Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Guarita das muralhas do Castelo - Chaves - Portugal

10.12.07 | Fer.Ribeiro

 

.

 

Já sabem que para mim as segundas-feiras são um desastre, por isso é natural que se reflictam também um pouco naquilo que faço.
 
Há dias, um amigo de há longos anos, dizia em jeito de comentário: - “ a capacidade de descobrir coisas novas nos mesmos sítios e incrível.....” e é mesmo, e também é nisso que a fotografia (como arte) é espantosa, pois tem a capacidade de seleccionar momentos, emoções e olhares únicos, que no entanto estão ao alcance de todos os olhares, só que a fotografia, descobre-os e realça-os e, o contrário também é verdadeiro, pois também esconde muita coisa e atenua outras tantas. Depende da manipulação que se fizer delas.
 
Claro que por aqui as fotografias também são manipuladas e os olhares seleccionados e/ou às vezes realçados. Geralmente só aparece por aqui aquilo de que gosto e que é bonito mostrar. Exceptuando um ou outro lamento que se reflecte também em imagem, nego-me a fotografar aquilo de que não gosto e com isto, a cidade fica mais pequena, pequenina até e lá temos que partir e usar da tal capacidade de descobrir coisas novas no mesmo sítio… A nossa Top Model, por exemplo, já foi fotografada milhares de vezes, mas pela certa que não há duas fotografias iguais, e por isso, continua diariamente a ser fotografada.
 
A guarita da imagem de hoje é também uma das que não escapa ao olhar atento de um fotografo, mas tal como a Top Model, também não há duas fotografias dela iguais. Pois hoje fica mais um olhar. Ah! E a propósito, a fotografia também tem uma característica muito singular, é que transmite a imagem e até as emoções de um local, mas nunca reproduz o cheiro desse momento. Lamenta-se por isso, mas às vezes também dá jeito, pois há-os,  que de modo algum ficariam bem na fotografia.
 
Até amanhã, com mais um olhar diferente do meu.