Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

08
Dez14

Quem conta um ponto...

avatar-1ponto

 

218 - Pérolas e diamantes: deixem a Justiça funcionar

 

Já fui muito de esquerda, moderadamente de esquerda, agora sou apenas um agnóstico que acredita na propriedade privada e nas forças do mercado. Mas considero essencial diminuir as desigualdades do capitalismo e colocar a riqueza nacional ao serviço do interesse geral e da comunidade.

 

Tudo isto vem a propósito de como durante a vida nos vamos iludindo, e sobretudo desiludindo, com a política e os políticos. Alguns dos quais atualmente estão presos, mas a grande maioria continua impune e em liberdade.

.

Depois do rápido arquivamento do inquérito a Pedro Passos Coelho relativo à Tecnoforma, da demissão de Miguel Macedo por razões mal explicadas e de o caso dos submarinos continuar submerso em águas profundas, surgiu de repente o caso do eng. Sócrates, agora mais conhecido pelo preso nº44.

 

Parece que Portugal possui instituições que funcionam, onde o poder judicial é independente do poder executivo e onde a investigação é levada até ao fim.

 

Duarte Lima foi condenado a 10 anos de cadeia.

 

E Sócrates?

 

Antes de mais nada, permitam-me que diga aquilo que penso sobre a atividade política do senhor. É evidente que a ele se deve boa parte da modernização de Portugal, sobretudo ao nível das infraestruturas, mas também a agilização da administração pública, a aposta séria na educação, o incremento da investigação científica e a implementação vanguardista da energia sustentável.

 

Até aí acompanhei-o. Depois instalou-se a incerteza. Começaram a surgir sinais evidentes de que a nossa dívida revelava um caráter exponencial de endividamento, que o défice estava fora de controlo e que os contratos de PPP’s eram ruinosos, pois pagavam-se por eles rendas excessivas. Além de que era notória a apropriação do aparelho do Estado por parte dos boys do PS. Surgiram então anúncios de projetos públicos megalómanos e de utilidade duvidosa.

 

Foi a partir de 2008 que a derrocada começou. Uma coisa não consigo perdoar ao ex-primeiro-ministro: o ter-me mentido. A mim e a todos os portugueses. Entre 2009 e 2011, quando Portugal já se estava a afundar, como o Titanic, José Sócrates, com aquele seu arzinho seráfico, veio para os órgãos de comunicação social espalhar a mentira de que tudo estava bem.

 

Agora está detido por suspeita dos crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção.

Claro que merece a presunção de inocência. Mas não devemos esquecer que os magistrados do Ministério Publico, que lideraram a longa investigação, e o juiz que decretou a sua prisão preventiva, também merecem a confiança de que estão a agir de forma rigorosa, séria e competente.

 

Claro que muitos dos socialistas, liderados por Mário Soares, vieram logo para a praça pública afirmarem a inocência de Sócrates e que o que lhe estavam a fazer era uma infâmia. Que merecia outro tipo de tratamento.

 

Ora vamos lá a ver se nos entendemos: não podemos andar a exigir que a justiça funcione igual para todos e depois, quando alguém influente ou poderoso é detido, sobretudo se pertencer ao “nosso” partido, passarmos a desconfiar da atuação dos juízes e magistrados.

 

Chegou mesmo a ouvir-se a políticos da cor partidária de José Sócrates defenderem que a atuação da justiça coloca o regime em causa.

 

Mas não é disso que se trata. O que põe o regime democrático em causa não é a atuação dos magistrados e dos juízes, é antes a incapacidade das lideranças partidárias conseguirem separar a vida privada da sua atuação pública, misturando vida profissional com vida política, e esta com os negócios.

 

Muitas das pessoas que estão hoje na política – e eu conheço bastantes –, sobrepõem as amizades pessoais e as conveniências individuais, ao interesse público que dizem defender.

 

É aqui onde reside a principal explicação para a podridão que alastra nos partidos do poder.

 

Agora todos temos de dar razão a António José Seguro quando fez questão em se distanciar da governação do seu camarada de partido José Sócrates. Afinal estava do lado certo da História. E as suas palavras, proferidas em julho de 2014, soam a algo de premonitório: “O País tem zonas de podridão. É preciso retirar o lixo porque, por baixo, existe um País e uma gente fantástica.”

 

Se o ex-primeiro-ministro José Sócrates for considerado culpado dos crimes graves de que o acusam é, sem sombra de dúvida, um dos maiores génios da dissimulação e do embuste.

 João Madureira

 

 

PS – Diz o filósofo que o irresponsável também trabalha contra si mesmo.

 

Porque sabemos que nem o senhor presidente da Câmara de Chaves, nem os 3 vereadores do PSD, e muito menos o trio de vereadores do PS, trabalham para aquecer, e muito menos contra si mesmos, vimos mais uma vez solicitar a vossas excelências a aprovação de uma auditoria externa às contas da nossa autarquia, pois quem não deve não teme e à mulher de César… etc.

 

PS 2 – E, também em nome da transparência, já agora senhor presidente, talvez fosse boa ideia aprovar conjuntamente uma auditoria externa às contas da JF de Santa Maria Maior, da qual foi insigne presidente, até 2013, o risonho vereador João Neves (ex-MAI e atualmente do PSD), pois quem não deve não teme; certos de que aquele que tão insistentemente reivindicou, durante toda a campanha eleitoral, uma auditoria às contas da CMC, com toda a certeza verá com bons olhos, e até enaltecerá fervorosamente, uma auditoria realizada às contas do seu íntegro mandato.

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Assisti a construção das aldeias de Criande e Alde...

    • Cláudia Luís

      Ola bom dia gostaria de saber a morada e o contato...

    • Amiel Bragança

      Com um Abraço votos de Santa Páscoa.Amiel Bragança

    • Anónimo

      Que bom sabermos particularidades da vida de um gr...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário. Em relação ao Chaves Ant...

    FB