Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

23
Mai10

Mosaico da Freguesia de Stº António de Monforte

 

 

.

Localização:


A 12 km da cidade de Chaves, a Nordeste desta e próxima da raia e do limite do concelho,  situa-se no início do grande planalto da montanha mas ainda na encosta da serra com vistas para o grande vale de Chaves.

 

Confrontações:


Confronta com as freguesias de Lamadarcos, Mairos, Paradela de Monforte, Águas Frias, Stº Estêvão e Vila Verde da Raia.

 

Coordenadas: (Átrio da Igreja de curral de Vacas):


41º 47’ 58.83”N

7º 23’ 10.87”W

 

Altitude:


Variável – acima dos 450m e abaixo dos 650m

 

Orago da freguesia:


Stº António

 

Área:


10,31 km2.

 

Acessos (a partir de Chaves):



– Estrada Nacional 103-5 (até Vila Verde da Raia) e E.M. 502 a partir de Vila Verde da Raia.

 

.

 

.

 

 

Aldeias da freguesia:


- Curral de Vacas

- Nogueirinhas

 

População Residente:


Stº António de Monforte só foi constituída como freguesia em 1960. Assim, só existem dados dos últimos quatro Censos.

 

Em 1970 – 561 hab.

 

Em 1981 – 604 hab.


Em 1991 – 509 hab.


Em 2001 – 509 hab.

 

.

.

 

Principal actividade:


- A agricultura.

 

Particularidades e Pontos de Interesse:


 

Tal como já atrás se referiu a freguesia de Stº António de Monforte é de formação recente, só existindo como tal desde 1960, pois até aí, as aldeias de Curral de Vacas e Nogueirinhas pertenciam à freguesia de Águas Frias. Manteve no entanto a ligação às terras de Monforte, pelo menos no nome da freguesia, acrescentando ao seu orago (StºAntónio) o nome de Monforte, indo beber à origem da época medieval a denominação do território paroquial da terra e Julgado de Monforte de rio Livre.

 

.

.

 

Dado nas redondezas da freguesia existirem vários povoados castrejos, pensa-se que as terras da freguesia tenham sido povoadas desde então, no entanto, como testemunho de povoamento antigo existe apenas uma ara da romanização, invocando a divindade indígena Larocus (ou Laraucus) relacionada com a Serra do Larouco, que aliás é avistada  desde terras da freguesia.

 

A freguesia é composta por duas aldeias: Curral de Vacas e Nogueirinhas.

 

Nogueirinhas é um pequeno lugar, muito bucólico até à construção da Barragem, mas que com a construção desta e da estrada de ligação de Curral de Vacas a Stº Estêvão, perdeu o romantismo do bucólico, ganhando em olhares de descoberta. Continua a ser um pequeno lugar, suponho que no máximo com meia dúzia de famílias, mas nem todas residentes. Pequena, mas possui uma capela, também pequena mas muito interessante e que quis o destino do traçado da nova estrada, que ficasse de costas voltadas para ela.

 

.

.

 

Curral de Vacas, que muitos residentes se orgulham do topónimo, é geralmente apresentada com o nome da freguesia, ou seja, como Stº António de Monforte. Para mim e também na documentação que possuo, é o topónimo de Curral de Vacas que continua a constar como sendo uma aldeia da freguesia de Stº António de Monforte. Não quero meter a foice em seara alheia, mas penso que o topónimo Curral de Vacas é bem mais interessante e com fundamento que o liga à sua história antiga, do que o de Stº António de Monforte. Mas como disse, a seara é alheia e isto são coisa dos residentes, para mim, Curral de Vacas são como o Jardim, agora Largo das Freiras que bem o podem apelidar oficialmente de Praça Gen. Silveira, mas continuarão a ser sempre as Freiras.

 

.

.

 

Curral de Vacas, ao contrário das Noguerinhas, é uma grande aldeia, com um grande largo, Igreja, capela e cruzeiro, forno comunitário e tanque público, dois cafés e, sempre, muita gente na rua. É uma aldeia com vida, a qual talvez se deva às vistas privilegiadas sobre o Vale de Chaves, a proximidade da cidade mas também ser uma aldeia de passagem para outras aldeias e freguesias importantes, como Mairos e Paradela de Monforte, mas também para Travancas, S.Cornélio, Argemil e freguesia de S.Vicente da Raia.

 

Stº António de Monforte é uma freguesia interessante que merece sempre uma visita, não só às suas aldeias como também à barragem de onde se avistam terras de Monforte mas também a cidade de Chaves. Um passeio de fim-de-semana com entrada por Vila Verde da Raia e saída por Stº Estêvão, recomenda-se sempre.

 

De lamentar na freguesia, só mesmo a ausência dos seus afamados “Autos da Paixão” que tão boas memórias deixa no passado da freguesia.

 

 

.

.

 

 

Linck para os posts neste blog dedicados às aldeias da freguesia:

 

- Curral de Vacas

 

- Nogueirinhas

 

 

Curral de Vacas na blogosfera:

 


- http://curraldevacas.blogspot.com/

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

15-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      aldeia mais linda portugal

    • Anónimo

      Felizes são vocês , da minha sempre querida Chaves...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo seu comentário, de facto o Barroso é...

    • Fer.Ribeiro

      A história da nossa cidade de Chaves é muito simpl...

    • Bete do Intercambiando

      Mil desculpas pelo erro. Depois que enviei a mensa...

    FB