Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

12
Fev14

Chá de Urze com Flores de Torga - 23

 

Depois do mito de Camões e tudo que ele significa para alimentar o sebastianismo português e a utopia do quinto império, depois do universalismo de Fernando Pessoa , da descoberta da sua obra e da sua pluralidade de heterónimos e da sua internacionalização, depois de um Nobel da Literatura ganho por Saramago, pode parecer não haver espaço para mais nomes grandes no cenário da literatura portuguesa, principalmente quando os nome que atrás deixei foram institucionalizados, o primeiro (curiosamente) pelos republicanos, o segundo pela nata intelectual portuguesa e alguma estrangeira e o último por um prémio tão poderoso e prestigiado internacionalmente como o são os prémios Nobel. Curiosamente a grande maioria das pessoas reconhece o valor das três personagens atras focadas sem nunca, mas mesmo nunca, terem lido uma única linha daquilo que eles escreveram, mas, está institucionalizado que eles são os grandes, os melhores e ai de que se atreva a pô-los em causa.

 

Quem anda nestes meandros da vida há algum tempo sabe bem que, na grande maioria dos casos,  o melhor chefe não é o mais competente, os melhores políticos não são aqueles que ocupam o poder, o melhor médico não é aquele que está nas grandes clínicas ou que o melhor amigo seja aquele que está junto de nós quando festejamos uma vitória.

 

Não sei porque mas a minha primeira reação é a de costumar ser avesso àquilo que me tentam impingir, mas dou sempre o benefício da dúvida e, pelos meus meios, tento ir sempre ao encontro à verdade, lendo, investigando, ouvindo, vendo  e só depois valido o produto. Às vezes ando anos para o validar ou rejeitar, mas chego sempre a uma conclusão.

 

Com Torga cheguei a uma conclusão há uns anos atrás, não muitos, e digo-vos que a sua validação durou-me cerca de trinta anos, para chegar aqui e admitir o tão injusto que fui e somos com ele e a sua obra. Hoje é ela que ocupa a minha mesinha de cabeceira, toda ela é para ser lida e relida no que toca ao sentir Portugal e o ser português e é por isso que afirmo e ninguém me convence do contrário, de que Miguel Torga é o maior escritor/poeta português e de Portugal. Atenção que português e Portugal têm de andar sempre juntos. Mas como disse atrás, não é em qualquer idade que se atinge esta verdade, pois é preciso conhecer minimamente os meandros da vida.

 

 

E para rematar deixo por aqui mais uma passagem dos Diários de Torga, palavras que faço minhas e que quem me conhece ou priva comigo, compreendê-las-á  tão bem como eu compreendo.

 

Gerês, 13 de Agosto de 1965

 

A prévia garantia do meu silêncio deve excitá-los. Paciência. Prefiro mil vezes voltar a outra face a cada bofetada, do que alimentar com lenha sincera fogueira de má-fé. De resto, diga-se, em abono da verdade, que o tempo é um grande anestésico. Quanto mais ensopa a alma, mais insensível a torna às agressões. As bordoadas continuam a magoá-la, mas as dores que sente deixam de ser lancinantes. Cria nela uma espécie de impassibilidade defensiva. O que não consegui ainda esclarecer é o mecanismo dessa imunização. Será devida a uma atonia fisiológica dos reflexos, ou motivada psicologicamente pelo desprezo que nos vão merecendo os agressores?

 

Miguel Torga, in Diário X

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB