Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Reflexos flavienses

06.03.07 | Fer.Ribeiro

.

Também tenho direito aos meus dias nim. Hoje vejo tudo ao contrário, real com toda a realidade possível, mas ao contrário e desvirtuado. Há quem lhe chame reflexos e claro que o são. Reflexos disto e daquilo, reflexos que espelham a realidade, uma realidade que com o passar dos dias esmorece, amolece, arrefece – é assim, nos dias nim, o que geralmente acontece.

 

Se calha nem é nim, nem sim, é antes pura raiva de ver que o reflexo que espelha a realidade, afinal não é reflexo e nada espelha, é antes a realidade dos dias.

 

Acho que hoje termino por aqui…………

 

Quanto às notícias e conclusões de reuniões sobre as urgências de Chaves, disseram-me ao ouvido que o povo se deve manter sereno, dizem que vão levar propostas ou contrapropostas para Lisboa, por auto-estrada, a mesma que foi feita para tudo levar e nada trazer.

 

Fico mesmo por aqui…. no post e na terrinha, que remédio, contrariado, zangado mas com a serenidade que o momento recomenda…………veremos!

 

Ah! E vou mantendo a velinha acesa, com a “vontade” que me dizem que devo ter.

 

Só mais um aparte, pois segundo apurei, dizem que alguém disse na reunião da noite passada, que quem vai “comandar” o Centro Hospital de Vila Real é precisamente um dos elementos da comissão que dita a retirada das urgências de Chaves. Diziam eles (os da comissão) que o relatório tinha sido feito de borla! A ser verdade, nota-se.

 

Viva o nacional porreirismo (dos gajos porreiros – claro), os compadres, as cunhas, cunhados, filhos e enteados…agora definitivamente termino……….porque além de chateado, em dia nim, começo a ficar zangado e de nada me vale ou adianta, que tal como na tropa, o que convém é mesmo estar alinhado, na formatura, claro.

 

Acho que o melhor é mesmo dar outra olhadela às brincadeiras do Gato Fedorento, pelo menos aí ainda vamos rindo com as nossas desgraças!

 

Até amanhã, como sempre por aqui, em Chaves.

 

3 comentários

Comentar post