Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Valdanta, Músicos e Amigos

16.09.07 | Fer.Ribeiro

 

.

Nas nossas aldeias, festa sem música e foguetes, não é festa.
 
Claro que a grandeza da festa da aldeia é medida directamente pela música. Se a festa é grande, começa logo com a música dos altifalantes, colocados estrategicamente ao longo da rua principal uns dias antes do dia principal e, no dia de festa, tem duas bandas durante todo o dia e à noite ajunta-se um conjunto. E conforme a grandeza da festa vai decrescendo, também se vai prescindindo da música. Uma banda em vez de duas e às vezes opta-se pela banda ou conjunto, mas se há procissão, a banda é obrigatória.
 
Mas isto é nas festas religiosas das aldeias dedicadas à padroeira ou ao padroeiro.
 
Nas outras festas, como casamentos, baptizados, inaugurações e homenagens, a festa dá preferência à mesa, aos assados, cabritos e leitões, cordeiros e perus, batata assada e arroz do forno,  tudo bem regadinho com brancos e tintos da região ou não. Aqui, uma boa mesa é sempre uma boa festa e só depois dos estômagos bem acomodadinhos é que a música aparece, para a assossega de alguns e bailarico de muitos até cansar. Quem geralmente nunca cansa são os músicos, que, com público ou sem público, baile ou não, continuam a tocar tarde fora e noite dentro feitos autênticos músicos de Titanic.
 
Mania esta, a minha, de divagar nos intróitos para chegar à essência das coisas e, a de hoje, é de novo a aldeia de Valdanta e uma homenagem tardia aos músicos que abrilhantaram a festa do amigo Zé Pereira do Blog Valdanta em 7/7/07. Mas tudo isto trás também água no bico e, nessa festa, à qual se associaram alguns dos blogs de Chaves, conhecemos também algumas personagens já então conhecidas dos comentários da blogosfera flaviense, entre os quais o misterioso Tupamaro e uma valdantina, também organizadora de festas e que dava pelo nome de Lai Cruz.
 
E Já que hoje falamos de música, há poucos dias atrás, descobri nos links do Blog Valdanta um blog com nome de canção:  LAI, LAI, LÁI, LAI, LAI   de Lai Cruz (claro) que divide o seu tempo entre Braga e Chaves e promete revelar alguns tesouros escondidos, entre os quais alguns de Valdanta. Nem que fosse só por isso, o blog desta valdantina fica a partir de hoje também com link nos Blogs que espreito. Agora só falta mesmo o Blog do Tupamaro. Um desafio, pois pela certa histórias e amor pela Granjinha e terras de Valdanta não lhe faltarão.
 
Um abraço para todo o pessoal de Valdanta (freguesia) em especial para os da blogosfera  (blogueiros, comentadores e visitantes).
 
Entretanto, amanhã cá estarei de novo com notícias de Chaves e mais uma foto.

6 comentários

Comentar post