Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

20
Jul16

Quente e Frio!

quente-frio-cabec

 

 

II

A Turma da alínea F) era mista.

 

Os Rapazes desceram as escadas para o pátio de recreio dos Rapazes.

 

As Meninas desceram pelas escadas do pátio de recreio das Raparigas.

 

Porém, Rapazes e Meninas vestidos com capa e batina, a maioria já a frequentar o 7º Ano, desceram pelas escadas da porta principal, mais pertinho da “Toca da Raposa”.

 

Como é natural e frequente, vão-se formando pequenos grupos, fermentados pela curiosidade estimulada pelo «donde és», «donde vens», «que queres ser», ou se «sabes onde é a «Meia-laranja», o «Codeçais», a «Patrulha», ou, ainda, se já ouviste falar do “Regadinho”, das «ganchas do S. Brás» e dos «pitos de Santa Luzia».

 

E uma visita a «Trás do Cemitério”, na Vila Velha, de Vila Real, é mais sacramental do que «ir a Fátima a pé» ou a Roma ver o Papa!

 

No pátio do recreio dos Rapazes, meia dúzia de palmos elevado, há um pequeno recinto cimentado, separado por uma rede.

 

O “Rapaz da Terra Fria” perguntou a um do grupo que saía do Liceu com ele para que servia aquele pedaço roubado ao recreio.

 

O Zé da Cumieira, tarimbado no Liceu desde o 1º Ano, esclareceu:

 

- É para o «Hóquei em patins».

 

Mas logo acrescentou:

 

- O nosso verdadeiro «rinque» é ali na «Bila Velha», em terra solta, batida com as nossas tacadas e os nossos tombos, dadas com «setiques» feitos de toros de giestas, já que freixos e marceneiros à mão não temos, e, e os «setiques», em vez de «pá»…

 

- … tem uma moca a quem foram aparadas as barbas das raízes!  - interrompeu o “Rapaz da Terra Fria”.

 

O grupo parou «num repente»!

 

O Zé da Cumieira e o Garfejo olharam um para o outro com o maior espanto do mundo espetado na cara!

 

- Chamas-te “Belasco”?! – interroga o Zé da Cumieira, agora com o espanto já espalhado pela voz.

 

- Não me digas que és «Bouçós» - exclama, para não se ficar atrás na «admiração», o Garfejo.

 

- “Bós aqui jogaides o «óquei em patins» no «faz de conta»; na minha terra joga-se a «CHOCA» como debe ser”!

 

Que bem lhe soube ao “Rapaz da Terra Fria” falar deste modo!

 

O grupo foi dar a volta por «Trás do Cemitério Velho».

 

Mesmo aqueles que estão habituados às serranias, aos córregos e aos desfiladeiros, apreciam com encantamento os moldes que o Corgo e o Cabril esculpiram naquelas faldas do Marão, nas vésperas do seu abraço.

 

O Zé da Cumieira, satisfeito com a simpatia e a franqueza dos novatos do grupo e com a amizade já feita com os «tarimbeiros», convidou aquele magote de, mais ou menos, uma dúzia de «pré-universitários» a irem comer um «mil-folhas» ou um «jesuíta» à “GOMES NOVA”!

 

Uma vez mais, «para não se ficar atrás», o Garfejo acrescentou:

 

- Ou então vamos à «ROSAS» comer um «pastel de nata»!

 

E assim se davam as boas-vindas aos noviços colegas do Liceu Camilo Castelo Branco!

 

(continua)

 

 

 

 

20
Jul16

Crónicas Estrambólicas - Portugal, o maioral!

estrambolicas

 

Portugal, o maioral!

 

