Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - uma no cravo outra na ferradura

29.10.07 | Fer.Ribeiro

 

 .
Em 17 de Julho deste ano deixava aqui no blog uma fotografia e um lamento por causa de um poste de alta tensão que tinha ficado no meio do jardim do Tabolado, recentemente recuperado. Às vezes trago aqui alguns lamentos, mas também há que elogiar e louvar aquilo que é bem feito e de bom se vai fazendo pela cidade. Trouxe aqui a aberração do poste no meio do jardim e hoje trago-vos o jardim sem o dito poste. Digam lá se o jardim não ficou a ganhar!? O Jardim e todos nós e também quem nos visita. O meu bem-haja para quem finalmente tomou a decisão de o mandar retirar. Agora só falta pavimentar o espaço que a base do poste ocupava, pois por tão pouco, não vale a pena ficar este “rabo-de-fora”.
.
.
 
Mas tal como o título de hoje indica, é uma no cravo e outra na ferradura. Assim vamos permanecer no Tabolado, que é cheio de contrastes. Um belo e agradável espaço, sem dúvida, mas também a precisar de policiamento (principalmente nocturno) e pequenas correcções em pormenores que destoam, começando pelos placares publicitários que além de inestéticos, já nada anunciam, como é o caso do placar do POLIS (fora de prazo há muito tempo) e o do óleo fula. Bom, seria retirá-los, mas já que reciclar está na moda, e para não se perder dinheiro investido, sempre poderiam ser aproveitados para passar informação útil ou mesmo publicidade turística de promoção da cidade e do concelho.
.
.
 
Todos os dias somos bombardeados com imagens publicitárias em todos e por todos os meios de comunicação. As grandes empresas conhecem bem o valor da imagem e como ela vende ou promove. Chaves é uma cidade com potencial turístico que tem muito para oferecer. Tem as termas, um centro histórico, monumentos centenários e milenários, gastronomia de fazer inveja, montanhas e natureza, aldeias interessantes… e por aí fora. Temos de tudo, mas falta-nos a tal imagem publicitária que vende e promove e essa imagem começa logo pela cidade em si. Há que ter sempre a casa asseada, arrumada e limpa, é assim que mandam as regras da sedução, porque hospitaleiros, já há muito que o somos.  Mas isto é um tema a ser aprofundado e que merece um futuro post, porque hoje de postes, só mesmo o de alta tensão que já não existe.
 
Até amanhã, já em plena Feira dos Santos, dia da feira da lã.