Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

01
Abr14

Vistos Gold para chineses investirem em Chaves

 

A notícia é da edição da tarde de ontem da edição online das notícias ao minuto, só não avança é quanto aos locais e quais os investimentos que os chineses se propõem fazer em Portugal, pois se aprofundassem a notícia, a cidade de Chaves lá estaria como um dos locais de investimento escolhidos pelos candidatos chineses ao visto gold, pois aquilo que eram uns zunzuns que por aí circulavam, já se começam a confirmar com o acelerar das negociações para indeminizações, que o vereador independente da autarquia flaviense está a levar a cabo com os industriais instalados no novo parque empresarial de Outeiro Seco, para que estes abandonem o local e deixem todo o espaço livre para um mega investimento por parte dos chineses em toda aquela área, pois os chineses querem tudo ou nada. Ao que os zunzuns dizem, e vem de pessoas próximas do vereador independente, é para montarem o maior entreposto chines na europa, só não se sabe ainda muito bem qual vai ser a mercadoria.

 

 

Segundo apuramos a preferência por Chaves deve-se ao preço do parque empresarial, mas também à sua localização geográfica, próxima dos portos de Matosinhos e Vigo, pela proximidade da autoestrada com ligação quase direta a esses mesmos portos, pela via rápida ferroviária (uma espécie de TGV) que a Galiza está a construir e que passa a escassos 20 quilómetros do parque empresarial, mas espante-se, o que parece que pesou mesmo na decisão, foi a proximidade do Casino Chaves e o clima flaviense, um pouco parecido ao clima de origem dos chinocas que querem vir para cá. Quanto ao casino, dizem que é no Hotel Casino que os chineses se pretendem instalar enquanto remodelam o Solar dos Montalvões, que também faz parte do negócio.

 

 

Segundo nos disseram, o mesmo vereador que está à frente das negociações já se prepara para deixar a Câmara Municipal, pois tudo indica que será um dos braços direitos dos chinocas.

 

Fico sem, mais,  palavras!

 

 

01
Abr14

Estratos

 

Do ler

 

Ler. A Professora Judite ensinou-me a ler, naquele quadro de ardósia e com o giz branco que fazia espirrar.

 

Antes, a mãe já me tinha ensinado a juntar as letras do nome. Grandes, como as do jornal.

 

Nenhuma me ensinou a ler pessoas. Não fazia parte do programa.

 

As letras que juntei nos livros não me ensinaram a ler pessoas. E os sons das vossas histórias também não.

 

Vejo-a construir mundos com casca de laranja, flores com miolo de pão. E dos sabores nasce tudo.

Há os desenhos, as fotografias, os poemas. Tanto por ler. Ler é a arte.

 

Só queria saber ler.

 

Rita

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB