Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Um olhar de Filipa de Almeida Garret sobre a cidade

20.11.07 | Fer.Ribeiro

 

.

 

E como hoje é terça, vamos até um olhar diferente sobre a cidade de Chaves.
 
Temos a nossa Top Model como ex-libris da cidade, por direito próprio, mas nem que fosse pelo respeito à sua idade. A torre de menagem, pesem as muralhas de betão, ainda se consegue impor como o actor principal da cidade, pois como todos os actores, conhecem bem os locais privilegiados do palco e de fazer valer a sua postura. Temos muita história, milenar e centenária para contar, que está bem patente nas construções militares das muralhas medievais e seiscentistas, onde são visíveis e bem, os nossos fortes de S.Francisco e S.Neutel. No campo religioso, não temos grandes mosteiros, mas temos igrejas e capelas que são autênticas maravilhas. Somos uma cidade com história, com grande história, mas, também em pequenos pormenores, somos grandes.
.
.
 
Passando aos pequenos, mas grandes pormenores, temos muita arte espalhada pela cidade. A arte do ferreiro e serralharia, que não sei porque parece não ter muitos aderentes, mas temos outras, como a do pedreiro e canteiro, a do carpinteiro e do marceneiro que,  fazem desta cidade velha, uma delícia em pormenores, aqueles que todos os dias vemos e de tão habituais que são ao nosso olhar e ao nosso convívio, os ignoramos e desprezamos. É aqui que um olhar diferente, de fora, de alguém que visita a cidade pela primeira vez, se torna interessante, principalmente quando tem o gosto pela fotografia e de o registar para sempre através da sua objectiva.
.
.
 
Portas, portões, varandas, janelas, gradeamentos, clarabóias, maçanetas, chaminés, mansardas, tudo são pormenores que enriquecem a nossa arquitectura urbana e tradicional do centro histórico de Chaves. É nestes pequenos pormenores que os olhares diferentes são interessantes, como o que hoje vos deixo aqui, de Filipa de Almeida Garret, Lisboeta de nascença ou residência, pois mais uma vez, pouco ou nada sei sobre a autora destas fotos, sei que fez um belo registo das nossas mansardas e pormenores da cidade, dos tais que alguns nos passam despercebidos e que em jeito de concurso, deixo aqui o desafio para localizarem estes pormenores.
 
E sobre a autora dos nosso olhares de hoje, como já atrás disse, pouco ou nada sei. Conheço-lhe o nome, Filipa de Almeida Garret, Lisboa como referência e a sua galeria de fotos no flickr para a qual deixo aqui um link para uma visita: http://www.flickr.com/photos/50584441@N00/
 
E por hoje é tudo, amanhã cá estarei de novo na cidade de Chaves.
 
Até amanhã!