Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - Centro Histórico à noite!

21.08.07 | Fer.Ribeiro

 

.

Não quero cair no lugar comum em que nós portugueses costumamos cair ao defender-mos que tudo que é estrangeiro é bom e em Portugal nada presta, porque não é verdade. Somos tão bons os melhores que os restantes, quando muito, podemos ser diferentes.
 
Contudo, tal como os outros, também cometemos alguns erros e pecados e um deles, um dos mais graves a meu ver, é não sabermos aproveitar convenientemente aquilo que temos de bom e que até faz de nós cartaz turístico, como os nossos Centros Históricos das cidades e vilas mais antigas, e Chaves não é excepção.
 
Lamentamos as obras que foram feitas nas freiras mas a verdade é que as freiras já há muito estavam mortas, tal como todo o nosso centro histórico. De dia, vá-lá-que-não-vá, (e falo deste mês que é o mais turístico e povoado), há pessoas, muitas, turistas, cada vez mais máquinas e fotográficas a apontar para aquilo que temos de bonito e nobre e até os comerciantes batem palmas (embora com os mesmos queixumes de sempre dos queixinhas). Agora à noite, o nosso centro histórico mete dó e mais que doente, está moribundo e deserto.
 
Sem ser “lugar comum” a praça que hoje vos deixo em fotografia, à hora da noite em que a foto foi tomada, se fosse em Espanha ou em qualquer país da Europa com centros históricos, estaria cheia de gente, esplanadas, cafés e restaurantes e se não tivesse nada disto, teria pela certa animação, principalmente nos mês de Agosto em que toda a gente é turista e está de férias, bem como todas as ruas e lugarejos do centro histórico.
 
Cá pela terra anda tudo ao contrário e já desde há muito que os “dinheiros” todos e de todos fogem para o que é novo e moderno deixando para trás aquilo que de mais nobre e interessante temos. Ou seja, temos um Centro Histórico aberto das 9 às 19 horas, depois fecha para descanso, o problema é que cada vez há também menos quem nele descanse. É a minha opinião, e até prova em contrário, continuará a ser.
 
Até amanhã, seja lá como for, em Chaves cidade.

2 comentários

Comentar post