Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

08
Mai14

vivências

 

Batalha naval

 

Ano de 2014. Estamos na era das Playstations e das Wii (tive que ir à Internet confirmar como é que se escrevia) ou seja, parece que já só é possível jogar seja o que for à frente de um ecrã, maior ou menor, dependendo do equipamento, e carregando energicamente em botões ou manipulando joysticks. Foi neste contexto que num destes últimos fins-de-semana propus à minha filha que, felizmente, não está viciada nestas modernices (aliás, nem as tem) ensiná-la a jogar à batalha naval à moda antiga e ela, entusiasmada, aceitou o desafio.

 

Procurámos, então, um caderno quadriculado, retirámos cuidadosamente duas folhas da parte central e comecei a explicar-lhe como se jogava. Dois quadrados, lado a lado, cada um com dez linhas, identificadas com números de um a dez, e dez colunas identificadas com letras de A a J. Depois, expliquei-lhe a colocação dos navios: um porta-aviões, quatro submarinos, dois barcos de três canos, três barcos de dois canos e um de quatro canos, num total de onze peças. Sentados frente a frente, com uma pequena barreira entre nós para não espreitarmos o jogo adversário, começámos a disparar séries de três tiros, certeiros, alguns, em cheio na água, outros. Jogámos na versão mais fácil, ou seja, identificando qual o tiro certeiro e o tipo de navio atingido, pelo que alguns minutos depois já a frota de ambos estava meia afundada e ao fim de pouco mais de meia hora o jogo estava terminado. Mas seguiu-se outro, e depois mais outro, e ao terceiro ou quarto dei com a minha filha a ganhar-me, pois aprendeu bem mais depressa do que eu pensava.

 

Foram momentos bem passados e no final, mais importante do que ganhar ou perder, descobrimos mais uma boa maneira de ocuparmos o tempo e de nos divertirmos, e tudo com apenas duas folhas de papel e duas canetas...

Luís dos Anjos

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB