Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

18
Mai14

Mais uma aldeia (Izei) e umas palavras

 

Hoje em dia quando se apresenta um projeto para licenciamento de uma obra simples, como a construção de uma moradia, por exemplo, é necessário pelo menos um arquiteto, um engenheiro civil, um engenheiro eletrotécnico, um engenheiro especialista em ligações de gás, outro especialista em acústica, outro em segurança de incêndios, um topógrafo, um desenhador, um coordenador do projeto e um engenheiro diretor técnico da obra, pelo menos na teoria e a burocracia assim o exigem, pois na realidade as coisas não são bem assim, principalmente na realidade das construções, quer seja clandestina ou não, onde às vezes as soluções construtivas surpreendem o mais consagrado arquiteto ou engenheiro. Qual projeto, qual certificação, qual que… constrói-se com a melhor arte de bem construir por sugestão, intuição, com a solução mais fácil e barata, mesmo que vá contra todas as regras, técnicas e soluções academicamente aprovadas, o facto é que as soluções populares não andam com merdas e aplicam a solução mais prática e até eficaz. Da minha parte, que não sou leigo de todo nesta matéria, confesso que muitas vezes as soluções encontradas nestas coisas das obras me surpreendem, principalmente nas mais antigas das nossas aldeias em que engenheiros eram luxos dos quais às vezes se ouvia falar e arquitetos, nem isso…

 

 

Pois a primeira imagem que vos deixo tenta justificar todo o primeiro parágrafo e não sei porque, mas esta segunda imagem, no meu ver, está intimamente ligada  à primeira imagem, mas aqui em vez de ser a mão do homem a encontrar a solução, é a própria natureza que se encarrega de desorganizadamente se organizar

 

 

E como não há duas sem três, fica uma preciosidade das que já não existem, ou melhor, das que já não se constroem, falo-vos das casas solarengas de há cem ou mais anos atrás, com construção mais cuidada, é certo, mas construídas com a mesma sabedoria popular, sem arquitetos, engenheiros disto e daquilo, certificações e outras complicações, em suma, sem burocracias e sem uma maneira de sacar dinheiro aos mesmos de sempre, Ai Portugal, Portugal.

 

E o seu a seu dono, as fotos são de Izei, aqui ao lado, ali conforme se sobe o Brunheiro pela 314, em direção ao Peto de Lagarelhos, por onde todo o mundo passa.    

 

 

18
Mai14

Pecados e picardias

 

Sentidos

 

Lágrimas de sangue sujam-me o peito

Culminar de todos os sonhos castrados

E é rebeldia sem revolta, de paz desejo  contrafeito

Autocompaixão sentimentos esboroados,

Solidão nas grutas da alma, aleluia sem deus,

Virgens sem íman, sem pudor, frigidas e mornas

Erguem um rosto sem expressão, nem rugas  nem tormentos  seus,

Caem de si mesmas, para levantar-se ,das quedas, nos poços  profundos em que te entornas…

 

Dádivas de conformismo evitam-se na exaustão,

Descemos e subimos na noite e a embriaguez de vinhos a martelo dói no estomago vazio

As árvores vestidas de rosa na primavera não são partidas nem insinuam  ideais pornográficos

Crianças adolescentes de calções minúsculos deixam antever os sulcos nadegueiros da rebelião

E nem sequer há jogos de cintura  nem canalhada  traiçoeira,

uma brisa suave sussurra calmamente Uma canção de embalar;

 

” sonha meu amigo , finalmente só ficou o direito a viver… comecemos nus, como bolbos

num  jardim  onde a  humildade  da diferença

vai fazer nascer a esperança por homens melhores

sorrimos e de mãos dadas deitamos por terra em suores

insónias dos nossos  castigos de gula e futilidades e  sorvemos a chuva como duche que lava…

Fazemos concha, unidos passamos pelas brasas, embalados na bonança da nova alvorada…

Ao encontro dos sentidos…

 

Isabel seixas in Sentidos

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB