Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

16
Set05

Chaves - Painel de Azulejos da Buvete das Caldas

1565-bl.JPG
Antes da actual buvete, existiu uma outra bem interessante, que foi demolida em meados do século anterior. Mas isso são coisas do passado e do Chaves Antiga. Quanto à nova buvete, que considero de uma arquitectura generosa, tem um painel de azulejos que sempre achei interessante. Felizmente que se recuperaram agora (com as obras da envolvente) alguns dos azulejos deteriorados.

A minha proposta fotográfica de hoje é precisamente parte do painel de azulejos da buvete das caldas. Painel que vale a pena ver bem de perto.
15
Set05

Chaves - Espaço envolvente das Caldas

1412-bl.JPG
Eis o novo visual do espaço exterior das caldas de Chaves, precisamente do local, onde depois de uma boa jantarada é obrigatório passar para ajudar à digestão.

A nova arquitectura pelos vistos é assim, espaços amplos, abertos, com ar limpo, elementos a marcar a diferença, como o vidro ou o metal (alumínio escovado parece estar na moda) mas pouco verde. Pode ser que tenham razão, eu pessoalmente, embora até nem desgoste do novo estilo, acho que um pouco de verde também não lhe ficava mal. Mas quem sabe, sabe e a nós resta-nos apreciar ou criticar. Mas uma coisa vos digo. A água que ali brota ainda é a mesma, quentinha (73º) e ainda há muita gente que não pode passar sem ela, quer seja depois de uma boa ou má refeição. Água milagrosa que dá par tudo, nem que seja só para dois dedos de conversa.
14
Set05

Stª Maria Maior

361-bl.JPG
Esta é a imagem de Stª Maria Maior que dá nome à freguesia mais importante da cidade - a Freguesia de Stª Maria Maior.

É uma imagem discreta, que passa despercebida à maioria das pessoas, muito por culpa da sua localização, onde só os conhecedores ou observadores mais atentos são pela sua presença.

A imagem está embutida na parede posterior da Igreja Matriz, bem lá no alto. Se passar por lá, e ainda nunca reparou, repare, que o pormenor vale a pena ser observado.

Fernando DC Ribeiro
13
Set05

Chaves - Praça de Camões e Ed. da Câmara Municipal

257-bl.JPG
A menos de um mês das eleições autárquicas, eis a "santa casa" que todos os candidatos querem conquistar. CDS, CDU, PS e PSD são os quatro partidos concorrentes no concelho de Chaves. Pelas ruas, jardins e varandas da cidade já todos os candidatos "dão" a sua cara, quer para a Presidente da Câmara, quer para Presidente da Junta.

A campanha já está na rua, nas conversas de café, nos blogues e por tudo quanto é sítio. Uns mais inflamados que outros, há opiniões e preferências para todos, claro que para uns mais que para outros. É a democracia, e ainda bem que ela existe. É precisamente com o voto a que cada um de nós tem direito, que se vai decidir afinal quem fica com a "Santa Casa".

Para já fica o foto.

Em Outubro pode ser que vos diga quem é o novo inquilino.
12
Set05

A Ponte Pedonal sobre o Tâmega

ponte.jpg
Ainda há dias, a respeito das 3 pontes de Chaves sobre o Rio Tâmega, falava-vos de uma 4 ponte pedonal que estava em projecto ou pelo menos pensada. Eis a maqueta da dita ponte, retirada de um panfleto publicitário do POLIS.

Inicialmente pensada para ligar os dois jardins mais importantes da cidade (jardim do Tabolado e Jardim Público), hoje (ao que consegui apurar) a sua localização situar-se-á entre os dois jardins, ou seja do actual parque de estacionamento (na traseiras da Pensão Costa- margem direita) para as hortas (da antiga Quinta do Dr. Castro - margem esquerda). Claro que isto implicará por um lado a expropriação das hortas da margem esquerda do rio e por outro, o arranjo dessas mesmas margens. Quem manda lá saberá, por mim, vou publicando post’s e algumas fotos cá da terrinha enquanto isso não acontece. Para já fiquem com a maqueta.
10
Set05

Chaves - Museu Vivo dos Jardins do Castelo

698-bl.JPG
Dia após dia é o mesmo dilema – Hoje que foto vou publicar!?

Bom hoje resolvi bem o assunto. Pedi ao meu puto para escolher a foto. Escolheu esta, que retrata uma peça de guerra que faz parte integrante do museu vivo dos jardins do castelo.

