Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves de Chaves Rural

21.04.07 | Fer.Ribeiro

.

 

Enquanto que no “nosso” mundo “civilizado” (!?) andamos preocupados em preservar os nossos haveres, identificações e o nosso ser com códigos de 4, 6, 8 dígitos, numéricos e alfanuméricos, com palavras passe, passwords, reconhecimentos bio-métricos digitais e da retina, assinaturas digitais, confirmações por mail e sms e toda uma série de complicações com recurso à informática e à net que tanto nos tem formatado as cabeças, aqui mesmo ao lado, no nosso concelho rural e nas nossas aldeias, basta perguntar-mos pelo nome de alguém para nos ser oferecida toda a sua biografia e, é com “chaves” como a da imagem, que guardam os seus haveres. Ah!... e não precisam dos computadores para abrir estas “chaves”, os mesmos que nós julgamos indispensáveis
 
Porque será que “nós os civilizados” da cidade complicamos tanto!?
 
Já agora que entrei nesta complicação e nos conflitos de identidades, aqui ficam meia dúzia de palavras que convém não esquecer para quem tem andado em demasia agarrado ao computador e à civilização (apenas meia dúzia delas):
 
- Engaço;
- Carabunha;
- Argana;
- Retouta;
- Esbarrondar;
- Garbanço ou grabanço
 
Se as reconheceu a todas, parabéns, ainda é flaviense deste concelho rural e um “home ou Maria deste pobo”.
 
Até amanhã, por aí no nosso pobo!

6 comentários

Comentar post