Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Uma questão de velocidades...

03.03.07 | Fer.Ribeiro

.

Estamos feitos de contradições e de velocidades. Somos um país da “rica” Europa industrializada e não passamos de um país terceiro-mundista disfarçados de ricos e transportados no carro vassoura dessa mesma Europa.

 

Algures nesta Europa prepara-se mais um lançamento de um satélite para o espaço, feito com a mais avançada tecnologia enquanto aqui as nossa terras são lavradas com um arado puxado por uma mula ou um cavalo à velocidade de dois ou três quilómetros por hora.

 

Vivemos numa Europa de contrastes que tem um Portugal de contrates também. Os de Lisboa, embrulhados em fatos lustrosos e decorados com gravatas de etiqueta italiana vêem em papeis, números e mapas um Portugal. Os de cá, com a sua lustrosa boina comprada aos ciganos da feira de Chaves ou Vidago, vão dizendo e vivendo um “ei” ou “ou”  à égua ou à vida, conforme lhes corre, ou não, às vezes até ao som de um simples caldo.

 

Contrates deste Portugal (des)igual, onde aqui se luta pelas batatas que um campo lavrado a dois quilómetros à hora irão dar, enquanto os de Lisboa planeiam TGV’s a centenas de quilómetros hora…  

 

Às vezes chego a acreditar que vivemos num país imaginário onde o futebol é rei, apenas para iludir e,  a nossa vida não passa de um triste fado onde orgulhosos se canta a nossa desgraça.

 

Até amanhã, por aí em mais uma fado.

 

1 comentário

Comentar post