Mais uma vez digo que é um dos espaços mais visitados e também mais interessantes da cidade de Chaves. Para quem é da cidade, é um espaço que existe e mais nada. Estamos tão habituados a conviver com ele, que nem lhe ligamos. Para quem não é da cidade e o descobre, visita-o, aprecia-o e, acho eu, que sai de lá satisfeito com o que vê. É portanto um jardim/museu que recomendo a todos que não o conhecem, e chegados lá aproveitem e visitem o Museu Militar dentro da Torre de Menagem, o Museu Municipal, o edifício da câmara municipal, a Praça de Camões, as igrejas Matriz e da Misericórdia, o Pelourinho, a Praça da República, o Antigo Hospital e o restante Centro Histórico. Parece muito, mas não é, fica tudo num raio de 100 metros.

E por hoje já está. Até amanha!
09
Set05

Chaves - Madalena - Campo da Fonte

1355-bl.JPG
Eis a fonte que segundo suponho dá o nome ao bairro do "Campo da Fonte". E realmente quem conheceu este espaço há duas dezenas de anos atrás, era um campo com uma fonte ao meio, muitas árvores, alguns acampamentos de ciganos e o bairro ao lado. Foi um espaço que desde miudo me lembro de estar sempre abandonado. A própria fonte que se ve na foto era depósito de lixo e outras porcarias. Como espaço público que era, com o tempo deu lugar à construção de instituições públicas. O Edifício dos Serviços Agrícolas apareceu primeiro para recentemente dar lugar a um novo edifício, o novo quartel dos Bombeiros Voluntários Flavienses. Fez-se um pequeno arranjo do espaço envolvente e da fonte. Poderia ser um espaço verde devidamente tratado, mas na ausência de melhor, serve como está, principalmente porque os espaço ficou quase na íntegra destinado aos Bombeiros e acabou-se de vez com a lixeira que por lá reinava.
09
Set05

Chaves - Rua Verde

1517-bl.JPG
Enquanto a festa de Outeiro Seco ainda decorre, regressamos à cidade, mais precisamente à Rua Verde onde a festa é feita à porta de casa, com a música dos canários pendurados e os jardins possíveis na via pública. Ainda há vida nestas casas que teimam em não se render ao poderio imobiliário. Entretanto, enquanto não se rendem, temos música garantida, basta passar por lá.
08
Set05

Festa de Nª Srª da Azinheira – Outeiro Seco

o-seco.jpg
No meu tempo de puto não havia discotecas, nem bares com música ao vivo, nem espectáculos de rua ou concertos de grupos musicais. Os “divertimentos” ou passa tempo nocturno durante quase todo o ano aconteciam nos cafés da cidade ou nas tabernas dos arredores e das aldeias, só até às 10 da noite. Claro que de verão havia as verbenas na cidade e as aldeias tinhas as suas tradicionais festas, que ainda hoje se mantêm na sua maioria.

Uma das festas tradicionais que desde sempre me lembro é a de Outeiro Seco em honra da Nossa Senhora da Azinheira. Lembro-me dela pela proximidade da cidade e por ser a festa que encerrava o ciclo de festas mais populares. Ainda hoje acho que assim acontece e todos os anos no dia 8 de Setembro.

Hoje mantém-se a tradição mas já não são bem como antigamente em que a banda e a procissão tinham o papel principal. Hoje além da banda há conjunto e muito fogo de artificio, aliás é aqui que as festas e as aldeias se rivalizam. A de Outeiro Seco costuma rivalizar com Vila Verde da Raia, talvez pela proximidade das aldeias e pela proximidade de datas em que as duas festas se realizam.

Para mim, pessoalmente, desde que haja música e foguetes no ar, é festa! Embora já não traga comigo o calendários das festas (como acontecia quando rondava os meus 18 anos) ainda me vou lembrando de algumas, mas só isso, que agora ou não há tempo, ou não há disposição ou há um qualquer impedimento que não me permite ir a festas e romarias… mas às vezes tenho saudades!
07
Set05

Chove em Chaves

1680-bl.jpg
Hoje a fotografia tinha de ser molhada. Boas notícias, mesmo para quem não gosta de chuva, é que chove a bom chover em Chaves. Acabam-se os incêndios e também se anuncia o fim do verão. Mas não faz mal. Que chova!

A foto é dos jardins do Canto do Rio, que a partir de hoje com as chuvas (o rio) também deixa as suas tonalidades de verde que já incomodavam. Ao fundo, a custo, está a nossa querida Ponte Romana, que insiste em estar alí há 2000 anos. Já agora, a temperatura exterior neste momento é de 15ºC.

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Relatório só após a conclusão das obras, ainda a d...

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    FB