Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

18
Set16

Nª Srª das Graças 2016

1600-sra-gracas-16 (524)

 

O prometido é devido e cá estamos com a procissão da Nª Srª das Graças que aconteceu hoje ao fim da tarde em Chaves.

 

1600-sra-gracas-16 (536)

 

Procissão de Nª Srª das Graças mas não só, pois para a procissão são convidados todos os oragos das freguesias e aldeias, ou seja, no mínimo seriam cerca de 150 oragos, no entanto nem todos participam.

 

1600-sra-gracas-16 (213)

 

Procissão que tem contado também com a presença de todos os sacerdotes do concelho mas onde é também habitual o Bispo de Vila Real.

 

1600-sra-gracas-16 (621)

 

Também vai sendo habitual participarem todas as bandas do concelho que, se não me engano, são no total seis, a saber: A Banda dos Pardais de Chaves, a Banda de Loivos, a Banda de Rebordondo, a Banda de Outeiro Seco, a Banda de Vila Verde da Raia e a Banda de Ervededo.

 

1600-sra-gracas-16 (241)

 

Procissão que é marcada para o fim de tarde e que tem início no Jardim Público, após missa campal,  seguindo depois em direção à Praça do Duque, onde os andores estacionam, passando pela Ponte Romana, Rua de Stº António, Rua 1º de Dezembro, Praça da República  terminando a celebração em frente às Igrejas Matriz e da Misericórdia (Largo Caetano Ferreira)  ao som da Marcha de Chaves, com as cinco bandas do concelho. Embora não sejamos amantes do vídeo, este ano deu-nos para fazer o registo de imagens em movimento. Dois momentos, um é mesmo de vídeo e outro, mais breve com o destroçar da população é feito com uma composição de 108 fotografias, tomadas de 10 em 10 segundos.

 

1600-sra-gracas-16 (276)

 

E é tudo, pois para além da missa campal e da procissão nada mais há, apenas a celebração religiosa sem qualquer tipo de festa anexa, daí o destroçar ser feito em apenas uns minutos, com o tempo suficiente de cada aldeia e freguesia recolher os seus oragos e regressar a casa.

 

1600-sra-gracas-16 (342)

 

Sabe a pouco, tanto quando dura a “festa”,  mas é uma procissão de sucesso garantido para contento dos organizadores e mais sucesso teria se todas as aldeias participassem, mas mesmo assim dá quase para encher a Praça do Duque.

 

Ficam os dois vídeos:

 

 

 

 

 

E hoje, dado o adiantado da hora, não teremos o habitual regresso à cidade em imagem, embora nós regressemos, que remédio. Até às 9 horas com mais “Quem conta um ponto…” de João Madureira.

 

 

 

Salvar

Guardar

18
Set16

Pastoria - Chaves - Portugal

1600-pastoria (25)

 

Nos últimos anos, quer pelo despovoamento das nossas aldeias quer pela crise financeira e económica que a todos afeta, as aldeias entraram num período de estagnação e envelhecimento. Além disto ser uma realidade serve também para justificar as imagens de hoje que são todas de há 9 anos. Mais precisamente do mês de março de 2009.

 

1600-pastoria (29)

 

Quanto ao despovoamento e envelhecimento das nossas aldeias há algumas exceções. Pelo que conheço da Pastoria penso que não é das aldeias mais afetadas por esses males, contudo também os sofre, em menor ou maior dose, mas nem tudo é mau neste pequena paragem no desenvolvimento que poderá mesmo contribuir para a salvação da integridade de algumas aldeias, não todas, pois para algumas já é muito tarde, mas pelo menos para algumas ainda será possível. Poderá parecer uma contradição, mas não o é, pois acredito que mais cedo ou mais tarde se tenha de fazer o regresso às aldeias e que aí impere o bom gosto dessa nova geração em preservar e reconstruir aquilo que as aldeias tinham e têm de mais genuíno, que as torna singulares e interessantes – refiro-me ao seu casario tradicional e tipicamente transmontano.

 

1600-pastoria (23)

 

Claro que para que isso aconteça serão necessários incentivos e apoios, incluindo o apoio técnico, sem imposições e sem o rigor que a maioria das vezes a Lei confere que ao querer controlar só descontrola, principalmente quando é controlada e aplicada por mentes quadradas que na Lei e nas suas lacunas apenas veem proibições.  

 

1600-pastoria (169)

 

Mas regressemos à Pastoria e a esta meia-dúzia de imagens que escaparam à escolha das imagens selecionadas para os posts dedicados anteriormente à aldeia. Quase sempre faz bem às imagens ficarem em banho-maria durante uma temporada, neste caso 9 anos, pois o nosso olhar e sensibilidade, com o tempo, também vai evoluindo, e depois como não estamos presos ao querer mostrar a aldeia toda de uma vez, como acontecia nos primeiros posts deste blog, agora temos mais liberdade para mostrar outros motivos, mas sempre limitados àquilo que temos em arquivo.

 

1600-pastoria (33)

 

Pelas mesma razões atrás apontadas, também se exige uma nova visita à aldeia, com um olhar mais apurado e sem as pressas de ter de cumprir calendário. Nas calmas e, se possível, entranhando-nos um pouco na vida da aldeia.

 

1600-pastoria (50)-1

 

Pois então fica combinado que voltaremos a passar pela Pastoria, só não sabemos é quando, mas uma vez que fica a promessa e não é promessa de político, cumpriremos. Até lá, não querendo com isto dizer que um destes dias a Pastoria não esteja por aqui outra vez com imagens que ainda temos em arquivo.

 

Antes de terminar fica ainda a informação que hoje não teremos a habitual crónica dos domingos de "O Barroso aqui tão perto", mas voltaremos de novo, ainda hoje, com uma reportagem que nos últimos anos sempre temos feito, a da procissão da Srª das Graças.

 

18
Set16

Pecados e Picardias

pecados e picardias copy

 

 

Pecam

 

Pecam os que não pecam

Não por não saber pecar

Pecam  porque  a si se cercam

Num cerco de faltar ar

 

Pecam sós os pecadores

Ao esconder os seus pecados

Dão à soberba louvores

Que não deviam ser louvados

 

Pecam os que deixam fazer

Fortuna aos desafortunados

Vão deixá-los bem dizer

A sina dos desgraçados

 

Pecam tristes os sofredores

No sofrimento parados

São tolhidos pelas dores

Do ter aprendido calados

 

pecam todos e ninguém

nem sabem que são pecados

dormem a soldo de alguém

que os tem acorrentados

 

pecam eles e somos nós

a apontar pro pecado

isto já vem dos avós

era o futuro, do passado…

 

Isabel seixas

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    • Anónimo

      Gostaria imenso de obter a genealogia da família A...

    FB