Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - Andam cheiros no ar...

03.10.06 | Fer.Ribeiro
2750-bl.jpg

Para nós adultos o tempo mede-se em segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses, anos. Quando se é ainda mais adulto o tempo começa a ser recordado às dezenas, em décadas. Há ainda os “eruditos” do tempo que o medem em centenas de anos, séculos ou milhares (muitos milhares) de anos.

Das muitas medidas de tempo que há, da que mais gosto, é da medida dos putos: - “acabou o Natal, e agora qual é a próxima festa?”.

Eu, à maneira dos putos, vou vivendo a cidade na sua forma temporal. Acabaram as férias, começaram as primeiras chuvas, os primeiros frios, caem as primeiras folhas, já aí estão as aulas e os estudantes, as vindimas estão feitas… e o que vem a seguir? – O Inverno. Claro! Mas esse já toda a gente sabe que mais dia, menos dia nos invade, o que vem mesmo a seguir, à maneira dos putos, são os Santos. A Feira dos Santos.

E o que é que a imagem de hoje tem a ver com a Feira dos Santos? – Nada! Absolutamente nada. Mas, à maneira dos putos, quando olhei para ela e vi o enmaralecer e queda das primeiras folhas, veio-me logo à ideia: “Não tardam aí os Santos!”

Até amanhã, por aí na cidade, enquanto os Santos não chegam.

4 comentários

Comentar post