja a que teve a feliz ideia de neste espaço pensar um parque de estacionamento subterrâneo, da minha parte até lhe perdoo os anos que pela certa este buraco irá estar aberto, desde que seja por uma boa causa.

 

E já agora que se fala de muralhas e de obras, é sabido que o Jardim Público está em obras e que sob ele também existiram muralhas. Não quero ser radical ao ponto de pôr também lá as muralhas à vista e destruir o jardim (se é que ainda resta alguma coisa das muralhas), mas seria interessante pelo menos que à superfície existisse uma reconstrução simbólica das ditas muralhas, com um desenho feito em pedra e integrado no futuro pavimento pedonal do jardim, pelo menos todos ficariam a saber que lá, em tempos, também houve muralhas e serviria com certeza para compreender imaginariamente as muralhas no seu todo. É tão fácil fazer história nesta nossa cidade! E nem é preciso saber, basta ter a inteligência de querer, reconhecer e saber explorar as potencialidades histórico-turísticas que a cidade e a região oferecem, com direito a banhos quentes medicinais e tudo…

 

E por hoje é tudo, amanhã cá estarei de novo com mais história ou estórias da nossa cidade de Chaves.

 

Até amanhã!