Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

15
Jun14

A seleção de hoje com imagens que ontem rejeitei...

No momento de tomar uma imagem há sempre um clique que desperta em nós a composição que queremos registar. Acertamos o olhar e enquadramo-lo, mais um bocadinho para a direita ou para a esquerda, para cima ou para baixo, mais ou menos zoom se a objetiva nos o permitir, et voilá, temos o nosso olhar para o registo final, e tinha de ser aquele, não poderia ser outro. O problema, se surgir, é à posteriori, quando descarregamos as fotos no computador e as visualizamos. Afinal aquele olhar que despertou a magia de um momento, às vezes, não é tão mágico assim, e passamos à imagem seguinte. No meio das dezenas de fotografias de uma sessão fotográfica, lá vão havendo umas tantinhas das quais gostamos.

 

 

Pois as imagens de hoje foram por mim rejeitadas na primeira seleção que fiz há quatro anos atrás, aquando as vi pela primeira vez, no entanto, hoje, foram aquelas que despertaram em mim o clique que pela certa me levou ao registo inicial de há quatro anos e que hoje, são sem dúvida alguma a minha seleção de entre as dezenas das outras imagens que tenho guardadas em arquivo.

 

É, é mesmo assim, é preciso dar tempo ao tempo para que a beleza das coisas venha ao de cima e valham por aquilo que são, passadas que estão as aparências que tanto iludem nas primeiras impressões. Ainda é das imagens que estou a falar, contudo, também em tudo na vida assim é…

 

Já agora, para quem não conhece os locais das imagens de hoje, são da Abobeleira, aqui mesmo ao lado da cidade.

 

 

15
Jun14

"Lumbudumania"!

 

“LUMBUDUMANIA”!

 

Em 2 de Janeiro de 2005, se as minhas contas não estão erradas, Ano Mundial da Física, em honra do meu amigo Alberto, editor de uns «textozinhos» científicos acerca do “Movimento browniano”, do «efeito foto - eléctrico» e «da Teoria da relatividade restrita (gosto mais de “especial” ou de «particular-à-parte»), a fazer cem anos, um P(l)uto de CHAVES, fazendo jus à celebração do centenário do tal Annus Mirabilis, pimba, catrapumba,  inventa  uma equação com imensas soluções para a resolução de tantos e tantos problemazinhos (e …zões!) da NOSSA TERRA: o BLOGUE   C H A V E S!

 

Simplificando fracções, multiplicando esforços, somando aderentes, diminuindo distâncias, dividindo conhecimentos e lutando contra o infinitamente pequeno a que uns abandalhados bandidos politicastras (a berrar que fazem o papel de políticos!) e a favor de um infinitamente grande prestígio para todos os “condados” da NORMANDIA TAMEGANA.

 

Claro que não vos vou relatar as mil e uma peripécias de fotografias, Post(ai)s, Comentários e mudanças de visual deste Blogue.

 

Lembrar apenas que, em pouco mais de 8 anos já contabiliza uns dois milhões e cento e vinte mil visitantes (a passar!)   -   é pena a pauta com a origem dos «mirolhadores» ter saído da coluna de informação!

 

À coragem de meter uma barquita do Tãmega a navegar nas agitadas ondas da NET, o tal P(l)uto juntou a inspiração de promover uns Convívios com «colaboradores», «comentadores» e «com quem quiser aparecer»!

 

Ah! Grande malha  - como disse há dias o “Gil da Montanha” e é (ra) uso e «questume» na NOSSA TERRA!

 

Mal descobri  esta pérola da NORMANDIA TAMEGANA, abordei-a à distância, fiz um «raid» pela caixa de comentários, e acabei convidado para a ceia (no Aprígio, lembram-se?!)!

 

Seguiram-se almoços e jantares. Palrava-se e tiravam-se uns retratos.

 

D’ano pra ano, alto!   -  de Encontro em Encontro  anual passou-se para Convívios bi-anuais (Daqui a nada está-se mesmo a ver que passa a tri-anual: O de Verão, O de Inverno e O de «EM QUALQUER ALTURA»!).

 

Sou-vos fraco e sincero: qual deles o melhor!

 

E ‘inda eu não fui a todos!

 

Mas pelo que me contam duns e pelo que testemunhei doutros!....

 

Vós nem sabeis o que «andaisdes» a perder!...

 

Mas, ond’é qu’eu queria chegar?! -  À  “LUMBUDUS”!

 

Com aquele dinâmica que a modéstia e a serenidade do P(l)uto nos esconde,  ele juntou um grupo de «bons Rapazes …e uma Linda Rapariga!» e registaram uma Associação e cunharam-lhe o nome   -   LUMBUDUS!

 

E os desejos e propósitos do seu Manifesto lá se vão cumprindo ano a ano.

 

“No hay quinto malo”, proclamam os vizinhos da «Raia Seca». Pois o «quinto propósito», tanto do meu agrado, está a ficar consagrado: - “Contribuir para o desenvolvimento social e cultural, a nível local, regional e nacional, sem esquecer a vizinha Galiza”.

 

É que sem este Território, não ficavam completos os meus «Condados Normando – Tameganos», caraijo (ou carago galego)!

 

E assim, hoje o nome “LUMBUDUS” é já uma evocação de uma fraternidade, à luz do sol e à luz da lua, às claras, e um luminoso sinal de revitalização da NOSSA TERRA, da NORMANDIA TAMEGANA.

 

Continuo feliz por ser transmontano!

 

Mozelos, 13 de Junho de 2014

Luís Henrique Fernandes

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB