Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

18
Set14

Factor Humano, por Manuel Cunha (Pité)

 

Como já alguém disse de forma parecida: “Não é para me gabar, mas a cabana do meu compadre Zé Pires é um sítio maravilhoso”.

 

Já demasiada gente sabe onde é, mas por puro egoísmo, não vou precisar aqui a sua localização.

 

Posso garantir que lá vivi dos momentos mais felizes da minha vida. Talvez um dia vos faça aqui uma descrição da sua arquitectura, simples mas bem enquadrada; da sua exposição aos movimentos solares e lunares, ou de como lá se ouvem as águas do rio a correr.

 

Eu gosto muito, mas admito que possa haver outras cabanas, noutras paisagens, que se aproximem desta, do meu compadre Zé Pires.

 

O que tenho mais dúvidas é que exista outro local onde tanta gente tenha sido tão feliz em tão poucos metros quadrados.

 

Esta cabana será, seguramente um dia, classificada como património da Amizade.

 

Hoje queria aqui falar apenas de um grupo fundado na Pascoela de Abril de 1987 por quatro amigos, que ainda hoje vivem, são amigos e se encontram regularmente nesta cabana.

 

O grupo não começou na cabana, mas sim no rio que à beira dela passa. Com o passar dos anos, alargou-se e adoptou a cabana como a sua casa.

 

Falo desse grupo, porque acho que o seu nascimento e o seu desenvolvimento ao longo destes 27 anos, poderia ser objecto de um estudo sobre a amizade, sobre a dinâmica dos grupos humanos, de como eles crescem incorporando novos e diversos elementos, numa matriz inicial imutável de respeito pelas diferenças, de equilíbrio entre prazer e discussão, entre pesca e cartas, entre cozinhados e comezainas.

 

É espantoso que um grupo tão heterogéneo na idade, na profissão, na forma de pensar, se desenvolva e estruture ao longo de um período tão longo e que seja sempre tão grande o prazer com que, de diversos pontos do país, se converge para a cabana do meu compadre Zé Pires.

 

De uma forma pouco organizada, pontualmente conflituosa, mas sempre eficaz, distribuem-se tarefas, organizam-se refeições e resolvem-se as inevitáveis necessidades de limpeza que elas desencadeiam.

 

Embora a descrição detalhada das comidas e das bebidas, nos seus múltiplos componentes pudesse ser matéria para um tratado de gastronomia, esta não é a questão essencial.

 

Nem sequer a questão essencial passa por saber qual é o melhor pescador, sempre o mano velho, nem quem são os verdadeiros campeões das cartas, que todos sabemos são o Tora e o Fernando (do PC). Todos sabemos que o campeão dos contos, dos poemas e das minis é sempre o Zé Carlos, que a guitarra é com o Zé Pires e que quem manda é o Sbou, embora o presidente seja mesmo o Luís Filipe, actor principal das histórias que ficam para memória futura. Mas que sempre os “Maneis” serão o núcleo duro e irredutível que tudo iniciou.

 

A questão essencial é a da importância de ter amigos de sempre e para sempre, amigos no mundo real, que comem, bebem, riem, discutem, sabem ouvir, respeitar, mas também roncam, dão peidos e conseguem jogar às cartas há tantos anos sem nunca se zangarem. Tudo isto, sem normas escritas e sem estarmos certificados por nenhuma “ISO”.

 

É só saber para os que estão (e de alguns não falei aqui) e para os que cheguem de novo, que só há intolerância completa para a falta de respeito pelo outro, para a tentativa de pensarmos que somos mais do que os outros. Foi sentindo isto, que cada um de nós se foi incorporando e retorna com um prazer infinito aos muitos encontros que vamos continuar a fazer, mesmo quando o rol de remédios para as maleitas vai ganhando terreno a uma lista de garrafas cada vez mais comedida e com menos graduação.

Manuel Cunha (Pité)

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    • Anónimo

      Gostaria imenso de obter a genealogia da família A...

    FB