Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

As traseiras de Chaves

20.09.07 | Fer.Ribeiro

 

.

 

A vida é um palco onde nós somos actores e cada um representa o seu papel, bem ou mal, mais ou menos conseguido e, conscientes de que o papel que representamos não é bem o nosso, por isso vamos lutando por um papel melhor e por cada vez mais nos aproximarmos de um papel principal, entretanto lá se vai representando dentro das normas e regras estipuladas para o nosso papel, seguindo sempre o ponto… é assim a vida!
 
Quando saímos do palco e finalmente estamos sós, vivemos o outro lado da vida e somos verdadeiros, com uma verdade nossa do estarmos à vontade e cómodos até ao próximo espectáculo.
 
Como cenário neste palco da vida, temos as cidades, aldeias e vilas, a sua física e a sua química,  as suas ruas, o sol, a chuva e o vento, a noite e os cheiros e, também nestas, a dualidade da representação e do estar só, existem. Por um lado mostram o seu melhor, a vaidade até, o enfeite, o agradável para encher o olho . Pelo outro, mostram a sua verdadeira realidade, a sua utilidade, o seu conforto à medida pouco se importando com aquilo que vestem. São as traseiras da realidade e as traseiras das cidades e das ruas, a simplicidade e a quase verdade verdadeira. É o lado das cidades e das ruas em que elas estão a sós.
 
Até amanhã, em Chaves cidade.

3 comentários

Comentar post