Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Em Chaves, há poesia feita de momentos...

31.01.08 | Fer.Ribeiro

 

.

 

Este blog acontece um pouco como um poema, em que a espontaneidade do surgir das palavras vão ditando os momentos e as imagens da alma do momento. Claro que o momento, é feito de muitos momentos de todo um dia que ditam o estado de espírito com que chegamos até aqui.
 
A minha vida é feita de todos esses pequenos momentos que me ditam o presente e meditam no passado. O futuro, esse, fica para mais logo ou amanhã.
 
Momentos e pormenores que os fazem. Na realidade a vida, as nossas, não passam de um momento no tempo feito de alguns pormenores. Os pormenores de uma e, numa pessoa, que faz com que lhe concedamos a nossa amizade, os pormenores de uma mulher que se ama ou aprecia, os pormenores de um sabor, os pormenores de um aroma… e porque é de Chaves que este blogue trata, temos também os pormenores de uma cidade, que nos dão aqueles momentos que nos faz gostar dela, ou não.
.
.
 
A nossa cidade de Chaves está cheia desses pormenores que fazem a diferença. Pequenos pormenores que são verdadeiros momentos de pura poesia (pura), principalmente os pormenores da nossa cidade antiga ou dos nossos antigos bairros tradicionais ou aldeias. São esses pormenores, e as gentes que habitam esses pormenores,  que fazem muitos dos momentos dos meus passos, dos meus momentos e onde os meus olhares gostam de se fixar e repousar.
 
Pormenores como os que hoje vos deixo em imagem, tomados em pleno centro da cidade, fazem aqueles momentos singulares que me dizem o porquê de Chaves ser a minha cidade, ou a nossa, se comungarem dos meus sentimentos.
 
Até amanhã, com outros discursos sobre a cidade, de Chaves, claro!

2 comentários

Comentar post