Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

24
Nov10

Notícias

 

 

.

 

ALTERAÇÃO DAS FEIRAS SEMANAIS EM DEZEMBRO


 

O Município de Chaves, a título excepcional e a pedido da Associação de Feiras e Mercados da Região Norte, manterá a realização da Feira Semanal e Mercado Municipal nos próximos dias 1 e 8 de Dezembro, apesar de estes dias serem feriados nacionais.

.

 

 

 

.

Manifestado o interesse de todos os comerciantes envolvidos, e tendo em conta o facto de estes feriados potenciarem o consumo, dada a proximidade das festas natalícias, havendo pois um maior afluxo de população, o Município pretende com esta alteração contribuir para minorar as dificuldades económico-financeiras do sector empresarial em causa.

 

No que diz respeito à Feira do Gado, a realização desta, no Mercado do Gado, será antecipada para o dia 30 de Novembro, bem como o dia 7 de Dezembro, conforme o previsto no regulamento do Mercado Municipal de Chaves.

.

 

 

 

.

Adesão à greve na Câmara de Chaves rondou os 17%


Em Chaves, a adesão à greve geral de 24 de Novembro contra as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo quase não causou transtorno. Na Câmara, a taxa de adesão rondou os 17%, mas a Biblioteca Municipal esteve fechada

 

A greve nacional que paralisou transportes, escolas e serviços de saúde de todo o país no passado dia 24 de Novembro teve uma adesão pouco significativa no concelho de Chaves. Na Câmara Municipal, 84 funcionários num universo que ultrapassa 500 trabalhadores aderiram à greve, informou fonte do departamento de Administração Geral da autarquia. Um número apurado ao final do dia 24 de Novembro, que podia ser superior tendo em conta que não foram contabilizados os trabalhadores do período nocturno, nomeadamente na recolha de lixo e limpezas.

 

Ainda assim, a Biblioteca Municipal de Chaves não abriu portas, já que os 15 funcionários estiveram em greve. De resto, nenhum funcionário do Gabinete de Apoio à Presidência aderiu à greve geral, mas 13 funcionários do departamento de Administração Geral e 13 dos Serviços Operativos aderiram. No departamento sociocultural e no de planeamento, houve 9 grevistas em cada e 7 no de Abastecimento Público. Contudo, a mesma fonte da autarquia garante que a adesão à greve “não causou transtorno no normal funcionamento dos serviços camarários” e “o atendimento público não saiu prejudicado”.

 

No Tribunal de Chaves, oito funcionários judiciais num universo acima de 20 aderiram à greve, mas nenhum serviço foi encerrado e a actividade do tribunal decorreu “normalmente”. Mesmo com uma adesão de 50% no turno da manhã, o Hospital de Chaves funcionou com relativa normalidade. O mesmo se passou no Centro de Saúde nº1 e nº 2 de Chaves, com adesões à greve geral quase nulas.

 

Embora a nível nacional o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, tenha destacado tratar-se da maior adesão de sempre dos professores a uma greve geral, em Chaves as aulas decorreram normalmente. No concelho, só a escola de Vidago encerrou portas. A rede de transportes urbanos de Chaves funcionou a 100%, ao contrário do Estabelecimento Prisional de Chaves e do balcão da Raposeira da Caixa Geral de Depósitos, onde a adesão foi quase 100%. De acordo com os sindicatos da CGTP e UGT, três milhões de trabalhadores portugueses fizeram greve (75%) a 24 de Novembro, mas o Governo contrariou esta dimensão ao avançar uma taxa de adesão inferior a 30%.

 

Sandra Pereira

 

 

24
Nov10

Sem feijoada mas com greve geral

 

 

.

 

O tempo horário sempre nos atraiçoa, fica curto demais para podermos viver uma vida a tempo inteiro… mas que podemos fazer, contra horas e relógios não há luta possível, vencem sempre, nunca param.

 

Tudo isto para vos dizer que gostaria de confeccionar por aqui mais uma feijoada das quartas-feiras, bem condimentada, até tinha os ingredientes mais ou menos preparados, mas hoje não vai ser possível. Ficamos com uma refeição ligeira, aliás até é bom se nos formos habituando a elas, pois parece que tudo fazem para que elas entrem no ritual das refeições, ou na nossa roda alimentar, não por gosto, mas porque a tal lá iremos sendo obrigados.

.

 

 

.

Além de mais hoje também vou ser breve, aliás nem deveria vir aqui, pois estou em greve, mais uma, daquelas que nada vai adiantar, pois os números oficiais de logo à noite vão ser os dos sindicatos a apontarem os noventa e tais por cento, um sucesso e o governo a vir com o seu discurso adivinhado de que os portugueses compreendem o momento de crise e estiveram  solidários com o governo, mostrando a sua fraca adesão que fica sempre aquém dos cinquenta, se não andar pelos vinte ou trinta por cento. Seja como for, Portugal está em greve geral e só isso, a união dos sindicatos, já por si mostra o descontentamento da grande maioria dos portugueses. Começa-se a compreender finalmente que não são os funcionários públicos os culpados da crise, os maus da fita, afinal, os culpados são sempre os mesmos - os políticos e as suas políticas.

 

Mas politiquices à parte, ficam duas imagens da terrinha, também poucas, mas não é por causa da crise… é do tempo.

 

Até amanhã, com um homem sem memória.

 


 

 

24
Nov10

Crónicas Ocasionais - Malguinha de consolo

 

 

.

 

“malguinha de consolo”

 

 

Os CONVÍVIOS da BLOGOSFERA FLAVIENSE estão a constituir-se como importante acontecimento Regional.

 

A adesão da “LUMBUDUS”e de «astros» de outras Blogosferas vizinhas e amigas ditará que os próximos sejam titulados :


 

-  “CONVÍVIOS da  BLOGOSFERA da NORMANDIA TAMEGANA

(BOTICAS, CHAVES, MONTALEGRE, VALPAÇOS e VERIN) ,

ARTISTAS e «artistolas» LUMBUDUS & AMIGOS”.



Do Jantar avantajado com passagem obrigatória pela “Fonte dos milagres”, passou-se para passeatas cada vez mais alargadas, com Jantares reforçados, e já se vai em expedição , ora «Embaixada», ora  excursionista, com merendola a fazer de Jantar, Ceia e Sobre-Ceia.

.

.

Bem, daqui a nada há que instalar consulados, para organização dessas autênticas cimeiras nos Equinócios, nos Solstícios, e nas datas intermédias mais dignas dessas concentrações.


A História, a Geografia, a Arte sentem-se felizes pelo interesse e reconhecimento que estes expedicionários lhes concedem.


Ao colo delas, a Física, a Geometria, a Biologia, a Sociologia e a Filosofia, regalam-se com os mimos que para elas são os nossos olhares, as nossas falas, as nossas atenções, e os retratos que lhes tiramos.

E até a Música nos presenteia com Calíopes, Thálias e Euterpes!


E, no regresso a casa, o coração do Homem traz consigo um malguinha de consolo.


Valle-Paços  mereceu bem a nossa caminhada

A vida vale a pena ser vivida.


Luís Fernandes

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

15-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    FB