Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

22
Out05

Chaves - Rua de Stª Maria

1809-bl.jpg
Como é fim de semana, vai mais um post. A Rua de Stª Maria, desde sempre conhecida pelo Antigo Pasteleiro, onde, há anos, era obrigatório comer os pasteis de Chaves. Hoje já os há, com fabrico próprio ou não, por toda a cidade e até fora dela, mas houve um tempo em que falar de pasteis de Chaves era falar no antigo pasteleiro, logo pela manhã, com um copinho de vinho branco.

É uma Rua, ao contrário de muitas do centro histórico, que ainda vai tendo alguns residentes e vida nocturna. Tudo fruto de alguns bares lá instalados que chamam a juventude estudantil da noite.
22
Out05

Miniaturas de Mário Valpaços

valpacos3.JPG
Tal como prometido, aqui fica mais uma das muitas miniaturas de Mário Valpaços, em exposição patente ao público até 11 de Novembro.

Os lugares mais típicos da cidade estão lá representados, não faltando os pormenores e a vida dos lugares representados. O "arranjador" de telhados, a roupa a secar, a vendedora, as freguesas, nada falta.

Quanto à organização da exposição, embora de parabéns, há mais um pequeno reparo a fazer - o horário: de Segunda a Sexta das 9H00 às 12H30 e das 14H00 às 17H30. Ou seja, quem trabalha, não poderá ver a exposição, e é pena.
22
Out05

Miniaturas de Mário Valpaços

valpacos2.jpg
Na continuação do post anterior e durante o período que a exposição estiver patente ao público, vamos dar a conhecer algumas das miniaturas expostas.

A foto desta miniatura é dedicada a um amigo deste blog e flaviense ausente.

E não esqueça, a exposição estará patente ao público até dia 11 de Novembro no espaço ADRAT em Chaves.
22
Out05

Mário Valpaços, um artista flaviense

valpacos1.jpg


Mário Manuel de Jesus Valpaços, Nasceu em Chaves a 2 de Dezembro de 1949.


Actualmente é miniaturista e poeta, actividades estas que veio a descobrir, estando ele adoentado e impossibilitado de praticar a sua actividade de pintor de construção civil.


Sentindo saudades da sua profissão, ocorreu-lhe construir uma casa em miniatura, gostou do que fez e logo essa deu início a muitas outras obras.


A faceta de poeta foi descoberta anos mais tarde. A solidão em que vivia fez com que sentisse necessidade de falar do seu dia-a-dia, dos seus lamentos, das suas alegrias... nascendo assim o poeta. (...)


Desde 19 de Outubro e até 11 de Novembro, estará patente ao público no espaço ADRAT a exposição de dezenas de miniaturas deste flaviense.


Não perca a oportunidade e vá até lá, porque vale a pena, não só pelas miniaturas, mas também pelos pormenores constantes em cada miniatura e algumas notas do autor. A não perder. Espante-se com a arte deste artista flaviense.


Parabéns ao artista e à ADRAT pela promoção desta exposição. Só há um reparo a fazer: Esta exposição merecia um catálogo.

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB