Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

05
Out16

Quente e Frio!

quente-frio-cabec

 

(...)

O Celestino, como tinha família na cidade, passaria por lá o resto do dia e a noite. No dia seguinte, logo se veria, disse ao amigo.

 

XIII

 

Em Fevereiro chegou o 1º Semestre para as «NORMALISTAS». Com sucesso para as «irmãs gémeas», da «RAIA»!

 

E na partida para as «Férias de Verão», a Adília e a Adélia, a Carmelinda e a Ermelinda, o Celestino e o Clementino apanharam o comboio para a RÉGUA, as duas primeiras, e para CHAVES os quatro últimos, levando o rico presente de boas NOTAS para a Família.

 

Quando os dias começaram a ficar mais quentes, o Jardim Público, da «Bila», oferecia música e o fresco da noite.

 

A «central de som» repetia o «Only you», o «The Great Pretender», o «Smoke Gets In Your Eyes», o «My Prayer» e o «Twilight Time»; intercalava o “Tristão da Silva”, o “Carlos Ramos” e a “Amália”; Luís Piçarra com «Alentejo da minh’alma» e Francisco José, com «Olhos Castanhos»; bem, e Alberto Ribeiro, mais a sua «canção do cigano»; deixava-nos ouvir o Rancho de “BARQUEIROS”, da MEADELA e o de “SANTA MARTA de PORTUZELO”; deliciava-nos com o “Duo Guarajá” e o seu “Encosta a tua cabecinha no meu ombro e chora); Agostinho dos Santos, o cantor da «voz derrapante», e a sua «Balada triste»; Dolores Duran e «a Noite do Meu Bem»; Xiomara Alfaro, com o seu extraordinário “Siboney”, Joselito e a «Campanera», entre alguns outros e a publicidade aos «Vinhos Pureza».

 

Numa dessas noites de Jardim, o Celestino e o Clementino, sentados num dos bancos, à direita, próximo da entrada no Jardim, sobressaltaram-se ao verem aas duas feiticeiras das suas vidas, a entrarem e seguirem pela alameda central.

 

Dissimularam-se com os arbustos dos canteiros e foram à «cabine som».

 

Cada um pagou «cinco croas», moeda de prata que equivalia a «dois escudos e meio», e «dedicada à fada mais bonita que anda neste Jardim», os Platters cantaram o «Only you». Logo a seguir, «dedicada à feiticeira mais linda, que anda neste Jardim», soou a voz de Alberto Ribeiro e “Feiticeira”!

 

Quando elas dera a volta e passavam junto ao lago central, os «TINOS» atravessaram à sua frente, fazendo distraídos com a conversa.

 

As “Lindas” sorriram de marotas, e olharam-se com a cumplicidade de quem entendeu bem que o «Only You» e «Feiticeira» foram dedicados por aqueles dois «maluquinhos sem juízo».

 

Na hora «da deita» elas adormeceram serenamente.

 

Na hora «da deita», eles nem conta deram de adormecer!

 

XIV

 

***Chegaram as «Férias da Páscoa”.

Na Estação era um alvoroço de...

 

(continua)

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    • Anónimo

      Gostaria imenso de obter a genealogia da família A...

    FB