Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - Praça de Camões - a principal.

20.07.07 | Fer.Ribeiro

Praça de Camões

 

.

 

Houve um tempo em que eu dizia que era obrigatório passar todos os dias pelo Jardim das Freiras e durante longos anos, assim foi, não só pela questão de ser ou não jardim, mas pelo Liceu (durante o período de aulas) e também porque as Freiras eram o ponto de encontro e de convívio de todos os flavienses (anos 60,70 e ainda 80), para além dos Bombeiros (de baixo) e da GNR terem sede no local.  
 
Tive assim o meu tempo de juventude ligado às Freiras, precisamente o tempo que mais marca e que é sempre recordado com (pelo menos) o esboço de um sorriso nos lábios, por isso custou tanto assistir à sua morte. Tempo de juventude também que pouco mais me permitia ver para além das Freiras e em que as restantes ruas e praças apenas serviam de passagem ou para nos levar até… e ignorava tanta preciosidade, pormenores e autênticas maravilhas que o nosso Centro Histórico nos oferecia e tem para oferecer.
 
Há dias andei para aqui às voltas com as 7 maravilhas de Chaves e de entre as maravilhas mais votadas, eleitas e não eleitas, quase todas elas se concentravam à volta das nossas monumentais praças de Camões e da República. O pelourinho, a Igreja da Misericórdia, a Igreja Matriz, o Antigo Hospital, o Edifício da Câmara, o Edifício do Duque de Bragança (museu Municipal), a Capela da Stª Cabeça e todo o casario que pode também estar personalizado no Centro Histórico. A par das nossas 7 maravilhas (que até são 8), este conjunto das duas praças são sem dúvida mais uma das maravilhas de Chaves que fazem a delícia de qualquer visitante e turista.
 
A Praça de Camões, pelas mais variadas razões políticas e históricas, é assim a praça principal da cidade, aliás era este mesmo o nome que teve (Praça Principal) até ao ano de 1880 em que sob proposta do então Vice-Presidente da Câmara (Luís Paulino Teixeira) por ocasião do tricentenário de Luís de Camões, propôs à Câmara da então Vila de Chaves a mudança de nome. Não contesto o actual nome da Praça, até porque feitas as contas já tem este nome há 126 anos (respeito), mas bem que podia continuar a ser a “Praça Principal”, porque o é de facto.
 
Só a título de curiosidade, antes de se chamar Praça Principal teve ou era conhecida pelo nome de Toural  ou Toural das Ollas, pelo menos é essa a referência feita por Tomé de Távora e Abreu, em 1722/23, nas Notícias Geográficas e Históricas da Província de Trás-os-Montes. Como segunda curiosidade, popularmente (hoje em dia) é também conhecida por Largo da Câmara ou do Município, embora este último seja o topónimo do Largo das traseiras da Câmara.