Para mim, Portugal é o melhor país do mundo, nem que seja por sentimental reasons (como diriam os panascas dos meus amigos da cidade, que passam a vida no caralho das lounges a comer tapas, sushis e essas merdas, mas que nem imaginam o que é um rojão do soventre. Se calhar é por isso mesmo que são uns palermas deslumbrados com a merda do sushi e do caralho que os foda...). Tirando as razões sentimentais, é muito fácil de ver que Portugal não é o melhor mas é dos melhores países do mundo. Basta ir consultar as tabelas daquilo que verdadeiramente interessa. Na esperança média de vida, estamos em 21º, à frente da Alemanha ou dos EUA. Há 200 países no mundo. A esperança de vida diz muito da qualidade de vida das pessoas. Na lista do Social Progress, estamos em 18º, à frente da Espanha ou da França. Na mortalidade infantil estamos entre os 10 melhores. Podia ir buscar mais um ou dois índices, dos que importam, mas não vale a pena, sei que estamos sempre, mais ou menos coisa, entre os 20 melhores dos 200, ou seja, de 0 a 10 temos 10. Pensando nestas merdas, não achais que é uma seca do caralho ter que estar sempre a aturar os discípulos do Eça, sempre a botar abaixo, a dizer mal de tudo, que eles estavam bem era em Paris ou em Londres? Ainda por cima só nos comparam com 2 ou 3 países de top e em coisas específicas, o que é absurdo, porque assim não havia países que dormissem descansados. Coitados dos austríacos se andassem por aí deprimidos por não terem nenhuma universidade nas 100 melhores ou por nunca terem ganho um campeonato mundial de hóquei em patins. Também não estamos numa altura tipo camoniana em que se podia mandar calar os gregos e os troianos ou Trajano e Alexandre (O Camões esticava-se p´ra caralho, é como estes tarados que acham que somos os maiores do mundo porque houve uma das 500 revistas espanholas disse que temos uma praia que é a melhor do mundo, baseada em comentários de sabe-se lá bem quem...). Tirando os exageros para um lado e para o outro, o que eu sei é que esta merda é muito fixe, tenho perfeita consciência que nunca vamos ter uma NASA e em vez disso teremos algumas aberturas de telejornal onde se conta que se descobriu que uma das 5000 mulheres da limpeza da NASA é tuga, talvez até consigamos meter lá um engenheiro, mas a verdade é que eu estou-me a cagar para essa merda. O que eu sei é que as naves e os satélites não me ajudam em nada a afumar a chouriçada, e em chouriçada, nem que eles se fodam todos, todos os anos somos campeões do mundo por larga margem. A mim, para me mudar para as finesses das Noruegas ou das Finlândias ou de NY ou de Londres, tinham que me pagar e não era pouco, ide-vos lá foder vós e a burrice! Aliás, um gajo vai a NY e nas montras é só merdas do estilo "European Food", "European Hair Style", etc. Concluindo: parolos e complexados há-os em todo o mundo, mas comedores de bom fumeiro só aqui em Barroso. Emigrai todos lá para as NY's que mais sobra, fodei-vos!

 

Luís de Boticas

 

 

20
Jul16

Imagens para gregos e troianos e texto para quem quiser ler e entender…

1600-(23673)

 

A cidade e antiga vila de Chaves sempre teve uma larga e rica tradição militar, e para a história ficaram, como prova dessa riqueza, o que de melhor se fez em arquitetura militar, incluindo no conjunto as atuais instalações do Regimento de Infantaria. Pena que nem todas essas obras tenham chegado até nós, aos tempos de hoje, com toda a sua grandeza, tal como as muralhas medievais e mesmo as seiscentistas, aí teriamos um tesouro, mas mesmo assim mantemos em bom estado a Torre de Menagem e as duas fortalezas do Forte de S.Francisco e do Forte de S.Neutel, aliás, que eu conheça, Chaves é a única cidade com duas fortalezas, mas pouco proveito tiramos disso e de todo o conjunto.

 

1600-(23663)

 

Certo que o Forte de S.Francisco, transformado em hotel, lá vai cumprindo a sua missão, apenas penso, que quando os imóveis são públicos e concessionados a privados, como é o caso do Forte de S.Francisco,  deveria haver contrapartidas para a população local, nomeadamente em termos culturais. Já quanto ao Forte de S.Neutel, que infelizmente só abre uma vez por ano para saudosistas fazerem uma festa em honra da Nossa Senhora das Brotas, se é que se pode chamar festa à coisa… bem poderia ter uma animação bem diferente. Já tem muitas das condições que se exigem, principalmente a nível de auditório aberto, outras se exigiam, é certo, mas não são coisas do outro mundo e perfeitamente executáveis, como executável seria que durante os três meses de verão, principalmente no mês de agosto, o espaço fosse um espaço de entretenimento e também de cultura.   

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    • Anónimo

      Gostaria imenso de obter a genealogia da família A...

    FB