Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

11
Dez10

Dar pérolas a porcos…ou será ração!?


 

No meio de tanta desgraça e miséria, más notícias da crise económica, financeira e política, sim política, porque também ela está em crise e povoada de políticos pavões e incompetentes nos quais já ninguém acredita (exceptuam-se os compadres, interesseiros, os coitados das palas e os inocentes)…mas ia dizendo que no meio de tanta miséria, às vezes há boas notícias, ligadas a coisas boas da nossa terra e a gente que trabalha, mesmo contra ventos e marés.

 

 

Há dias, por altura do encontro de blogues que ocorreu em Valpaços, eu, no post dedicado às conclusões do encontro dizia a determinada altura:

 

“De seguida, partida para Sonim, com visita às casas senhoriais e às suas “catedrais”, começando na adega de Fernando Pessoa “Encostas de Sonim” passando depois para a adega do “Xalana” onde a sua mono casta de touriga nacional “Casal Faria” quase nos surpreendia, mesmo aos que já conheciam as qualidades do liquido do Deus Baco ou Dionisios (se preferirem) das terras de Sonim. Pois mesmo conhecendo-lhe as qualidades ou apenas a fama, a verdade é que poder provar aquele precioso liquido na sua adega de origem, tem sempre outro sabor além de ninguém lhe poder tirar a qualidade que está a par dos melhores vinhos que se produzem em todo o nosso Portugal. É com agrado que vou registando também esta nova forma de personalizar o vinho, com marca do produtor, vinhos de qualidade e com um design de apresentação atraente e feito com profissionalismo. Uma forma a acarinhar pelos responsáveis da promoção de toda esta região do Alto-Tâmega e de Trás-os-Montes pois também nós temos uma palavra a dizer nos vinhos que por cá se produzem com lugar garantido no quadro de honra dos melhores vinhos portugueses.”

.

 

 

 

.

Não sou especialista em vinhos nem tenho conhecimentos nem a linguagem técnica de quem percebe, mas sei quando um vinho é bom e, sempre que tenho a honra de beber um bom vinho, faço-lhe o devida vénia e o respectivo elogio e por isso nada me admira que esses vinhos de que às vezes aqui falo, vão por esse Portugal e mundo fora e recebem prémios e os mais rasgados elogios de quem verdadeiramente percebe desse precioso líquido.

 

Já em tempos fiz aqui um elogio e até dediquei um post ao vinho da Quinta de Arcossó e por isso tinha de fazer o mesmo à mono casta do “Xalana”, o tal da touriga nacional que dá pelo nome de “Casal Faria”. Bem mas tudo isto para vos dizer que nada me surpreendeu que estes dois vinhos fossem mais uma vez notícia com merecido destaque na revista Fugas do passado Sábado 4 de Dezembro e, por alguém que percebe de vinhos e que aponta como um dos projecto mais interessantes, precisamente o vinho da Quinta de Arcossó.

.

 

 

.

Seria bom que os nossos políticos e aqueles que supostamente deveriam promover a região e o turismo pusessem os olhos nestes exemplos, pois são exemplos das potencialidades que a nossa região tem, ou sejam, as coisas boas da terra e a ela directamente ligadas. Só um cego é que não vê que é por aí que temos que ir, mas numa estratégia conjunta e concertada com toda a nossa região, pois convenhamos que embora as coisas que se vão fazendo aqui à volta nas feiras e feirinhas tenham o seu interesse, são pontuais e localizadas num dia ou dois do ano, e depois convenhamos que comer um almoço com boa vitela barrosã com fumeiro de uma qualquer das nossas aldeias sem ser regado com um bom azeite de Valpaços ou Mirandela acompanhado de uma boa couve da veiga de Chaves ou Vila Pouca regado com um bom tinto da Quinta de Arcossó ou do Casal Faria seguido de uma compota de castanha da Padrela ou de cabaça da aldeia com um queijinho do monte e tudo abafado com uma aguardente das Eiras doce ou não sem esquecer as entradas prévias de presunto de Chaves ou antes ainda um pequeno almoço dos nossos com pastel de Chaves ou Folar de uma aldeia - não é nada. Mas, juntamos tudo isto à mesa, que é nosso e está à mão de semear, tem que se lhe diga e se formos teimosos, temos que estar de manhã em Chaves para o pastel, ir a Valpaços buscar o azeite, na vinda recolher as couves, dar um pulo a Arcossó por causa do vinho, esperar pelo fumeiro de Fevereiro em Montalegre, pelo porco da semana seguinte de Boticas aguardar pelo folar da Páscoa em Valpaços, entretanto, para passar o tempo, em Chaves há sabores & saberes de Penafiel  e outras bandas, além de se poderem programar visitas guiadas à alta tecnologia instalada nas indústrias do parque empresarial, comprar qualquer coisa em grande no MARC com todo o apoio da plataforma logística do Sócrates e afins, ali mesmo ao lado,  além de outros espaços reservados a outras coisas…

.

 

.

 

Havia um slogan após a revolução de Abril que dizia “A União Faz a Força”, claro que na altura era de outras uniões que se falava, mas o slogan não deixa de ter sentido e razão mas, para fazer sentido por cá, tinha que haver inteligência e um verdadeiro vestir a camisola das coisas nossas, na mesma equipa de promoção daquilo que temos de bom e do melhor que há e, até nem é preciso inventar nada, basta que façam como de costume, ou seja, ir copiar lá fora aquilo que se faz bem, mas apenas os métodos, que o resto temos nós por cá. Perguntem ao Amílcar Salgado ou ao “Xalana” como é que a qualidade se faz, e tal como eles a conseguem nos vinhos, podem ser conseguida nas outras coisas boas que temos…mas com muito trabalho e inteligência… mas o burro até sou eu em andar para aqui a gastar o que resta do latim e dar pérolas aos porcos quando eles só gostam de bolota (agora até acho que é ração). Enfim, e com esta me vou…  pois por falar em recos, vou à deita, pois logo pela manhã há matança na Abobeleira.

 

Então, para terminar, viva o Vinho da Quinta de Arcossó e o do “Xalana” – (Casal Faria) de Sonim,  que “tamém era muinto bô” e se não falo de outros é porque os não conheço, mas aceito um convite para os provar.

 

Claro que as fotos de hoje são das nossas aldeias onde o vinho é bom

 

Um abraço.

 


Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

15-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    FB